Um carro parado/estacionado pode ser considerado culpado de acidente? - Página 3

Página 3 de 3 PrimeiraPrimeira ... 23
A mostrar resultados 61 para 72 de 72
Like Tree15Likes

Título: Um carro parado/estacionado pode ser considerado culpado de acidente?

  1. #61
    Piloto de Troféu whereagles's Avatar
    Data de Registo
    May 2004
    Localização
    Coimbra, Portugal.
    Posts
    9,450

    Por Defeito

    Nunca pode ser considerado culpado, esteja bem ou mal estacionado. Razão: existência de um princípio jurídico chamado "causa mais próxima do acidente".

    Um carro parado quando muito paga multa de estacionamento, e mesmo isso só se estiver mal estacionado.


  2. #62
    Pedestre
    Data de Registo
    Aug 2017
    Posts
    3

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Valium Ver Post
    Sim é verdade, mas isso é interseguradores não vinculando os segurados e muito menos os Tribunais.
    A partir do momento que um não concorde, que remédio que analisarem as coisas fora do "porta aberta = caso X = responsabilidade Y"



    Se calhar depois passou para o contencioso...

    Eu devo ter azar é que vi os dois lados, pessoal a circular e ser responsabilizado e pessoal com a porta aberta a ser responsabilizado.
    Boa tarde.
    Estou envolvida numa situação semelhante que foi "resolvida" pela Convenção IDS (não havia declaração amigável assinada). Não concordando com o desfecho e apresentando reclamação contra terceiros, vai sempre o caso ser analisado pela via tradicional ou é preciso solicitá-lo na reclamação?
    Obrigada.

  3. #63
    Banido
    Data de Registo
    Jan 2014
    Posts
    7,876

    Por Defeito

    O meu primeiro toque, foi com um carro estacionado. Mal estacionado. Uma descida, piso molhado, curva e no meio da estrada um carro parado, estacionado. Vinham carros do outro lado não pude ultrapassar.
    Não houve abébias fui o culpado. Fui considerado culpado. Não achei muita piada na altura!

  4. #64
    Pedestre
    Data de Registo
    Sep 2017
    Posts
    13

    Por Defeito

    Pode até estar atravessado no meio da estrada que se lhe baterem são culpados ele só paga multa de mau estacionamento... Experiência própria!

  5. #65
    Banido ricbarata's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2013
    Posts
    3,513

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por mELIANTE Ver Post
    Acho que nem assim porque apenas quando em circulação se pode ser imputável para efeitos de culpa em acidente. Se há um carro mal estacionado, quem vai a conduzir é que se deve adaptar às circunstâncias.

    Correctíssimo .. o condutor têm que adoptar a condução ás condições da via, do tempo , do tráfego, etc.


  6. #66
    Pedestre
    Data de Registo
    Aug 2017
    Posts
    3

    Por Defeito

    O meu pai estava junto do carro (bem estacionado numa rua tranquila com 2 sentidos) com a porta de trás entreaberta a apertar o cinto da cadeira do meu filho (tenho um bebé que circula no lugar do lado do passeio por isso fica o mais velho do lado de fora...) e passou um carro sem sequer abrandar ou se desviar e bateu na porta (mesmo na beira) com o espelho. Pela convenção IDS (sem declaração amigável assinada) a responsabilidade foi 100% imputável ao meu veículo. O condutor não teve qualquer cuidado nem se adaptou às circunstâncias... infelizmente é um procedimento que vou ter de continuar a manter porque o meu filho não consegue nem sabe apertar o cinto sozinho... não concordo nada que a culpa seja 100% minha... reclamei à seguradora do outro condutor e estou à espera da conclusão do processo. Caso se mantenha a mesma decisão, há mais alguma coisa que eu possa fazer? O CIMPAS funciona nesta fase, se necessário?

  7. #67
    Piloto de Troféu
    Data de Registo
    Aug 2007
    Localização
    Casa da Mãe
    Posts
    6,161

    Por Defeito

    Fazendo de advogado do diabo... acredito que aquilo que o outro condutor dirá é que o teu pai é que não se soube adaptar às circunstâncias, colocando-se a ele e terceiros em risco.

    A criança, nessa circunstância, serve apenas para apelar ao sentimento, pois o acidente teria ocorrido de igual forma caso estivesse a arrumar uma pasta, um saco, o jornal ou o casaco, no banco de trás.


  8. #68
    Pedestre
    Data de Registo
    Aug 2017
    Posts
    3

    Por Defeito

    A verdade é que vou ter de continuar a fazer exactamente o que se fez nesse dia para poder apertar o cinto da cadeira. Pode acontecer-me o mesmo em qualquer outro dia, se o condutor que circula na via não abrandar ou não se desviar. Não consigo entender que a responsabilidade seja sempre assumida a 100% de quem tem a porta aberta.
    Recebi hoje a resposta a reclamação e mantêm a decisão (argumentando com o artigo do código de estrada que diz que as cargas e descargas devem ser feitas no menor tempo possível). Enviei depoimento de testemunha + um acordão do tribunal com decisão favorável a quem tinha porta aberta num acidente semelhante, uma vez que o outro condutor não fez nada para evitar o obstáculo (e também argumentei com um artigo do código da estrada que dá exactamente essa indicação). Sabem dizer-me se há mais algum local onde faça sentido reclamar? CIMPAS faz sentido nesta fase?

  9. #69
    Piloto de Testes
    Data de Registo
    Sep 2013
    Posts
    2,781

    Por Defeito

    Mais depressa ensinam o puto a colocar o cinto que a tentar arranjar a culpa nos outros.

  10. #70
    Piloto de Testes
    Data de Registo
    Feb 2011
    Localização
    A norte do sul e a sul do norte
    Posts
    2,401

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por MHC2017 Ver Post
    O meu pai estava junto do carro (bem estacionado numa rua tranquila com 2 sentidos) com a porta de trás entreaberta a apertar o cinto da cadeira do meu filho (tenho um bebé que circula no lugar do lado do passeio por isso fica o mais velho do lado de fora...) e passou um carro sem sequer abrandar ou se desviar e bateu na porta (mesmo na beira) com o espelho. Pela convenção IDS (sem declaração amigável assinada) a responsabilidade foi 100% imputável ao meu veículo. O condutor não teve qualquer cuidado nem se adaptou às circunstâncias... infelizmente é um procedimento que vou ter de continuar a manter porque o meu filho não consegue nem sabe apertar o cinto sozinho... não concordo nada que a culpa seja 100% minha... reclamei à seguradora do outro condutor e estou à espera da conclusão do processo. Caso se mantenha a mesma decisão, há mais alguma coisa que eu possa fazer? O CIMPAS funciona nesta fase, se necessário?
    Provavelmente. o que ficou no relatório do acidente é que a porta foi aberta quando o outro vinha a passar.

  11. #71
    Piloto de Troféu carbookk's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2015
    Localização
    algures na lua
    Posts
    6,569

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por MHC2017 Ver Post
    A verdade é que vou ter de continuar a fazer exactamente o que se fez nesse dia para poder apertar o cinto da cadeira. Pode acontecer-me o mesmo em qualquer outro dia, se o condutor que circula na via não abrandar ou não se desviar. Não consigo entender que a responsabilidade seja sempre assumida a 100% de quem tem a porta aberta.
    Recebi hoje a resposta a reclamação e mantêm a decisão (argumentando com o artigo do código de estrada que diz que as cargas e descargas devem ser feitas no menor tempo possível). Enviei depoimento de testemunha + um acordão do tribunal com decisão favorável a quem tinha porta aberta num acidente semelhante, uma vez que o outro condutor não fez nada para evitar o obstáculo (e também argumentei com um artigo do código da estrada que dá exactamente essa indicação). Sabem dizer-me se há mais algum local onde faça sentido reclamar? CIMPAS faz sentido nesta fase?
    esquece isso, não há maneira de dares a volta a isso, aos olhos da legislação és 100% culpado, argumentes o que quiseres... infelizmente estas situações são assim...

  12. #72
    Piloto Veterano ClioII's Avatar
    Data de Registo
    Jun 2005
    Localização
    , , .
    Posts
    22,253

    Por Defeito

    O outro condutor certamente alega que a porta foi aberta sem precaução no exacto momento em que ia a passar e nem deu tempo de reagir. Correcto? Estes acidentes são "sempre" assim.

Página 3 de 3 PrimeiraPrimeira ... 23

Regras de Colocação

  • Não pode criar tópicos
  • Não pode responder
  • Não pode colocar anexos
  • Não pode editar os seus posts
  •