Enganada na compra de um no stand!!!!! Socorro - Página 6

Página 6 de 6 PrimeiraPrimeira ... 56
A mostrar resultados 151 para 156 de 156
Like Tree38Likes

Título: Enganada na compra de um no stand!!!!! Socorro

  1. #151
    Piloto Lendário Obtuso's Avatar
    Data de Registo
    Jun 2005
    Localização
    Na 47ª cidade mais alta de Portugal
    Posts
    58,644

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por HugoMJet Ver Post
    Exacto, o prazo é outro. Mas também não é para compras na net como havias referido! Eu indiquei o diploma legal, mas não olhei para ele...Em tempos já o fiz! :P
    Os 30 dias não são para devolução, são o prazo máximo para reparação do bem móvel.
    dtv gosta disto.


  2. #152
    Piloto de Testes HugoMJet's Avatar
    Data de Registo
    May 2011
    Localização
    Algarve, Lisboa, Lamego... Por aí! ;)
    Posts
    1,897

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Obtuso Ver Post
    Os 30 dias não são para devolução, são o prazo máximo para reparação do bem móvel.
    Negativo.
    Por acaso o que em tempos analisei não era o diploma com as alterações de 2008. Todavia:

    Lê o art. 4º n.º1, bem como o art. 5º-A n.º 2.

    Se o carro está com problemas, sem que a nova proprietária o soubesse, comunica (também) por carta registada dentro de 2 meses e tem direito à reparação nos tais 30 dias. Até pode resolver (cessar) o contrato pelo valor ligeiramente inferior ao da aquisição!
    A venda implica garantia legal. A garantia voluntária é outra coisa...
    É o que me parece.

  3. #153
    Banido
    Data de Registo
    Jun 2013
    Posts
    1,319

    Por Defeito

    Isso deve aplicar-se a compras de novos, em usados a história ser diferente...
    Não pode um carro ser vendido avariado e por ser avariado mais barato?
    Como funciona a lei nestes casos? Imaginem que vendem por menos 500€ por ter uma avaria e depois a pessoa rompe com o que foi combinado e vai queixar-se que está avariado?

  4. #154
    Piloto Lendário Obtuso's Avatar
    Data de Registo
    Jun 2005
    Localização
    Na 47ª cidade mais alta de Portugal
    Posts
    58,644

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por HugoMJet Ver Post
    Negativo.
    Por acaso o que em tempos analisei não era o diploma com as alterações de 2008. Todavia:

    Lê o art. 4º n.º1, bem como o art. 5º-A n.º 2.

    Se o carro está com problemas, sem que a nova proprietária o soubesse, comunica (também) por carta registada dentro de 2 meses e tem direito à reparação nos tais 30 dias. Até pode resolver (cessar) o contrato pelo valor ligeiramente inferior ao da aquisição!
    A venda implica garantia legal. A garantia voluntária é outra coisa...
    É o que me parece.
    A mim o que me parece é que o carro estava no stand à consignação, logo a garantia deve cair por terra.

  5. #155
    Banido
    Data de Registo
    Feb 2014
    Posts
    236

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por lusero Ver Post
    Boa tarde, finalmente comprei o meu primeiro carro.

    Ora é um fiat punto 1.2
    Fui ver o carro levei um amigo que percebia de mecanica, fizemos test drive e tud ok. O carro não deitou fumo nada que aponta-se que o carro teria algum problema cronico.
    Fui busca-lo ontem, tratei do seguro, mudança de nome e tudo estava ok Finalmente ia deixar os autocarros e poder trabalhar com o carro.
    Ora qual é a minha surpresa quando ao trazer o carro para casa vejo que tenho o pedar da embeagem fica preso e não sobe, que o carro tava a "engasgar-se" e a deitar um fumo branco.
    Pensei que seria algo que ia resolver com o tempo pois por tar parado algum tempo o carro poderia estar um pouco "preso"

    Fui leva-lo para o mecanico hoje, até porque queria mudar oleos e filtros para estar tudo ok e não me chatiar mais, qual é a minha surpresa quando o mecanico liga-me para ir falar com ele.

    Ora o cenario não é dos melhores:
    - o problema esta no motor, de duas uma, ou compramos motor na sucata , trocamos e rezamos que esteja em condições, ou fazemos a reparação deste. Ambos os cenarios têm um orçamente de +/- 600€.

    Caiu-me tudo!
    Liguei para o stand que me disse para levar la o carro para arranjar, ou ver a melhor forma de resolver a situação.
    Eu pergunto caso o stand peça que eu pague a reparação, ou se negue a faze-la, onde posso dirigir-me para reclamar? O que fariam na minha situação?

    Porfavor dêm-me umas luzes, estou mesmo desesperada

    Obrigada
    Olá.

    Entrei no teu tópico por acaso e consegui ler todas as mensagens dele numa viagem de autocarro. Não sei porquê, mas cheira-me muito que houve troca de peças entre o carro que experimentaste e o carro que levaste.

    Antes de mais, deves verificar se o nr. do Chassis (em português: quadro) bate certo o do carro com o daquele Documento único que agora concentra os dois antigos Livrete (características técnicas) e Registo de Propriedade (a prova de quem é o dono do carro).

    Ainda pensei que se for o nr. do motor estivesse nesse documento mas não está. Talvez devesses escrever uma carta ao importador da Fiat sobre o assunto, referindo o nr. do chassis e pedindo-lhes o nr. do motor e da embraiagem correspondentes.

    É pena eu só ter visto agora, podia ter-te dito o que disse a tempo. Nunca mais deste notícias. Como é que isso ficou?


  6. #156
    Piloto de Testes ppais's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2003
    Localização
    Lisboa, Portugal.
    Posts
    3,548

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Obtuso Ver Post
    A mim o que me parece é que o carro estava no stand à consignação, logo a garantia deve cair por terra.
    Não diria isso. Obviamente dificulta o tema, mas parece-me bastante claro que isso é apenas uma forma encapotada de venda pelo stand. Um contrato/negócio vale pela sua substância e não pela sua forma... ou seja, vale o que efectivamente se passa e não o que é aparentado pelos papéis. Se o carro estava à venda num stand, se contactaste com o vendedor do stand etc etc, então a venda é do stand com as implicações associadas. Se não fosse assim seria fácil fugir à lei. Claro que dificulta o tema porque tens de provar tudo isto, mas que é assim não tenho dúvidas.

    Em suma:
    1 - Nenhum stand pode vender sem garantia nem que assines sobre a campa da tua mãe que abdicas dela
    2 - O stand tem obrigação de reparar, devolver o valor ou um bem equivalente
    3 - Caso o stand não queira assumir esta obrigação, a entidade a consultar é o centro de arbitragem automóvel que saberá dar o andamento legal
    4 - Para lição de futuro há que pensar 30.000 vezes em sequer aceitar quem vende carros "sem garantia" e obriga a assinar papéis desse facto. Parece-me no mínimo suspeito e incompetente de um profissional da área que não conhece a legislação e no limite má fé e burla deliberada.

Página 6 de 6 PrimeiraPrimeira ... 56

Regras de Colocação

  • Não pode criar tópicos
  • Não pode responder
  • Não pode colocar anexos
  • Não pode editar os seus posts
  •