[Mercado] O crédito automóvel voltou em força ! - Página 2

Página 2 de 5 PrimeiraPrimeira 123 ... ÚltimaÚltima
A mostrar resultados 31 para 60 de 127
Like Tree85Likes

Título: O crédito automóvel voltou em força !

  1. #31
    Piloto Veterano Gmigas's Avatar
    Data de Registo
    Oct 2006
    Localização
    Bruxelas
    Posts
    20,812

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por ppais Ver Post
    Para a locadora. No renting não estás a comprar um carro, estás a alugar. Tem a vantagem de usufruires do carro com todos os custos conhecidos à cabeça (impostos, manutenção, etc etc). Se quiseres utilizar o carro e não ser proprietário, não vejo porque não seja boa opção.

    Obviamente que a comparação não é a mesma coisa, mas tanto comprar casa como arrendar são boas opções dependendo do que pretendes e perspectivas que tens para o futuro.
    Mas no fundo não é isso que todos fazemos? Todos compramos carro para o utilizar.

    O meu pai tem uma máxima que de vez em quando diz: "Quanto menos coisas tivermos, melhor". E eu começo a concordar com ele.

    Eu vivo numa casa alugada (partilhada com um familiar), e a dose de chatices anda perto de zero. IMI e afins, empregada de limpeza, manutenção da casa, pinturas de paredes, electrodomésticos avariados, etc, etc é tudo a cargo do senhorio. Eu só tenho de me preocupar quando estrago alguma coisa. Simplesmente ao fim do mês voam uns quantos € de renda, mas o meu senhorio até lâmpadas troca (sem eu pedir). Ah, e é tudo dele, não tive de comprar nada de mobílias, nem sequer cortinados ou carpetes. Simplesmente quando cheguei à casa dei uma boa limpeza, em conjunto com a empregada, e trouxe aqueles bens que são pessoais (toalhas, roupa de cama, etc).

    Com os carros começo a pensar da mesma maneira... É mais caro é? Mas no fundo, será que não compensa? Compramos os carros, ao fim de 4 anos está-se farto, etc... Eu pelo menos acho extremamente aborrecido andar com o mesmo carro 10 anos...
    Última edição por Gmigas : 06-03-15 às 17:36:58
    eu, ClioIIIRS, JoelM and 2 others like this.


  2. #32
    Piloto de Testes Mach3's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2007
    Localização
    Entre Melgaço e Sagres
    Posts
    3,847

    Por Defeito

    Boas,


    No Renting tem de se ter em atenção os danos q o carro possa sofrer como risco e assim, q no fim do contrato poderão e são quase sempre imputados ao cliente!

  3. #33
    Chefe de Equipa TerranoII's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2005
    Localização
    Aveiro
    Posts
    29,617

    Por Defeito

    O que o Gmigas diz faz sentido e pode não ser a melhor solução mas é uma solução e aos poucos começa a fazer-se luz na cabeça do pessoal.
    A questão aqui da posse é que estraga tudo pois isso faz confusão na cabeça da maioria... "o carro é meu e depois não sei quê e faço o que quiser e isto e aquilo... e é meu e isto e aquilo..."
    Mentalmente ainda não estamos formatados para aceitar uma coisa destas.
    Gmigas gosta disto.

  4. #34
    Chefe de Equipa TerranoII's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2005
    Localização
    Aveiro
    Posts
    29,617

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Mach3 Ver Post
    Boas,


    No Renting tem de se ter em atenção os danos q o carro possa sofrer como risco e assim, q no fim do contrato poderão e são quase sempre imputados ao cliente!
    E se o comprares tu não é a mesma coisa ?

  5. #35
    Piloto de Testes Mach3's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2007
    Localização
    Entre Melgaço e Sagres
    Posts
    3,847

    Por Defeito

    Além de por ex. em renting por ex. para um Punto Evo a mensalidade mais baixa é de 329,37€ o que em 4 anos dá cerca de 15800€, ora mesmo com manutenção e seguros, iuc e afins, tendo em conta q ele novo já se compra por ~12000€, não acho os valores nada competitivos.


  6. #36
    Piloto de Testes Mach3's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2007
    Localização
    Entre Melgaço e Sagres
    Posts
    3,847

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por TerranoII Ver Post
    E se o comprares tu não é a mesma coisa ?

    Não, não é pq não és obrigado a pagar pelso riscos, a não ser que os queiras mandar arranjar, no renting pagas o que eles entendem!

  7. #37
    Chefe de Equipa TerranoII's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2005
    Localização
    Aveiro
    Posts
    29,617

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Mach3 Ver Post
    Não, não é pq não és obrigado a pagar pelso riscos, a não ser que os queiras mandar arranjar, no renting pagas o que eles entendem!
    Como eu disse não é a solução perfeita mas o mesmo se aplica a andar com um carro em más condições ou amassado a meu ver.

  8. #38
    Piloto de Testes Mach3's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2007
    Localização
    Entre Melgaço e Sagres
    Posts
    3,847

    Por Defeito

    Ninguém falou disso, mas mesmo que falasse há questões estéticas que nada interferem com o bom funcionamento do carro, Riscos, quincadelas, etc, e essas ficam ao nosso critério de arranjar ou não, já no fim do renting, com o recondicionamento obrigatório, pumba...lá pagamos nós e pela tabela deles>!

  9. #39
    Chefe de Equipa TerranoII's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2005
    Localização
    Aveiro
    Posts
    29,617

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Mach3 Ver Post
    Ninguém falou disso, mas mesmo que falasse há questões estéticas que nada interferem com o bom funcionamento do carro, Riscos, quincadelas, etc, e essas ficam ao nosso critério de arranjar ou não, já no fim do renting, com o recondicionamento obrigatório, pumba...lá pagamos nós e pela tabela deles>!
    O valor que colocaste é para fazer 20.000kms por ano.
    Tu fazes isso ? É que se for menos influencia o valor.

  10. #40
    Piloto de Testes Mach3's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2007
    Localização
    Entre Melgaço e Sagres
    Posts
    3,847

    Por Defeito

    Este ano vou fazer cerca de 18k/19K - de inspeção a inspeção.

    depende se fizer alguma viagem ou não!
    Última edição por Mach3 : 06-03-15 às 18:07:20

  11. #41
    Chefe de Equipa TerranoII's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2005
    Localização
    Aveiro
    Posts
    29,617

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Mach3 Ver Post
    Este ano vou fazer cerca de 18k/19K - de inspeção a inspeção.

    depende se fizer alguma viagem ou não!
    Seja como for não deves comprar um Punto Evo novo por menos de 14/15 k€ e não 12 k€.
    Esta solução não é para se ganhar dinheiro, mas sim outra forma de o utilizar com um resultado final não muito longe daquele se a viatura fosse tua.
    Não existem soluções milagrosas
    carloscraveira gosta disto.

  12. #42
    Piloto de Testes Mach3's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2007
    Localização
    Entre Melgaço e Sagres
    Posts
    3,847

    Por Defeito

    Compras por pouco mais de 12000€, foi o valor que me deram.

    Além destas questões existem outras, no meu local de trabalho temos algumas viaturas de renting, viaturas essas que rodam por quem precisa (não há viaturas afetas a ninguém), e numa das vezes que me calhou uma dessas, a mesma acendeu uma luz que indicava como causa possível o Filtro de gasóleo, tentei decantar e não resolveu, lá me dirigi ao concessionário oficial mais próximo, tendo eles tido a necessidade de contactar a tal empresa, a resposta foi...ah a viatura fez revisão há 5000 km, por isso vamos admitir excecionalmente, mas da próxima diga ao sr (a mim) que ele paga do bolso dele.

    Ora nós aqui somos umas largas dezenas de pessoas a andar com as viaturas, eu respondi à sra do concessionário que estava ao telefone com a empresa de renting, olhe diga à sra. que somos muitos a andar com os carros, por isso até pode levar um filtro por dia, que garantidamente eu não vou pagar nenhum!

  13. #43
    Piloto de Testes ppais's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2003
    Localização
    Lisboa, Portugal.
    Posts
    3,433

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Gmigas Ver Post
    Mas no fundo não é isso que todos fazemos? Todos compramos carro para o utilizar.
    (...)
    Eu pelo menos acho extremamente aborrecido andar com o mesmo carro 10 anos...
    É como tu dizes. Tu achas extremamente aborrecido andar com o mesmo carro 10 anos. Outras pessoas podem ter uma visão diferente. Para essas pessoas o renting não é boa solução.

    Para quem quer usufruir do carro enquanto seu (p.ex. montar um suporte fixo para o GPS, mudar o rádio, andar com o cão lá dentro sem se preocupar com os estragos, etc etc) o renting é má opção. Para quem quer usar o carro sendo que terá de devolvê-lo nas condições em que o recebeu e com o custo associado a isso então tudo bem.

    São diferentes formas de ver o uso de um carro e não há certo ou errado. Há sim é que conhecê-las e ver os seus benefícios e desvantagens
    Mach3 gosta disto.

  14. #44
    Piloto de Troféu JN1984's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2014
    Localização
    Aqui,ali e acolá
    Posts
    6,467

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por ppais Ver Post
    Para a locadora. No renting não estás a comprar um carro, estás a alugar. Tem a vantagem de usufruires do carro com todos os custos conhecidos à cabeça (impostos, manutenção, etc etc). Se quiseres utilizar o carro e não ser proprietário, não vejo porque não seja boa opção.

    Obviamente que a comparação não é a mesma coisa, mas tanto comprar casa como arrendar são boas opções dependendo do que pretendes e perspectivas que tens para o futuro.
    Só digo uma coisa: Pff tenham atenção aos danos e desvio de Kms contratados.

    Os rentings são bons negócios, especialmente para grandes frotas, onde a gestão das empresas de renting são top!

    Temos é que ler todo clausulado do contrato e entregar os carros nos termos contratualmente previstos: Riscos, amolgadelas, vidros partidos, estofos descosidos são tudo danos.


    You´ve been warned

    Última edição por JN1984 : 06-03-15 às 18:58:43

  15. #45
    Piloto de Rallye Eagle88's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2007
    Localização
    VNF
    Posts
    10,232

    Por Defeito

    Alguém falou em crédito a 120 meses? Já faltou mais...

  16. #46
    Piloto de Kart
    Data de Registo
    Jan 2015
    Posts
    162

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Zedobone Ver Post
    Mesmo para particulares?
    No final das "prestações" o carro fica para quem?
    Depende de como abordas a questão.

    Pagar a crédito o que quer que seja é um custo adicional. Estás a pagar para ter dinheiro, ou aquilo que podes comprar com ele. Nessa perspectiva, fica sempre mais barato pagar a pronto. Mesmo com os descontos e as campanhas, mesmo com taxas baixas e com eles cheios de vontade de impingir créditos. Contas feitas, as excepções a esta regra são tão poucas que devemos sempre ver com muito cepticismo qualquer história de que um crédito "compensou" (no sentido de se ter poupado dinheiro).

    Aluguer do que quer que seja é outra filosofia. Estás assumidamente a pagar mais, mas em contrapartida tens um serviço. Num carro tens um tipo que é gestor de frota e (espera-se) sabe da poda, que vai arranjar o melhor preço, fazer as contas à desvalorização, arranjar um seguro decente, tratar dum plano de manutenção programada, tratar de burocracia, etc. Tudo isso se paga, mas tudo isso é do interesse dele também. Quanto melhor ele fizer essas coisas, mais competitivo é o preço que te dá a ti, e mais lucro tem.

    Em contrapartida um banco que te empresta dinheiro está-se nas tintas para ti e para o carro, desde que pages. O único objectivo do negócio é ter umas condições que te pareçam minimamente aceitáveis, para tu te meteres no crédito.

  17. #47
    Piloto Lendário EscapeLivre's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2012
    Localização
    "Às vezes é no meio do silêncio que descubro as palavras por dizer"
    Posts
    31,120

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por NMiguel Ver Post
    Conheço casos pré-crise/crise/ e "pós"-crise...

    É de lamentar a falta de cultura financeira, pois a dada altura e da forma como apresentam o peixe até parece pouco dinheiro.
    Mas para quem em 10 anos de trabalho não juntou para comprar algo de 20/25 mil € e vê no crédito uma solução para poder comprar em 5 anos... Algo vai correr mal e muito cintos se vão apertar. A dada altura o carro novo deixou de dar gozo, para se transformar em pesadelo.

    Não quero com isto generalizar, e os créditos são bons instrumentos, e devem ser usados. Ainda por cima com as taxas baixas que começam a oferecer.

    Apenas não concordo com a agressividade e falta de respeito na apresentação dos mesmos que levam os mais "impulsivos" a cometer erros e a condicionar a vida devido a isso.

    Obviamente que cada um faz o que quer... Ninguem obriga a nada... Mas...A dada altura parece tão fácil...
    Pois, a publicidade dos emprestimos dos bancos, stands, etc pode dar " a volta " à cabeça de muita gente.

    Mas sinceramente espero que esta crise tenha servido para ensinar lições a muita gente, para que não voltem a cometer os mesmos erros para o seu proprio bem. Espero que as pessoas finalmente percebam que o mais importante é dormir descansado, e não estar sempre em cima da corda num equilibrio quase impossivel de creditos para pagar. Claro que cada um sabe de si e cada caso é um caso, e ninguem é livre de ter azar, mas percebem o que quero dizer ....

    Conheço tanta gente que mesmo chegando ao fim do mês praticamente sem dinheiro, continuam com telemoveis de topo, carros recentes, portáteis xpto, etc etc.....e passam a vida a lamentarem-se, não os critico, apenas não os percebo.

  18. #48
    Piloto Veterano Gmigas's Avatar
    Data de Registo
    Oct 2006
    Localização
    Bruxelas
    Posts
    20,812

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por TerranoII Ver Post
    O que o Gmigas diz faz sentido e pode não ser a melhor solução mas é uma solução e aos poucos começa a fazer-se luz na cabeça do pessoal.
    A questão aqui da posse é que estraga tudo pois isso faz confusão na cabeça da maioria... "o carro é meu e depois não sei quê e faço o que quiser e isto e aquilo... e é meu e isto e aquilo..."
    Mentalmente ainda não estamos formatados para aceitar uma coisa destas.
    Temos de deixar de ser tão possessivos. Concordo contigo no geral.

    Citação Originalmente Colocado por Mach3 Ver Post
    Além de por ex. em renting por ex. para um Punto Evo a mensalidade mais baixa é de 329,37€ o que em 4 anos dá cerca de 15800€, ora mesmo com manutenção e seguros, iuc e afins, tendo em conta q ele novo já se compra por ~12000€, não acho os valores nada competitivos.
    Isso é claramente um péssimo exemplo de carro que não se deve comprar a Renting, ALD, leasing, whatever.
    Para comprar em Renting não é propriamente uma escolha de catálogo, há modelos e modelos... Lembro-me há uns anos (em 2010, mais ano, menos ano), o meu pai ter tido em mãos uma proposta de renting de uma 308 SW 1.6 HDi 110cv Executive ou Sport (não me lembro, mas tinha todo o equipamento necessário na altura e mais um par de botas), o valor eram 340€ ou 360€, não me lembro ao certo, para 4 anos, 80 mil kms, tinha a manutenção, a garantia, o seguro com tudo incluído, e mais quatro jogos de pneus, basicamente era só meter combustível e pagar portagens, tudo o resto estava incluído. Isto é um mau negócio? Quanto a mim parece-me que não. Falamos de um carro que PVP ronda os 26k/28k.
    A locadora não me lembro, mas acho que era uma simulação qualquer do Millennium BCP.

    Lembro-me que a Peugeot Renting aqui há uns anos tbm teve umas promoções parecidas para as 307.

    Resumindo, comprar a renting é saber escolher. Aposto que por pouco mais que a mensalidade desse Punto Evo, arranjas um 116d para aí.

    Citação Originalmente Colocado por Duster Ver Post
    Depende de como abordas a questão.

    Pagar a crédito o que quer que seja é um custo adicional. Estás a pagar para ter dinheiro, ou aquilo que podes comprar com ele. Nessa perspectiva, fica sempre mais barato pagar a pronto. Mesmo com os descontos e as campanhas, mesmo com taxas baixas e com eles cheios de vontade de impingir créditos. Contas feitas, as excepções a esta regra são tão poucas que devemos sempre ver com muito cepticismo qualquer história de que um crédito "compensou" (no sentido de se ter poupado dinheiro).

    Em contrapartida um banco que te empresta dinheiro está-se nas tintas para ti e para o carro, desde que pages. O único objectivo do negócio é ter umas condições que te pareçam minimamente aceitáveis, para tu te meteres no crédito.
    Hum hum, imagina tens 30k€, podes ir pela opção de contrair um crédito para obter essa quantia, com um juro de 3,5% (eles andem aí...), tens o carro e a guita no banco num DP ou noutra aplicação a render 5%, para alguma situação anómala, ou então estouras tudo e ficas sem a guita, sem os juros do DP e com o carro...

    Deixem de ser velhos do restelo por favor.
    TerranoII, Obtuso and B747 like this.

  19. #49
    Piloto de Kart
    Data de Registo
    Jan 2015
    Posts
    162

    Por Defeito

    Epá, poupa-me.

    Tou farto de gramar com ofertas de crédito em que os juros são isto e aquilo. A minha resposta é sempre: arranjem-me um depósito com metade desses juros e eu arranjo a guita de dois carros para por de lado.

    Quando pegas na TAEG e somas o extra que ficas a pagar por seguros contra perdas de rendimentos e seguros contra todos em seguradoras caras que não podes escolher, é sempre um óptimo negócio.

    Se queres mesmo dar esse exemplo e fazê-lo passar por realista faltam-te 2 coisas.

    Arranja-me um DP a 4 anos que dê 5% num banco que não vá falir amanhã e posta aí para a malta ver. Se é porque agora as taxas estão más, arranja um a 6 anos feito há 2 com essas taxas. Se não é um DP garantido, se são fundos onde podes perder a guita toda, assume isso e não fales em DPs (que é para depois não aparecer aí malta a chorar os 30k€ de toda uma vida que perderam com os teus conselhos em obrigações do GES).

    Depois arranja também um crédito automóvel em que a TAEG é isso e posta as letrinhas pequeninas todas. Se for um modelo popular ainda tento ver na netcar quanto me fazem o preço dum igual se pagar a pronto.

    Eu não disse que nunca compensa. Disse que é tão raro compensar que é preciso ser muito céptico e fazer todas as contas. Vir falar de míticos DPs a 5% com créditos a 3.5% (que são duas coisas que nunca acontecem ao mesmo tempo) é um argumento mesmo fraquinho para me chamar velho do restelo. Quando os DPs tavam perto disso os carros tavam a 9 e 10% e a Cofidis era a única a fazê-los.

    E quanto ao estourar o dinheiro todo num carro, é uma questão de regras. Só o faria se precisasse mesmo do carro obviamente. Ainda assim prefiro esticar-me e gastar "dinheiro da reforma" e fazer um crédito comigo mesmo. Numa situação anómala peço o crédito nessa altura, não andei anos a pagar juros quando tinha o dinheiro. No fim compensa mais que um crédito, a não ser que os teus míticos DPs com juros acima do crédito existam. Ou não me estico e compro o que posso comprar, seja um Dacia ou um charuto.

    Comparar taxas de fundos e "outras aplicações" com créditos não é razoável. Um crédito tem que ser pago com juros mesmo em situação de falência pessoal. Não se compara isso com uma cena em que o próprio capital tá em risco. Se não também era bom negócio investir na bolsa a crédito (pode acontecer, mas não se recomenda a ninguém).
    Última edição por Duster : 07-03-15 às 08:03:35

  20. #50
    Piloto de Fórmula 1 TILT's Avatar
    Data de Registo
    Mar 2007
    Posts
    15,053

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por TerranoII Ver Post
    Carros a crédito? Renting pode ser uma boa opção.
    Não estou comprador, mas ainda esta semana andei a pesquisar um pouco mais sobre isso e cada vez mais acho uma das melhores opções.

    Não será a última Coca-Cola do deserto mas parece-me uma opção muito válida.
    TerranoII e ClioIIIRS gostam disto.

  21. #51
    Piloto de Fórmula 1 ClioIIIRS's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2008
    Localização
    Portugal
    Posts
    15,260

    Por Defeito

    Na minha opinião se quem estiver comprador cumprir estas premissas:

    - Estar comprador de carro novo.

    - Fazer uma quilometragem acima da média (20k a 25k km por exemplo).

    - Fartar-se de carro rapidamente.


    então o renting mesmo a título pessoal pode ser bastante vantajoso.

    Não digo que seja sempre boa opção (longe disso), mas é uma boa solução para quem não se quer chatear com as n chatisses de ser proprietário.


    Façam umas contas ao que se perde comprando novo e entregando à retoma e somando revisões, IUC, seguro (incluindo tudo o que estes seguros costumam incluir!), pneus etc. e vão ver que facilmente o renting compensa.

    Ah e estou a falar de contas para quem compra um carro novo a pronto, porque se somarmos o fator comprar a crédito (e quanto mais anos pior..., sei de quem tenha feito a 10 anos ) as coisas pioram ainda mais para quem compra a título particular.

    E por favor não me venham com a tanga do 0% de juros porque quando aplicam esta campanha o valor de carro some uns bons milhares, o que no fundo é o juro. E se fizerem as contas vão ver que nunca é menos de 10% de juro. O que não sendo muito mau, está muito longe dos 10%.


    Eu pessoalmente não me importava nada de optar por esta via, é da maneira que não há chatisses, passados 4 anos trocas de carro, não tens de te chatear "porque só me dão x de retoma" etc. e tal.

    Ainda melhor se tivermos um negócio próprio, aí então é um no brainer.
    TerranoII, Gmigas and TILT like this.

  22. #52
    Piloto de Testes Militaogtc's Avatar
    Data de Registo
    Jun 2010
    Localização
    Algures no Ribatejo
    Posts
    2,869

    Por Defeito

    Sao boas opções para quem tiver a certeza que daqui a x anos vai continuar a ter liquidez para iniciar um novo contrato.

    Como já disseram arranjar DP com juros acima de 3% por ex a 3 anos já são utópicos. Logo do que me vale ter dinheiro e andar a pagar uma renda com juros de 4%?

    A minha filosofia continua a mesma, tenho dinheiro compro, não tenho , não compro!

    Assim sempre poupo durante 5 ou 6 anos se puder trocar dentro deste período em que o esforço para um novo sserá menor devido à retoma mais elevada
    BSIMOES gosta disto.

  23. #53
    Piloto Veterano Gmigas's Avatar
    Data de Registo
    Oct 2006
    Localização
    Bruxelas
    Posts
    20,812

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Duster Ver Post
    Epá, poupa-me.

    Tou farto de gramar com ofertas de crédito em que os juros são isto e aquilo. A minha resposta é sempre: arranjem-me um depósito com metade desses juros e eu arranjo a guita de dois carros para por de lado.

    Quando pegas na TAEG e somas o extra que ficas a pagar por seguros contra perdas de rendimentos e seguros contra todos em seguradoras caras que não podes escolher, é sempre um óptimo negócio.

    Se queres mesmo dar esse exemplo e fazê-lo passar por realista faltam-te 2 coisas.

    Arranja-me um DP a 4 anos que dê 5% num banco que não vá falir amanhã e posta aí para a malta ver. Se é porque agora as taxas estão más, arranja um a 6 anos feito há 2 com essas taxas. Se não é um DP garantido, se são fundos onde podes perder a guita toda, assume isso e não fales em DPs (que é para depois não aparecer aí malta a chorar os 30k€ de toda uma vida que perderam com os teus conselhos em obrigações do GES).

    Depois arranja também um crédito automóvel em que a TAEG é isso e posta as letrinhas pequeninas todas. Se for um modelo popular ainda tento ver na netcar quanto me fazem o preço dum igual se pagar a pronto.

    Eu não disse que nunca compensa. Disse que é tão raro compensar que é preciso ser muito céptico e fazer todas as contas. Vir falar de míticos DPs a 5% com créditos a 3.5% (que são duas coisas que nunca acontecem ao mesmo tempo) é um argumento mesmo fraquinho para me chamar velho do restelo. Quando os DPs tavam perto disso os carros tavam a 9 e 10% e a Cofidis era a única a fazê-los.

    E quanto ao estourar o dinheiro todo num carro, é uma questão de regras. Só o faria se precisasse mesmo do carro obviamente. Ainda assim prefiro esticar-me e gastar "dinheiro da reforma" e fazer um crédito comigo mesmo. Numa situação anómala peço o crédito nessa altura, não andei anos a pagar juros quando tinha o dinheiro. No fim compensa mais que um crédito, a não ser que os teus míticos DPs com juros acima do crédito existam. Ou não me estico e compro o que posso comprar, seja um Dacia ou um charuto.

    Comparar taxas de fundos e "outras aplicações" com créditos não é razoável. Um crédito tem que ser pago com juros mesmo em situação de falência pessoal. Não se compara isso com uma cena em que o próprio capital tá em risco. Se não também era bom negócio investir na bolsa a crédito (pode acontecer, mas não se recomenda a ninguém).
    Arranjar DP's e aplicações bancárias a render 5% a 4 anos obviamente que não é fácil para o comum cidadão, é quase utópico, mas foi um mero exemplo.

    Em relação aos créditos com juros abaixo dos 4% garanto-te que já os apanhei, disponíveis para quem quer, meti aí o exemplo de um colega meu, com um Volvo V40 que tem uma taxa de juro a rondar os 4%, sem letrinhas pequenas.

    Ah, e ainda te digo mais, já trabalhei para um conhecido banco Português, e digo-te uma coisa, conhecendo as vantagens de crédito lá dentro, para quem é colaborador da banca (e ainda devem ser uns bons milhares em PT), então é que não compensa mesmo comprar a PP... Mas também sobre isto não posso adiantar mais pormenores.

    Citação Originalmente Colocado por ClioIIIRS Ver Post
    Na minha opinião se quem estiver comprador cumprir estas premissas:

    - Estar comprador de carro novo.

    - Fazer uma quilometragem acima da média (20k a 25k km por exemplo).

    - Fartar-se de carro rapidamente.


    então o renting mesmo a título pessoal pode ser bastante vantajoso.

    Não digo que seja sempre boa opção (longe disso), mas é uma boa solução para quem não se quer chatear com as n chatisses de ser proprietário.


    Façam umas contas ao que se perde comprando novo e entregando à retoma e somando revisões, IUC, seguro (incluindo tudo o que estes seguros costumam incluir!), pneus etc. e vão ver que facilmente o renting compensa.

    Ah e estou a falar de contas para quem compra um carro novo a pronto, porque se somarmos o fator comprar a crédito (e quanto mais anos pior..., sei de quem tenha feito a 10 anos ) as coisas pioram ainda mais para quem compra a título particular.

    E por favor não me venham com a tanga do 0% de juros porque quando aplicam esta campanha o valor de carro some uns bons milhares, o que no fundo é o juro. E se fizerem as contas vão ver que nunca é menos de 10% de juro. O que não sendo muito mau, está muito longe dos 10%.


    Eu pessoalmente não me importava nada de optar por esta via, é da maneira que não há chatisses, passados 4 anos trocas de carro, não tens de te chatear "porque só me dão x de retoma" etc. e tal.

    Ainda melhor se tivermos um negócio próprio, aí então é um no brainer.
    Se nas casas já se começa a notar a mudança de mentalidades para o Aluguer, nos carros ainda temos um looongo caminho a percorrer, custa-se a mudar mentalidades neste país.

    Eu não consigo perceber a ideia de comprar carros novos a PP, isso então é que não me encaixava mesmo na cabeça, vou falar por mim, que não sou rico nem nada que se pareça, para juntar 30 mil € bem posso andar aí uns 5 ou 6 anos a juntar isso com algum esforço todos os meses, e depois de repente, por alma de não sei quem, vai-se ao concessionário e rebenta-se os 30 mil € num objecto, que, mal tenha matrícula, e meta as rodas fora do concessionário, vale logo menos 3 ou 4 mil € à cabeça. Ando com ele 5 ou 6 anos (novamente para juntar outra vez os 30 mil €), quando o vou entregar ao stand vale-me 6 mil €. Resumindo, acho que se entra num ciclo vicioso que esbanjamento de dinheiro que não faz sentido. Mas isto sou eu que se calhar penso demasiado à frente...

  24. #54
    Piloto de Kart
    Data de Registo
    Jan 2015
    Posts
    162

    Por Defeito

    Depende de como encaras a cena.

    O meu primeiro carro foi um citadino base daqueles que não é feito para durar. Veio para mim dos meus pais com 6 anos, durou outros 6. Só saiu da cidade pelas minhas mãos, mas à minha conta fez largas dezenas de milhares de kms e passou confortavelmente dos 100mil. O segundo herdei da namorada, agora mulher. Ficou como único carro dos dois. Chegou com 5 anos, vai-se agora com 15 e passou dos 300mil. O actual não é para durar menos de 10 anos ou 200mil km.

    Nessa perspectiva, pode compensar comprar novo. Tou a pagar 5, 15 ou 30k€ para ter uma coisa por 10 anos. Escolho a melhor relação qualidade/preço, que pode ser novo, semi ou usado. Sendo que um usado dá mais trabalho a comprar e trabalho para mim é um custo. Quando "vender", vale o que o sucateiro der por ele, porque vender bem também dá trabalho.

    Posto isto, tendo dinheiro, prefiro pagar a pronto. Como sempre encontrei carro para o dinheiro que tinha, óptimo. Esbanjaria certamente mais se me deixasse seduzir pelas facilidades de pagamento de carros 2x mais caros.

    Mas o renting é uma excelente alternativa, como disse acima. Porque aí não estou a pagar juros, estou a pagar um serviço: de compra, gestão, manutenção, revenda, etc. É uma filosofia completamente diferente. Não compensa monetariamente de certeza, se não não havia lucro. Mas eu não tenho nada contra o lucro dos outros se me prestarem um bom serviço que eu posso pagar.
    Última edição por Duster : 07-03-15 às 16:31:37
    Gmigas gosta disto.

  25. #55
    Piloto de Troféu
    Data de Registo
    Jun 2003
    Posts
    8,812

    Por Defeito

    Duster, subscrevo na íntegra o teu post.

    Em 2008 comprei carro novo, a pensar em mante-lo alguns anos (fiz um esforço e paguei-o a pronto). Neste momento o carro vai para 7 anos de idade, e as perspectivas é que fique por cá pelo menos outros 7. Moral da história - no meu caso pode ter compensado compra-lo novo.

    Em todo o caso, a próxima aquisição (talvez daqui a 3/4 anos) será um semi-novo, talvez com 1 ano de uso no máximo, com o objectivo de não perder aquela pancada da primeira grande desvalorização mantendo um carro que é praticamente novo.

  26. #56
    Piloto de Testes Mach3's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2007
    Localização
    Entre Melgaço e Sagres
    Posts
    3,847

    Por Defeito

    Eu como tenho um carro com 15 anos q comprei novo, não me vejo a pagar o mesmo feitas as contas, para poder trocar de carro de 4 em 4 anos, as variáveis são muitas, e o bom preço pelos serviços podem ir ao ar, caso alguém resolva riscar o carro, ou tenhamos o azar de danificar estofos ou assim.



    Pode ser uma boa opção para muitos, mas eu não obstante ter de recorrer a crédito, prefiro baixar o valor do carro a comprar, de modo a ter uma mensalidade baixa e durante o menor tempo possível, e não me agrada a ideia de estar sempre a pagar, por isso as minhas contas são do gênero, se demoro 4 anos a pagar um carro, ele tem de durar no mínimo 8.

  27. #57
    Piloto de Troféu RedHeart's Avatar
    Data de Registo
    May 2005
    Localização
    Braga
    Posts
    9,932

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por nogueiraribeiro Ver Post
    Duster, subscrevo na íntegra o teu post.

    Em 2008 comprei carro novo, a pensar em mante-lo alguns anos (fiz um esforço e paguei-o a pronto). Neste momento o carro vai para 7 anos de idade, e as perspectivas é que fique por cá pelo menos outros 7. Moral da história - no meu caso pode ter compensado compra-lo novo.

    Em todo o caso, a próxima aquisição (talvez daqui a 3/4 anos) será um semi-novo, talvez com 1 ano de uso no máximo, com o objectivo de não perder aquela pancada da primeira grande desvalorização mantendo um carro que é praticamente novo.
    Há 6 anos comprei um carro usado com a perspectiva de me durar 2 a 3 anos... ou ser despachado logo que desse algum problema um pouco maior (é de uma daquelas marcas que, supostamente, não conseguem fazer mais de 1000km sem dar montes de problemas). Neste momento a perspectiva é mantê-lo até ir para a sucata... ou ser despachado quando der algum problema dispendioso.

    Vinha de um carro novo de segmento mais baixo e que me deu bastantes problemas; comprar este usado - até mais ver - foi um negócio da china e um próximo carro que venha a comprar sê-lo-á da mesma maneira.

  28. #58
    eu
    eu está offline
    Piloto Veterano
    Data de Registo
    Feb 2003
    Localização
    , , .
    Posts
    20,093

    Por Defeito

    Comprando novo, usado, a crédito, em renting ou a pronto pagamento, um carro representa sempre uma despesa mensal que pode ser contabilizada (mesmo quando é pago a pronto).

    É uma questão de fazer esse cálculo e compará-lo com o valor que estamos dispostos a pagar por mês por uma viatura.

    O meu carro do dia, comprei-o novo em 1998 a pronto pagamento. Custou na altura cerca de 4000 contos, ou seja 20,000 euros. O seu custo mensal, em termos de custo de aquisição, pode ser calculado facilmente: (20,000 - 1,000 euros que vale atualmente) / (17 anos *12 meses) = 93 euros por mês.

    Isto são as contas apenas com a aquisição. Depois, obviamente, há que somar as despesas com combustíveis e manutenção.

    A questão chave é sempre: quanto é que estão dispostos a gastar mensalmente com o automóvel?
    Última edição por eu : 07-03-15 às 23:34:31
    ClioIIIRS gosta disto.

  29. #59
    Piloto de Testes
    Data de Registo
    Jul 2010
    Localização
    Alentejo
    Posts
    2,357

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Gmigas Ver Post
    Mas no fundo não é isso que todos fazemos? Todos compramos carro para o utilizar.

    O meu pai tem uma máxima que de vez em quando diz: "Quanto menos coisas tivermos, melhor". E eu começo a concordar com ele.

    Eu vivo numa casa alugada (partilhada com um familiar), e a dose de chatices anda perto de zero. IMI e afins, empregada de limpeza, manutenção da casa, pinturas de paredes, electrodomésticos avariados, etc, etc é tudo a cargo do senhorio. Eu só tenho de me preocupar quando estrago alguma coisa. Simplesmente ao fim do mês voam uns quantos € de renda, mas o meu senhorio até lâmpadas troca (sem eu pedir). Ah, e é tudo dele, não tive de comprar nada de mobílias, nem sequer cortinados ou carpetes. Simplesmente quando cheguei à casa dei uma boa limpeza, em conjunto com a empregada, e trouxe aqueles bens que são pessoais (toalhas, roupa de cama, etc).

    Com os carros começo a pensar da mesma maneira... É mais caro é? Mas no fundo, será que não compensa? Compramos os carros, ao fim de 4 anos está-se farto, etc... Eu pelo menos acho extremamente aborrecido andar com o mesmo carro 10 anos...

    Ando há 16 anos e 4 meses com o meu tractor de 3/1997! Só eu e o Champalimaud! Ao contrário dele que era riquíssimo eu sou paupérrimo!

  30. #60
    Piloto de Kart
    Data de Registo
    Jan 2015
    Posts
    162

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por nogueiraribeiro Ver Post
    Em todo o caso, a próxima aquisição (talvez daqui a 3/4 anos) será um semi-novo, talvez com 1 ano de uso no máximo, com o objectivo de não perder aquela pancada da primeira grande desvalorização mantendo um carro que é praticamente novo.
    Só não comprei semi-novo ou usado recente com garantia porque a gasolina não havia nada que se enquadrasse. Era dum semi-novo que andava à procura, mas neste país nem novos se vendem a gasolina quanto mais semi-novos (fora citadinos).

    Sem paciência para ficar à espera dum achado, acabei por ficar a baixo do orçamento com um novo. A alternativa ao Duster era uma Scénic na zerokm que era a única maneira de mandar vir uma a gasolina de França. Na Renault recusaram-se, o que me deixou extremamente confiante em relação à manutenção.
    Última edição por Duster : 08-03-15 às 00:41:47

Página 2 de 5 PrimeiraPrimeira 123 ... ÚltimaÚltima

Regras de Colocação

  • Não pode criar tópicos
  • Não pode responder
  • Não pode colocar anexos
  • Não pode editar os seus posts
  •