Será boa compra nos dias de hoje? Skoda Octavia 2.0 Rs

A mostrar resultados 1 para 6 de 6

Título: Será boa compra nos dias de hoje? Skoda Octavia 2.0 Rs

  1. #1
    Pedestre
    Data de Registo
    Jul 2016
    Posts
    4

    Por Defeito Será boa compra nos dias de hoje? Skoda Octavia 2.0 Rs

    Boa noite a todos e desde já quero expressar aqui o meu agradecimento a todos os que colaboram com este forum e que já muito útil foi para mim em varias ocasiões.

    Estou a escrever porque tenho uma duvida neste momento que gostaria de partilhar convosco e saber as vossas opiniões.

    É o seguinte, sou um feliz proprietário de uma Peugeot 307 SW 1.6 HDi 110 cv que já conta com uns belos 293.000 Km´s sem nunca ter surpresas amargas a nível do motor, sendo o único problema mais amargo que tive ter sido na caixa de velocidades (A 5ª velocidade saltava), mas com alguns € a caixa foi arranjada e já tem mais 100.000 km´s após este incidente e nunca mais tive problemas com a dita cuja.

    A nível de motor e apesar da quilometragem que já tem o mesmo apresenta-se de boa saúde, quando se carrega no acelerador ele continua com a mesma vivacidade de quando era mais novo, contudo o problema reflecte-se em alguns dos restantes componentes do carro e é por isso que vos quero apresentar aqui o meu caso e ouvir as vossa opiniões.

    Neste momento tenho um problema com o ar-condicionado bi-zona, problema esse que consiste em do lado do condutor o ar-condicionado não consegue rodar para temperaturas mais baixas devido a uma roda dentada de plástico que tem junto motor e que se encontra com os dentes moídos, o que origina que não transmite o trabalho realizado pelo motor paras as ampulhetas que rodam para quente e frio. Já fui consultar preços para a reparação do problema e para alem de terem de desmontar o tabelier o valor também ronda uns bons €, outro problema mas não tão grave é o comando a distancia que após uma queda da chave ao chão deixou de funcionar e nem mesmo na Peugeot o conseguiram por a trabalhar normalmente.

    Agora a questão essencial e que me esta a atormentar a cabeça é a seguinte. Apareceu-me recentemente uma carrinha que eu adoro à venda, trata-se de uma Skoda Octavia Break 2.0 tdi Rs 170cv, linda a serio adoro mesmo esta carrinha e passou-me logo pela cabeça troca-la pela minha Peugeot, mas depois invadiram-se em mim as duvidas, duvidas que eu quero pedir as vossas opiniões e que são as seguintes:

    Dado a quilometragem da Peugeot e do valor que os stand´s me oferecem valera a pena troca-la ou é preferível andar com ela ate ela não dar mais?
    Será lógico da minha parte, nos dias de hoje comprar um carro com uma cilindrada e cavalagem altas que levaram a consumos superiores?
    Será lógico eu trocar uma carrinha que eu tenho completamente noção de como ela está por uma de 2006 e com 180.000 kms?

    Fica aqui então o meu veredicto e fico a aguardar as vossas sabias respostas..

    Um bem haja a todos...


  2. #2
    Piloto de Testes
    Data de Registo
    Jul 2004
    Posts
    1,031

    Por Defeito

    Sai mais barato reparar a actual, por isso é mais racional. Agora se não te faz falta o dinheiro e gostas, força. Só tu é que sabes!

  3. #3
    Banido
    Data de Registo
    Apr 2016
    Posts
    5,759

    Por Defeito

    Tenho ideia que esse motor era o das cabeças rachadas e de injectores.

  4. #4
    Piloto de Testes
    Data de Registo
    May 2016
    Posts
    1,222

    Por Defeito

    Economicamente não é viável, agora tu é que sabes se psicologicamente é ou não.

  5. #5
    Piloto de Troféu 1975's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2011
    Posts
    5,818

    Por Defeito

    No teu lugar ficava com a 307 até cair de podre e como já foi mencionado a fiabilidade do 2.0 TDI é muito fraca, por isso é melhor estar quieto.

    Cumps


  6. #6
    Pedestre
    Data de Registo
    Jul 2016
    Posts
    4

    Por Defeito

    Exacto isso é dos tormentos que me esta a levar para decisão de não trocar, tenho lido muito sobre este motor desde que me vi envolvido na ideia da Skoda e tenho lido algumas coisas menos positivas.

    A questão maior aqui é a seguinte. A probabilidade de a Peugeot começar a dar problemas brevemente é relevante para alem de não falar em alguns componentes que mais alguns quilómetros terei de mudar novamente (Embraiagem por exemplo) e calho de gastar os € nesses componentes mais caros e a seguir tenho algum problema maior, seria € mal gasto. O problema é que é tudo probabilidade não certeza. Ate pode durar outros tantos quilómetros, dai por vezes ser evadido com estas duvidas de trocar ou não.

    Mas pelo que tenho lido se calhar esta carrinha que ando a "namorar" não será a melhor opção, se calhar vou é arranjar uma carga de trabalhos em vez de continuar com a tranquilidade que a Peugeot me tem dado.

    Cumps..

Regras de Colocação

  • Não pode criar tópicos
  • Não pode responder
  • Não pode colocar anexos
  • Não pode editar os seus posts
  •