JLR rompe acordo de fornecimento de motores Ford

A mostrar resultados 1 para 12 de 12

Título: JLR rompe acordo de fornecimento de motores Ford

  1. #1
    Piloto de Rallye
    Data de Registo
    May 2004
    Localização
    Zurique, Suica.
    Posts
    12,393

    Por Defeito JLR rompe acordo de fornecimento de motores Ford

    http://automonitor.pt/2017/09/29/nov...-motores-ford/

    A Jaguar Land Rover denunciou o acordo que assinou em 2008 para a utilização de motores Ford V6 e V8 produzidos na fábrica de Bridgend, no País de Gales, e anunciou que vai passar a produzir os seus próprios propulsores na sua fábrica de Wolverhampton, em Inglaterra (foto).


    A decisão implicará um investimento de cerca de 605 milhões de euros e poderá por em riscos os cerca de 750 postos de trabalho da unidade da Ford.
    A unidade de Wolverhampton foi alvo recente de um plano de expansão que implicou um investimento de 1000 milhões de euros e a transformou numa das mais avançadas fábricas de motores do Reino Unido. Em abril arrancou com a produção do motor 2.0 litros gasolina e alargou, entretanto, a sua oferta a propulsores mais potentes como o novo bloco gasolina 4 cilindros 2.0 litros de 300 cv da família Ingenium que equipa os Jaguar XE, XF e F-Pace.


  2. #2
    Pastis
    Guest

    Por Defeito

    eléctricos a fazer distúrbios na praça...

  3. #3
    Piloto de Testes
    Data de Registo
    Oct 2015
    Localização
    No centro do mundo
    Posts
    2,959

    Por Defeito

    vai sair bosta....parece-me!

    A ver vamos

  4. #4
    Piloto de Rallye SRLA's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2010
    Posts
    10,746

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Pastis Ver Post
    eléctricos a fazer distúrbios na praça...
    Porque decidiram fazer os seus próprios V6 e V8 a gasolina?

  5. #5
    Piloto de Rallye
    Data de Registo
    May 2004
    Localização
    Zurique, Suica.
    Posts
    12,393

    Por Defeito

    Em Ingles ha sempre mais detalhe:


    The future of Ford’s engine plant at Bridgend has been thrown into further uncertainty after Jaguar Land Rover cancelled a contract that accounts for a fifth of the site’s output.The Ford site currently makes small petrol engines for Ford’s cars as well as larger more powerful V6 and V8 engines for JLR, under a deal signed when Ford sold JLR to Tata Motors in 2008.

    But the Range Rover maker has told Ford that it will bring its engine production in-house shortly before the existing contract comes up for renewal in December 2020.Last year the plant made 145,000 JLR engines and 514,000 Ford engines.

    A Ford spokesman said:While we do not discuss the details of our contractual arrangements, we have informed our unions that Jaguar Land Rover intends to end our petrol engine supply arrangement slightly earlier than expected in late 2020.Given our long-established and successful relationship in the delivery of world-class engines, this is disappointing news for the Ford Bridgend Engine Plant.JLR said:In line with its contractual agreement established in 2008, Jaguar Land Rover has served the required three years notice to Ford Motor Company for the supply of the six and eight cylinder petrol engines from its Bridgend manufacturing plant.Ford has been, and remains an important strategic supplier to Jaguar Land Rover under an agreement which was negotiated to support our business until the end of the decade.The engine production is likely to move to Wolverhampton,

    JLR’s own £1bn engine plant that currently supports 1,400 jobs but is likely to take on more staff as its own workload increases.JLR has already given Ford notice it will take production of the diesel engines that Ford currently makes in its diesel plant in Dagenham in house from 2020 as well.Both decisions put further pressure on Ford’s facilities, which are already facing uncertainty after the US carmaker warned it may close underperforming sites to maintain profitability.Unions and politicians have also expressed concerns over the long term viability of the Bridgend site.

    A five year plan from Ford earlier this year forecast it would cut 1,100 jobs by 2020, leaving a workforce of 600 people.Some of these will come from a change in the type of Ford engine produced at the site from 2018.Rather than the 511,000 Sigma engines Ford currently produces each year, the site will only make 125,000 Dragon engines annually, it is estimated.Ford has already scaled back its new investment in the Bridgend site, with plans to spend £100m building the the new generation of engines, significantly less than the £181m originally expected.


  6. #6
    Pastis
    Guest

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por SRLA Ver Post
    Porque decidiram fazer os seus próprios V6 e V8 a gasolina?
    Isso é o que eles dizem para calar os sindicatos. Vais ver.

  7. #7
    Piloto de Rallye
    Data de Registo
    May 2004
    Localização
    Zurique, Suica.
    Posts
    12,393

    Por Defeito

    Basicamente o notice são 3 anos. Estamos em finais de 2017 e a JLR apenas informou que nao quer renovar em 2020.

    Ou seja a produção de motores vai passar a ser in house.

    Para mim é facil, a Tata anda a procura de outra marca para incluir no grupo JLR. Ja sabemos que vai ser 1 marca que produz motores in house.

  8. #8
    Piloto de Rallye
    Data de Registo
    May 2004
    Localização
    Zurique, Suica.
    Posts
    12,393

    Por Defeito

    V6 e V8...hmmm....Alfa Romeo ou Maserati? :D

  9. #9
    Piloto de Rallye SRLA's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2010
    Posts
    10,746

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Pastis Ver Post
    Isso é o que eles dizem para calar os sindicatos. Vais ver.
    O investimento de 1000 milhões na própria fábrica de motores também é para calar os sindicatos?

    A JRL tem vindo a renovar os seus motores que estavam ultrapassados face aos concorrentes alemães - os tais V6 e V8 ainda estão, o AJ8 é um projecto de 96!

    Por outro lado a fábrica de Bridgend infelizmente é "famosa" pela sua sustentabilidade questionável e isso já passou muitas vezes nas noticias.

  10. #10
    Piloto de Testes speedyssj3's Avatar
    Data de Registo
    Aug 2012
    Posts
    1,238

    Por Defeito

    e porque V? os ingenium, se bem me lembro e não confundo nada, vão até aos 6 cilindros em linha. portanto, o V6 podem esquece-lo, só sobram os V8. portanto, só têm de sacar um V8 duma cartola qualquer. ou desenvolvem, ou compram a outro gajo qualquer, ou até à Ford. O que quiseram é acabar com o contrato actual, não quer dizer que não façam outro doutra maneira.

  11. #11
    Piloto de Rallye
    Data de Registo
    May 2003
    Localização
    Tugalândia
    Posts
    13,778

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Superfast Ver Post
    Basicamente o notice são 3 anos. Estamos em finais de 2017 e a JLR apenas informou que nao quer renovar em 2020.

    Ou seja a produção de motores vai passar a ser in house.

    Para mim é facil, a Tata anda a procura de outra marca para incluir no grupo JLR. Ja sabemos que vai ser 1 marca que produz motores in house.
    Citação Originalmente Colocado por Superfast Ver Post
    V6 e V8...hmmm....Alfa Romeo ou Maserati? :D
    Má interpretação da notícia.
    O que isso diz é que a Jaguar vai passar a produzir pelos seus próprios meios esses motores (ou nem todos)

    Não tem nada a ver com a hipotética, e reforço hipotética, compra de uma marca de automóveis.

    Citação Originalmente Colocado por speedyssj3 Ver Post
    e porque V? os ingenium, se bem me lembro e não confundo nada, vão até aos 6 cilindros em linha. portanto, o V6 podem esquece-lo, só sobram os V8. portanto, só têm de sacar um V8 duma cartola qualquer. ou desenvolvem, ou compram a outro gajo qualquer, ou até à Ford. O que quiseram é acabar com o contrato actual, não quer dizer que não façam outro doutra maneira.
    Os Ingenium atualmente só têm 4 cilindros.
    Os Ingenium 6 cilindros já tinham sido anunciados e serão em linha, derivados dos de 4 cilindros. Substituirão o V6.
    Ou seja, a Jaguar segue a lógica modular que vemos na BMW para os seus motores de 3, 4 e 6 cilindros em linha.

    Quanto ao V8, não sei se estarão a preparar algum sucessor para o AJ-V8 atual que ainda é relativamente recente.

  12. #12
    Piloto de Testes speedyssj3's Avatar
    Data de Registo
    Aug 2012
    Posts
    1,238

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por crash Ver Post
    Má interpretação da notícia.
    O que isso diz é que a Jaguar vai passar a produzir pelos seus próprios meios esses motores (ou nem todos)

    Não tem nada a ver com a hipotética, e reforço hipotética, compra de uma marca de automóveis.

    Os Ingenium atualmente só têm 4 cilindros.
    Os Ingenium 6 cilindros já tinham sido anunciados e serão em linha, derivados dos de 4 cilindros. Substituirão o V6.
    Ou seja, a Jaguar segue a lógica modular que vemos na BMW para os seus motores de 3, 4 e 6 cilindros em linha.

    Quanto ao V8, não sei se estarão a preparar algum sucessor para o AJ-V8 atual que ainda é relativamente recente.
    pelo que me lembro de ler na altura, os ingenium são modulares e vão até aos 6 cilindros, tal como as arquitecturas modulares encontradas na BMW e Mercedes. Portanto, V6 vão desaparecer.

    quem sabe, não venha a haver ainda um segmento C da Jag (ou de outra marca que ja exista no grupo ou venha a existir) com motores 1.5 de 3 cilindros. posso estar a fazer a dizer baboseiras ou um completo disparate,mas tenho ideia que a JLR tem também os direitos da marca Rover. será assim tão descabido o renascimento desta marca? ainda se vêm alguns na estrada, se a jaguar se reinventou, não vejo porque não renascer a Rover. mas isto sou só eu a dizer disparates.

Regras de Colocação

  • Não pode criar tópicos
  • Não pode responder
  • Não pode colocar anexos
  • Não pode editar os seus posts
  •