Skoda Superb, motores a gasolina, fracos para tanto carro? - Página 2

Página 2 de 2 PrimeiraPrimeira 12
A mostrar resultados 31 para 41 de 41

Título: Skoda Superb, motores a gasolina, fracos para tanto carro?

  1. #31
    Piloto Lendário msantos's Avatar
    Data de Registo
    Oct 2006
    Localização
    , , Portugal.
    Posts
    31,336

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por oscarcc Ver Post
    Eu nao acho estranho a opcao gasoleo vs gasolina, eu acho estranho é andar a percorrer a europa numa carrinha que leva pouca carga, quando a função principal será carregar caixotes de vinho, em detrimento de um furgão.....

    Mas na realidade até sei o porquê dessa opção porque conhço quem ande no ramo aqui no UK e sei o motivo porque escolhem as pequenas sw..
    Agora fiquei curioso, explica lá essa do "contrabando" de vinho...


  2. #32
    Piloto de Rallye
    Data de Registo
    Jul 2009
    Posts
    10,717

    Por Defeito

    o que não deve faltar são pessoas que trabalham na área comercial e que se deslocam em veículos ligeiros para ir mostrar o produto.
    tratando-se de determinado produto, como vinhos, é perfeitamente normal que a área de trabalho seja mais alargada sobretudo se o objectivo for exportação, e precise de ir de carro por uma questão de comodidade.

    também não deve faltar quem faça transporte de "volume" de produto para venda sem precisar de um veículo de carga, como por exemplo os ourives

  3. #33
    Piloto de Troféu asjesus's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2010
    Localização
    Perto do Porto
    Posts
    8,796

    Por Defeito

    Para esse tipo de trabalho, a Superb break é mais que suficiente e mesmo com o motor 1.4 gasolina, na versão Style vem com DSG.

    Portanto será uma ótima companheira de viagem, confortável, espaçosa e com bastante equipamento.

    Se os consumos não são importantes, venha lá a gasolina. Em AE a 130-140, mesmo carregada com 10caixas de vinho, é mais que suficiente.

  4. #34
    Piloto de Troféu sgtscales's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2015
    Localização
    No sítio onde há gajas boas
    Posts
    7,941

    Por Defeito

    Com tecto de 60 mil, e se gostas tanto do Superb, ia para o 2.0 de 280cv, sem dúvida nenhuma. Não é que o 1.4TSI seja mau, muito pelo contrário (o "último" até tem ACT e desliga 2 cilindros quando não está em carga), mas o 2.0 tem quase o dobro da potência.

  5. #35
    Piloto de Troféu
    Data de Registo
    May 2009
    Posts
    5,545

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por brunomeleiro Ver Post
    o que não deve faltar são pessoas que trabalham na área comercial e que se deslocam em veículos ligeiros para ir mostrar o produto.
    tratando-se de determinado produto, como vinhos, é perfeitamente normal que a área de trabalho seja mais alargada sobretudo se o objectivo for exportação, e precise de ir de carro por uma questão de comodidade.

    também não deve faltar quem faça transporte de "volume" de produto para venda sem precisar de um veículo de carga, como por exemplo os ourives
    Tens razão, poderá haver múltiplas explicações para o uso de uma carrinha em detrimento de um furgão, as minhas sinceras desculpas ao visado pêlo possível levantamento de falsas suspeitas...


    Citação Originalmente Colocado por msantos Ver Post
    Agora fiquei curioso, explica lá essa do "contrabando" de vinho...

    Não gosto da palavra "contrabando", é muito forte!

    Mas , sim, existe um enorme mercado paralelo dos vinhos (e não só) no seio das comunidades portuguesas espalhadas por esse mundo fora.
    Para terem uma ideia, um caixote desses sai de portugal com um custo inferior a 3€ e é vendido em londres numa média de £12, ou seja 5x mais se contemplarmos o câmbio da moeda. Fora de londres o preço chega ás 15 libras.. Só assim compensa um carro ligeiro atravessar meia europa para transportar caixotes de vinho. As viagens são feitas de noite e em carros ligeiros para minimizar o risco de uma fiscalização. Mas não é só, o mercado é tão grande que também chegam de camião e de furgões.
    Sei disto dito pela boca dos próprios, não foi contado. Um deles já viu 2 carrinhas serem apreêndidas em Calais por ter atravessado demasiadas vezes..... mas continua no ramo, há muito dinheiro a ganhar.
    Outro, um dos maiores distribuidores que há por cá, tem 2 carrinhas sw e nunca anda sempre com a mesma para evitar ficar marcado, vende para tudo que é restaurantes portugueses, cafés, mini-mercados, particulares... numa manhã despacha o carregamento duma carrinha dessas.
    Última edição por oscarcc : 27-06-18 às 10:27:06


  6. #36
    Piloto de Fórmula 1 ESPRIT's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2006
    Localização
    Lisboa, , Portugal.
    Posts
    18,576

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por msantos Ver Post
    Será que escolher um carro a gasolina para quem anda maioritariamente por fora de Portugal será assim tão estranho? Na maior parte dos países o preço do gasóleo e da gasolina são muito parecidos, não há esta diferença de 20 cêntimos por litro que há em Portugal e depois com a limitação que começa a haver de entrar com carros a diesel em cidades dos outros países europeus se calhar até acaba por ser uma opção sensata para quem tem que usar o carro como "montra" e ir ter com os clientes...
    Os gastos que se tem com combustíveis no estrangeiro podem entrar em despesas para as empresas em Portugal, há benefícios com isso?

    Eu acho estranho é não querer um premium pois dependendo do perfil da empresa ter um bom carro até pode ser um bom "cartão de visita" para a empresa, fora o facto dos premiuns terem motores a gasolina muito interessantes e fazerem bons descontos para empresas.
    É estranho, e só pode ser justificável pelo facto de ser uma empresa "familiar", porque para chegar à europa central tem que atravessar dois países onde o Gasóleo é beneficiado e tem vantagens fiscais na sede da empresa.
    Muitas das limitações da entrada do Diesel são noticias de quem lê só o título, a maioria das cidades que anunciou limitações, tal como Lisboa, a limitação é feita por emissões e em quase todas as que apareceram nas noticias será a Euro6 que basicamente deixa todos os Diesel não recentes de fora.
    O ter que andar com amostras na mala, especialmente um tipo de amostra que não pode viajar em bagagem de mão é limitação, mas conheço quem noutro negócio tenha o mesmo problema e à muito que já arranjou solução.
    Os Premium são normalmente mais acessíveis em renting que qualquer outra opção, e gastar 60k€ em compra num carro para empresa não é nem perto uma opção racional. Mas quem tem o dinheiro pode fazer as opções quem bem entender.

  7. #37
    Piloto de Testes
    Data de Registo
    Mar 2017
    Posts
    1,172

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por oscarcc Ver Post
    Não gosto da palavra "contrabando", é muito forte!

    Mas , sim, existe um enorme mercado paralelo dos vinhos (e não só) no seio das comunidades portuguesas espalhadas por esse mundo fora.
    Isso é o pão nosso de cada dia... quem é de zonas com muita emigração conhece muito bem esse cenário.
    Na minha zona está tudo emigrado, sobretudo na Suiça, e é exatamente isso que se passa. Semanalmente.

  8. #38
    Piloto de Provas de Perícia PPinheiro's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2012
    Posts
    804

    Por Defeito

    A nova 508 SW com o conhecido motor turbo 1.6 encaixa que nem uma luva no perfil

  9. #39
    Piloto de Testes Accord7's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2005
    Posts
    4,303

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por NOSmeoVODAFONE Ver Post
    Os consumos é relativo, o que eu acho e admito estar errado, é manter por vezes 140/150 com a burra carregada e não ir em grande esforço de motor. São tiradas às vezes de 7 mil e tal kms - Portugal-Alemanha-Itália-Portugal
    Se assumirmos 7 mil kms em cada viagem dessas e que até só fazes uma por mês são 84.000 kms por ano. Mesmo que seja só uma viagem a cada 2 meses dá 42.000 kms. Estou apenas a considerar essas deslocações, como se não fosses fazer mais nenhuma...

    Em cada tirada dessas, 7 mil kms, num TDI atestarias umas 7 vezes. Num TSI talvez fique perto das 14. Para agravar dizes que por vezes andas apertado de tempo e circulas a 140/150, o que pode aumentar o número de abastecimentos que eu referi atrás.

    Compreendo que prefiras gasolina, eu também, mas com as informações que revelas o diesel parece-me ser a escolha indicada por boa margem.

  10. #40
    Piloto de Provas de Perícia Error0001's Avatar
    Data de Registo
    Mar 2018
    Localização
    kicking down sociopolitical siege mentality
    Posts
    540

    Por Defeito

    Por mim era um 3.0 com 6 cil minimo. Claro que o carro teria que ter ligação com conversor de corrente para poder usar a plotter e assim poder imprimir os rótulos falsos para as garrafas

    Mas isso sou a eu a sonhar que estou de férias e tenho demasiado tempo livre

  11. #41
    Piloto Lendário caditonuno's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2004
    Localização
    Drive like you were on fire!!!
    Posts
    71,575

    Por Defeito

    e atestar com vinho de garrafão ou de pacote, não há por aí nenhum que beba disso?

Página 2 de 2 PrimeiraPrimeira 12

Regras de Colocação

  • Não pode criar tópicos
  • Não pode responder
  • Não pode colocar anexos
  • Não pode editar os seus posts
  •