[Mercado] Mercado automóvel em 2009 teve o pior desempenho dos últimos 22 anos

Página 1 de 2 12 ÚltimaÚltima
A mostrar resultados 1 para 30 de 37

Título: Mercado automóvel em 2009 teve o pior desempenho dos últimos 22 anos

  1. #1
    Moderador MGomes's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2003
    Localização
    Ribatejo
    Posts
    21,712

    Por Defeito Mercado automóvel em 2009 teve o pior desempenho dos últimos 22 anos

    Vi hoje nos noticiários televisivos, e também no portal AH, a seguinte noticia:


    Mercado com pior desempenho dos últimos 22 anos

    O mercado de automóveis ligeiros de passageiros encerrou o ano de 2009 com 160.996 unidades comercializadas, o que equivale a um decréscimo de 24,6% face a 2008. De acordo com a Associação Automóvel de Portugal (ACAP), trata-se do valor mais baixo dos últimos 22 anos.

    Em Dezembro último, a venda de ligeiros de passageiros registou uma quebra de 17,9% relativamente ao mês homólogo de 2008, que corresponde a 17 369 unidades comercializadas.

    O panorama de quebra foi extensivo ao mercado dos veículos comerciais ligeiros e ao dos veículos pesados que registaram um decréscimo de 20,2% e 44,4%, respectivamente.
    in autohoje.com



    O que vos oferece dizer sobre esta noticia?

    São só os efeitos da crise?
    ou haverão outras razões para esta quebra, que relativamente a alguns anos se cifra em quase 50% de redução, visto ter havido anos em que as vendas andaram nas 300.000 unidades ?


  2. #2
    Piloto de Kart
    Data de Registo
    Jun 2009
    Posts
    243

    Por Defeito

    nem vamos imaginar a queda que vai ter agora em 2010 , eu que ia comprar carro nos primeiros meses já tive que suspender a ideia devido ao abate inexistente...

    Espero mesmo que eles decidam rapidamente as novas regras no que diz respeito ao abate automovel

  3. #3
    Piloto de Troféu
    Data de Registo
    Jun 2003
    Posts
    8,844

    Por Defeito

    Eu acho que há vários factores que contribuem para este resultado:
    - Crise
    - Elevadíssima carga fiscal
    - Consumismo descontrolado dos últimos anos
    - Poder de compra (resultante um pouco dos 2 primeiros aspectos)

    Os carros sempre foram exageradamente caros em Portugal. Não se compreende como é que um produto custa muito mais a um Português que a um Espanhol, por exemplo, enquanto um cidadão Português tem ordenados inferiores a Espanha.

    O governo quer um parque relativamente renovado em Portugal, e como tal abrange carros com 8 anos para o regime de abate. Mas estão a gozar? Nós já temos o poder de compra de um cidadão que troca regularmente de carro?

    A crise veio ajudar os Portugueses a dar valor ao dinheiro que ganham, isso ajuda implicitamente a ajustar as compras ao poder de compra (que, na realidade, é inferior àquele que aparentava ser até aqui), o sector tem-se adaptado também à situação, o governo continua na poltrona.

    Eu acredito, plenamente que, impostos mais reduzidos resolviam o problema. Era um parque automóvel melhor, o ramo melhorava, o mercado circulava. Da forma como as coisas estão, caminham para as falências e o único mercado que circula é do contribuinte para o estado (IUCs, selo, ISV, IVA...).

  4. #4
    Banido vsfce's Avatar
    Data de Registo
    Mar 2009
    Posts
    6,347

    Por Defeito

    Um desses é o meu.

    As razões são mais do que óbvias.
    A crise, o desemprego, a instabilidade financeira/laboral da maioria das famílias portugueses, a elevada carga fiscal, a subida da taxa de juro, o sobreendividamento, etc

    Tudo isto junto mais o medo que a comunicação social impinge todos os dias com notícias sobre o agravamento da crise fazem com que as pessoas pensem duas vezes antes de comprar um carro.

    Ao contrário do que aconteceu em anos anteriores no ano de 2009 o nível de poupança das famílias portuguesas aumentou logo o dinheiro que se calhar serviria para dar de entrada para a compra de um carro novo acabou por ir para uma poupança para prevenir o futuro.

    E então agora com o fim do incentivo ao abate é que a coisa ainda vai ficar mais preta.

  5. #5
    Moderador MGomes's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2003
    Localização
    Ribatejo
    Posts
    21,712

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por vsfce Ver Post
    ... E então agora com o fim do incentivo ao abate é que a coisa ainda vai ficar mais preta.
    Pois. Os entendidos dizem que os incentivos ao abate que ocorreram no ano de 2009 também ajudaram a vender um bom número de viaturas novas. Ou seja, sem isso os números seriam ainda mais negros. Não sei se com muita expressão ou não, mas seriam.
    Com a redução destes incentivos agora para 2010, as coisas não melhorarão com facilidade.


  6. #6
    Banido vsfce's Avatar
    Data de Registo
    Mar 2009
    Posts
    6,347

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por MGomes Ver Post
    Pois. Os entendidos dizem que os incentivos ao abate que ocorreram no ano de 2009 também ajudaram a vender um bom número de viaturas novas. Ou seja, sem isso os números seriam ainda mais negros. Não sei se com muita expressão ou não, mas seriam.
    Com a redução destes incentivos agora para 2010, as coisas não melhorarão com facilidade.
    E não sei até que ponto essa medida será novamente implementada. As contas públicas estão pela hora da morte e pelo que tem acontecido no passado os impostos/benefícios do sector automóvel tem sido os mais prejudicados em alturas de crise.

    Por um lado temos o fim do Iva sobre o ISV que vai reduzir o preço dos automóveis mas por outro lado o governo muito provavelmente vai aumentar o ISV para recuperar essa receita ou então vai acabar definitivamente com o incentivo ao abate.

    Teremos que aguardar pelo novo OE para ver o que vai acontecer, até lá só nos resta especular e "rezar" para que o sector automóvel não seja novamente prejudicado pela crise.

  7. #7
    bg2
    bg2 está online
    Piloto Veterano bg2's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2006
    Localização
    , , .
    Posts
    20,365

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por MGomes Ver Post
    Pois. Os entendidos dizem que os incentivos ao abate que ocorreram no ano de 2009 também ajudaram a vender um bom número de viaturas novas. Ou seja, sem isso os números seriam ainda mais negros. Não sei se com muita expressão ou não, mas seriam.
    Com a redução destes incentivos agora para 2010, as coisas não melhorarão com facilidade.

    de agosto até outubro os abates fizeram 30% das vendas

    em dezembro fizeram 40%

    cumprimentos

  8. #8
    Moderador MGomes's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2003
    Localização
    Ribatejo
    Posts
    21,712

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por bg2 Ver Post
    de agosto até outubro os abates fizeram 30% das vendas

    em dezembro fizeram 40%

    cumprimentos
    Não tinha ideia que a percentagem fosse tão significativa.

  9. #9
    Piloto de Testes
    Data de Registo
    Dec 2008
    Posts
    1,856

    Por Defeito

    Só 24,6% de queda???


    Bem, isto é fácil de explicar:

    A 1 de Janeiro de 2009 os impostos aos veículos importados aumentaram significativamente, reduzindo o número desses veículos.. que concorrem directamente com os novos

    Em Agosto foi reforçado o incentivo ao abate de veículos


    Se não, a queda teria sido bem maior

  10. #10
    Moderador MGomes's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2003
    Localização
    Ribatejo
    Posts
    21,712

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por ganancia Ver Post

    Bem, isto é fácil de explicar:

    A 1 de Janeiro de 2009 os impostos aos veículos importados aumentaram significativamente, reduzindo o número desses veículos.. que concorrem directamente com os novos
    Não percebi essa

  11. #11
    nto
    nto está offline
    Piloto Lendário nto's Avatar
    Data de Registo
    Aug 2005
    Localização
    Onde tu mais querias estar!!!
    Posts
    49,648

    Por Defeito

    Não admira. Não faltaram ao longo do ano de 2009 notícias sobre o fecho de alguns stand's e como é claro, em muito devido à falta de vendas que se sentiu no sector (crise que afectou esse sector, como muitos outros)

  12. #12
    Piloto de Testes Bansheefreak's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2008
    Localização
    Trondheim
    Posts
    1,778

    Por Defeito

    Baixem os impostos e tiram aquele selo novo que inventaram à uns tempos.

    Agora como isto esta aqui em PT não era de esperar outros resultados.

  13. #13
    Suspenso Alpiger's Avatar
    Data de Registo
    Jun 2004
    Localização
    Lisboa, Portugal
    Posts
    30,327

    Por Defeito

    Acho que alem da crise, o mercado voltou a retomar um pouco o seu ritmo normal e não os anos loucos do facilitismo da troca de carro.

    A crise leva as pessoas a perceber que o carro é um bem necessário mas um carro novo é um luxo que podem prescindir em detrimento de outras coisas bem mais importantes.

  14. #14
    Moderador MGomes's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2003
    Localização
    Ribatejo
    Posts
    21,712

    Por Defeito

    Curiosamente a Peugeot está agora com uma campanha publicitária em que diz que em 2010 vai manter os mesmos incentivos ao abate que tinha em 2009.

  15. #15
    Piloto de Kart luciosantos's Avatar
    Data de Registo
    Nov 2007
    Posts
    69

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por nogueiraribeiro Ver Post
    Eu acho que há vários factores que contribuem para este resultado:
    - Crise
    - Elevadíssima carga fiscal
    - Consumismo descontrolado dos últimos anos
    - Poder de compra (resultante um pouco dos 2 primeiros aspectos)

    Os carros sempre foram exageradamente caros em Portugal. Não se compreende como é que um produto custa muito mais a um Português que a um Espanhol, por exemplo, enquanto um cidadão Português tem ordenados inferiores a Espanha.

    O governo quer um parque relativamente renovado em Portugal, e como tal abrange carros com 8 anos para o regime de abate. Mas estão a gozar? Nós já temos o poder de compra de um cidadão que troca regularmente de carro?

    A crise veio ajudar os Portugueses a dar valor ao dinheiro que ganham, isso ajuda implicitamente a ajustar as compras ao poder de compra (que, na realidade, é inferior àquele que aparentava ser até aqui), o sector tem-se adaptado também à situação, o governo continua na poltrona.

    Eu acredito, plenamente que, impostos mais reduzidos resolviam o problema. Era um parque automóvel melhor, o ramo melhorava, o mercado circulava. Da forma como as coisas estão, caminham para as falências e o único mercado que circula é do contribuinte para o estado (IUCs, selo, ISV, IVA...).
    Concordo plenamente.

  16. #16
    Piloto de Kart
    Data de Registo
    Oct 2006
    Localização
    , , .
    Posts
    191

    Por Defeito

    A única explicação para mim é a roubalheira da carga fiscal!

    e não venham com a cantiga q no resto da Europa também é assim, porque então também queremos os mesmos ordenados e subsídios que eles têm!

    e as desculpas ambientais só servem é para roubar mais! Em vez de se baixarem consideravelmente os menos poluentes, faz-se o contrário, aumenta-se é ainda o custo dos mais poluentes! É a nossa falta de visão e a mentalidade tacanha!

    CAda vez aumentam mais os impostos e a receita é menor! Quando é que percebem que não é assim que se gera dinheiro e riqueza! Já para não falar dos custos indirectos, impostos sobre produtos petroliferos, portagens ,etc.

  17. #17
    Piloto de Testes
    Data de Registo
    Dec 2008
    Posts
    1,856

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por MGomes Ver Post
    Não percebi essa
    Em 2009 aumentaram os impostos sobre os veículos usados importados:

    No cálculo do imposto a pagar pela legalização dos mesmos, a dedução máxima deixou de ser 80% para veículos com mais de dez anos (sobre o valor da cilindrada + emissões)

    passando a ser:
    dedução maxima de 52% para veículos com idade superior a 5 anos e essa dedução é feita somente ao valor da cilindrada

    Deste modo importar e legalizar carros usados deixou de compensar na maioria dos casos.


    Ora agora, se esta porta se fecha, os portugueses passam a comprar os 207 e Clios de 22000-23000€ (carros novos em Portugal) em vez de carros de segmento superior mais antigos, o que se traduz no aumento das vendas de automóveis novos em Portugal, que amorteceu a queda das vendas


    PS: Safam-se os BMWs efficient dynamics, que continuam a compensar

    edit: E se antes, carros a diesel com FAP tinham uma bonificação de 500€ no ISV .. agora os que dispõem de Filtro de partículas têm uma bonificação de 0€ (Zero), sendo que os diesel sem FAP pagam 250€ extra (antes não pagavam nada).
    Esta situação creio que se verifica nos novos nacionais e nos usados importados
    Última edição por ganancia : 05-01-10 às 11:44:30 Razão: edit: FAP

  18. #18
    Piloto Veterano
    Data de Registo
    Mar 2004
    Localização
    Rio de Mouro, Lisboa, Portugal
    Posts
    24,657

    Por Defeito

    Os carros estão caros. AInda ontem vi pedirem 29.500 € por uma Mégane dCi 105... FOOOOOOOOOOOOOOO...................

    Os impostos que em Portugal incidem sobre esses objectos são elevados.

    O individamento é cada vez maior, as facilidades ao crédito já não são as mesmas de há uns tempos atrás.


    Mas verdade seja dita, se o mercado automóvel está tão mau, não é só pelo acima exposto.

    O problema é que o sector sempre viveu à sombra da bananeira não se preparando para tempos como este... Há stands em demasia, praticam-se valores de retoma completamente absurdos em prol de agarrar o cliente, não se cativa o cliente a visitar o pós venda com regularidade, etc etc...

  19. #19
    Banido catalao's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2004
    Localização
    Na Patonga, à esquerda do Chiripiripipibenguela, como quem vai do Malakuté passando por Katanga
    Posts
    3,764

    Por Defeito

    ganancia, o consumidor só vai para a versão de topo de um utilitário porque quer. Quem tem dinheiro para esses patamares, tem dinheiro para comprar um carro melhor e prescindir de certas p@neleirices que não vai usar ou usará raramente.

    Citação Originalmente Colocado por Alpiger Ver Post
    A crise leva as pessoas a perceber que o carro é um bem necessário mas um carro novo é um luxo que podem prescindir em detrimento de outras coisas bem mais importantes.
    Muito boa frase.
    Haja algum racionalismo nos tempos que correm.

  20. #20
    Piloto Veterano
    Data de Registo
    Mar 2004
    Localização
    Rio de Mouro, Lisboa, Portugal
    Posts
    24,657

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por catalao Ver Post
    ganancia, o consumidor só vai para a versão de topo de um utilitário porque quer. Quem tem dinheiro para esses patamares, tem dinheiro para comprar um carro melhor e prescindir de certas p@neleirices que não vai usar ou usará raramente.
    Vê a oferta de versões das várias marcas em Portugal...

    E quase sempre, orienta-se o cliente para as versões mais equipadas, tentando fazer ver ao cliente que está a pagar pouco por muito.

  21. #21
    Piloto de Troféu pmct's Avatar
    Data de Registo
    Aug 2003
    Posts
    9,652

    Por Defeito

    eu acho que que cair mais 10% devera entrar num nivel normal , se cair mais 20 tambem.
    Nos ultimos anos criou-se a ideia parva que um carro com 8 anos é velho!!!!!
    o que manifestamente nao é verdade, em grande parte dos casos.
    estou em crer que depois dos anos loucos da troca de carro de 4 em 4 anos, vamos ter um ajuste do mercado para valores mais normais.
    ja dizia Champalimaud que o bentley que comprou nos anos 60 foi uma das suas melhores compras, pois comprado nos anos 60 continuava impecavel , e era mais barato com um RR .
    sera que que vale a pena este saltitar de utilitario em utilitario de 5 em 5 anos como vi muita gente fazer nos ultimos anos?

  22. #22
    Moderador MGomes's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2003
    Localização
    Ribatejo
    Posts
    21,712

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por pmct Ver Post
    eu acho que que cair mais 10% devera entrar num nivel normal , se cair mais 20 tambem.
    Nos ultimos anos criou-se a ideia parva que um carro com 8 anos é velho!!!!!
    o que manifestamente nao é verdade, em grande parte dos casos.
    estou em crer que depois dos anos loucos da troca de carro de 4 em 4 anos, vamos ter um ajuste do mercado para valores mais normais.
    Eu diria que para muita, mas mesmo muita gente, um carro com mais de 4 anos é velho. Conheço malta que ao fim do 3º ano do carro já anda a pensar no que irá comprar a seguir.
    As próprias empresas fazem o mesmo, muitas vezes por razões contabilisticas, é certo, mas estou em crer que com a conjuntura actual vai haver muita empresa começar a manter frotas por mais de 4 anos. Muitas delas estão a chegar à conclusão que não é só a amortização do imobilizado que conta ...

  23. #23
    Piloto de Testes
    Data de Registo
    Dec 2008
    Posts
    1,856

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por catalao Ver Post
    ganancia, o consumidor só vai para a versão de topo de um utilitário porque quer. Quem tem dinheiro para esses patamares, tem dinheiro para comprar um carro melhor e prescindir de certas p@neleirices que não vai usar ou usará raramente.


    (...)
    Pois, a questão é que essas nem são as versões de topo..
    (23000€ = 207 1.6HDI 90cvs Sport )

    Ainda há os Clios 105cvs, Polo 1.6TDI Highline, 207 1.6HDI 110cvs, Alfa MiTo etc etc

    Compreendo o teu raciocínio
    eu sou contra os utilitários caríssimos e só dei esse exemplo de uma forma irónica..

    prefiro muito mais dar <20000€ por um 118d com 2 anos ou 24000-25000€ por um 318d com 2 anos do que comprar um utilitário de 20000€ (que é quanto ficam +- as versões diesel base com ac e alarme)

    E mesmo sem recorrer á importação, venha um segmento C novo em vez desses utilitários:

    há 10 anos atrás, a diferença de preço entre um Polo e um Golf era de >1200 cts (6000€)

    agora, a diferença de preço entre ambos é de cerca de 3500€, em versões equiparáveis

    Acho que não faz sentido estar a comprar um utilitário caro

  24. #24
    Piloto de Fórmula 1
    Data de Registo
    Dec 2006
    Posts
    18,219

    Por Defeito

    Os abates salvaram o mercado de cair ainda mais. Mas uma coisa que começou a acontecer, é o dificil acesso ao credito hoje em dia.

    Anteriormente os bancos emprestavam dinheiro com alguma facilidade, hoje em dia, muitos deles não têm dinheiro sequer para emprestar....e preferem financiar os seus cliente actuais do que ir á arranjar mais. O credito mal parado é cada vez maior e os bancos "escolhem" muito mais a quem emprestam....preferindo "empatar" capital em outro tipo de investimentos.

    Neste momento as marcas que não têm bancos proprios têm dificuldades em arranjar parecerias bancarias para apresentar aos clientes financiamentos, porque os bancos não querem trabalhar com as marcas, porque é um volume de vendas...quase indesejado...

  25. #25
    Piloto de Fórmula 1
    Data de Registo
    Dec 2006
    Posts
    18,219

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por ganancia Ver Post
    Pois, a questão é que essas nem são as versões de topo..
    (23000€ = 207 1.6HDI 90cvs Sport )

    Ainda há os Clios 105cvs, Polo 1.6TDI Highline, 207 1.6HDI 110cvs, Alfa MiTo etc etc

    Compreendo o teu raciocínio
    eu sou contra os utilitários caríssimos e só dei esse exemplo de uma forma irónica..

    prefiro muito mais dar <20000€ por um 118d com 2 anos ou 24000-25000€ por um 318d com 2 anos do que comprar um utilitário de 20000€ (que é quanto ficam +- as versões diesel base com ac e alarme)

    E mesmo sem recorrer á importação, venha um segmento C novo em vez desses utilitários:

    há 10 anos atrás, a diferença de preço entre um Polo e um Golf era de >1200 cts (6000€)

    agora, a diferença de preço entre ambos é de cerca de 3500€, em versões equiparáveis

    Acho que não faz sentido estar a comprar um utilitário caro
    E porque é que isso acontece ? Porque antes se chamavam de utilitarios e eram realmente utilitarios...agora deixaram de ser.

    Os carros cresceram, aumentou-se a segurança activa e passiva, passaram a ter maior habitabilidade, passaram a ter motores mais potentes, passaram a ter mais equipamento, etc etc etc...

    As pessoas não podem querer comer chuputa e arrotar lagosta, o preço é o reflexo da exigencia que passaram a ter.

    Hoje até nos Ká's me perguntam por bluetooth's, GPS e sensores de estacionamento....!! Há uns anos, o Fiesta, nem Ac tinha de serie, quanto mais automatico.

  26. #26
    Piloto de Testes MadRacer's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2008
    Localização
    Vila Franca de Xira
    Posts
    1,402

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por nogueiraribeiro Ver Post
    Eu acho que há vários factores que contribuem para este resultado:
    - Crise
    - Elevadíssima carga fiscal
    - Consumismo descontrolado dos últimos anos
    - Poder de compra (resultante um pouco dos 2 primeiros aspectos)

    .
    A isso junto a dificuldade em obter crédito, e tendo em conta que 95% ou ais dos carros, novos ou usados, são comprados recorrendo ao crédito. Se a atribuição de crédito estivesse em níveis normais era ver o pessoal a c***r para a "elevadíssima carga fiscal".

    Só para exemplificar, o BES até Outubro por norma não atribuía crédito, só em situações excepcionais (clientes premium).

  27. #27
    Banido catalao's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2004
    Localização
    Na Patonga, à esquerda do Chiripiripipibenguela, como quem vai do Malakuté passando por Katanga
    Posts
    3,764

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por PeugeotSales Ver Post
    Há uns anos, o Fiesta, nem Ac tinha de serie, quanto mais automatico.
    Já nem iria pelo AC.
    O que dizer da direcção assistida e dos airbags e do ABS e do Rádio com Leitor CD (agora até lêm MP3) dos vidros e retrovisores eléctricos....

    Citação Originalmente Colocado por ganancia Ver Post
    Pois, a questão é que essas nem são as versões de topo..
    (23000€ = 207 1.6HDI 90cvs Sport )

    Ainda há os Clios 105cvs, Polo 1.6TDI Highline, 207 1.6HDI 110cvs, Alfa MiTo etc etc

    Compreendo o teu raciocínio
    eu sou contra os utilitários caríssimos e só dei esse exemplo de uma forma irónica..

    prefiro muito mais dar <20000€ por um 118d com 2 anos ou 24000-25000€ por um 318d com 2 anos do que comprar um utilitário de 20000€ (que é quanto ficam +- as versões diesel base com ac e alarme)

    E mesmo sem recorrer á importação, venha um segmento C novo em vez desses utilitários:

    há 10 anos atrás, a diferença de preço entre um Polo e um Golf era de >1200 cts (6000€)

    agora, a diferença de preço entre ambos é de cerca de 3500€, em versões equiparáveis

    Acho que não faz sentido estar a comprar um utilitário caro
    Pessoalmente não iria facilmente para um segmento C premium usado. Preferia um novo de segmento C (mas isto sou eu ), embora a BMW ande mais contida nas revisões, pelo que vejo aqui e também comparando com os carros do grupo VW.

    Mas pegando na opinião do PeugeotSales, os utilitários estão a ficar cada vez mais uns pequenos familiares não só nas dimensões, como na segurança geral e no equipamento que oferecem, mesmo em níveis mais acessíveis.

    Pessoalmente, se me atirasse para o patamar dos 20 mil euros para cima, só equacionaria um utilitário por questões de espaço e/ou mobilidade prática em cidade.

  28. #28
    Piloto de Testes Bodygard's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2007
    Posts
    1,530

    Por Defeito

    Mercado automóvel em 2009 teve o pior desempenho dos últimos 22 anos
    Mas qual é a novidade?? e preparem-se porque 2010 não vai ser melhor.
    A crise ainda não passou e até já há especialistas que falam numa nova recaída ainda para este ano ou 2011...
    E além desta crise internacional, já trazíamos a nossa de trás, não esquecer

    A juntar a isto tudo, há o que já disseram antes: aberrante tributação automóvel (em que por mais que se mexa o resultado é sempre o mesmo: pagar mais!), poder de compra é cada vez menor, cada vez mais trabalho precário (bancos não dão crédito a essas pessoas), etc
    Mas não é só nos carros, é em tudo. Consequência de décadas que não se soube proceder às reformas que já deviam ter sido feitas e não foram.

    Portanto o País vai mal e não se recomenda.

    PS: mas isto é só para alguns! li hoje num jornal que o Estado no total, tem um custo de 1000 milhões anuais com a sua frota de "carrões"
    Última edição por Bodygard : 05-01-10 às 16:59:29

  29. #29
    Piloto de Testes
    Data de Registo
    Dec 2008
    Posts
    1,856

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por PeugeotSales Ver Post
    E porque é que isso acontece ? Porque antes se chamavam de utilitarios e eram realmente utilitarios...agora deixaram de ser.

    Os carros cresceram, aumentou-se a segurança activa e passiva, passaram a ter maior habitabilidade, passaram a ter motores mais potentes, passaram a ter mais equipamento, etc etc etc...

    Continuam a ser utilitários.. os carros cresceram, mas as pessoas cresceram também. Continuam a transportar 4 pessoas, continuam sem espaço para as pernas. Ganharam malas de quase 300litros.


    Citação Originalmente Colocado por PeugeotSales Ver Post

    As pessoas não podem querer comer chuputa e arrotar lagosta, o preço é o reflexo da exigencia que passaram a ter.

    Hoje até nos Ká's me perguntam por bluetooth's, GPS e sensores de estacionamento....!! Há uns anos, o Fiesta, nem Ac tinha de serie, quanto mais automatico.
    isso é uma falsa questão, a nível de equipamento, os segmento B trazem o que os segmento C trazem, por uns módicos 2000e (em muitos casos) a menos. De notar que os segmento C também cresceram, mas este crescimento não foi acompanhado por um escandaloso crescimento dos preços

    Citação Originalmente Colocado por PeugeotSales Ver Post

    Hoje até nos Ká's me perguntam por bluetooth's, GPS e sensores de estacionamento....!! Há uns anos, o Fiesta, nem Ac tinha de serie, quanto mais automatico.
    mas tinha como extra, tal como esse bluetooth, gps e sensores de estacionamento são agora.. ´
    Mais ainda, vários veículos do segmento C ainda relegam o AC para a lista de opções. Assim como a generalidade das versões base dos segmento B/utilitários (todas menos as do Mini e MiTo)




    Não pude deixar de reparar, pedir sensores de estacionamento num carro do tamanho do Ka deve ser para estacionar neste tipo de parque de estacionamento:

    Oje - o Jornal Economico - Internacional - Primeiro parque de estacionamento exclusivo para mulheres abre na China


    Citação Originalmente Colocado por catalao Ver Post
    Já nem iria pelo AC.
    O que dizer da direcção assistida e dos airbags e do ABS e do Rádio com Leitor CD (agora até lêm MP3) dos vidros e retrovisores eléctricos....



    Pessoalmente não iria facilmente para um segmento C premium usado. Preferia um novo de segmento C (mas isto sou eu ), embora a BMW ande mais contida nas revisões, pelo que vejo aqui e também comparando com os carros do grupo VW.

    Mas pegando na opinião do PeugeotSales, os utilitários estão a ficar cada vez mais uns pequenos familiares não só nas dimensões, como na segurança geral e no equipamento que oferecem, mesmo em níveis mais acessíveis.

    Pessoalmente, se me atirasse para o patamar dos 20 mil euros para cima, só equacionaria um utilitário por questões de espaço e/ou mobilidade prática em cidade.
    Eu dei exemplo do série 1, pois é dos poucos que com as regras introduzidas em 2009, compensa flagrantemente importar

    Quanto ao preço das revisões, já estou habituado a ver facturas do grupo VAG

    Citação Originalmente Colocado por catalao Ver Post
    Mas pegando na opinião do PeugeotSales, os utilitários estão a ficar cada vez mais uns pequenos familiares não só nas dimensões, como na segurança geral e no equipamento que oferecem, mesmo em níveis mais acessíveis.

    Pessoalmente, se me atirasse para o patamar dos 20 mil euros para cima, só equacionaria um utilitário por questões de espaço e/ou mobilidade prática em cidade.
    Eu não consigo encarar largar 20000€ por um utilitário, porque quem pode dar isso, também dá um pouco mais por um pequeno familiar, com as suas inerentes vantagens

    Termino o post dizendo, que embora os vendedores das várias marcas tentem transparecer o contrário, a habitabilidade dos utilitários continua a ser insuficiente para as funções de pequeno familiar..
    logo, se o preço se aproxima de um pequeno familiar, e ambos partilham o equipamento não extravagante (que é quase tudo menos o gps, bluetooth e sensores de estacionamento ) .. acho que a política comercial do segmento B é que está mal.. e não a do C *






    *PS: Se bem que um erro recente dos segmento C hatchback é andarem a crescer para os 4,4m (safa-se o Golf nesse aspecto com 4,2m) e começarem a cheirar as dimensões dos segmento D. Os hatchback estão lá também para quem não quer carros grandes, mas que tenham um mínimo espaço (para transportar adultos atrás por exemplo)

  30. #30
    Piloto de Rallye LuisCapelo's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2003
    Posts
    13,590

    Por Defeito

    hoje em dia paga-se muito menos imposto para comprar carro. e mesmo com o imposto anual mais caro, na maioria dos casos passam-se décadas até que comece a ficar mais caro do que antigamente

    exemplo dos carros actuais e do imposto que pagam agora vs imposto que pagariam em 2004:

    golf 2.0 tdi 110cv
    2010: 4.878,50
    2004: 8.461,51

    golf 1.4i 80cv
    2010: 2.220,50
    2004: 3.438,69

    bmw 330d
    2010: 12.670,75
    2004: 17.368,76

Página 1 de 2 12 ÚltimaÚltima

Tópicos semelhantes

  1. Desemprego ao nível mais alto dos últimos 21 anos
    Por Nthor na secção OFF Topic
    Respostas: 580
    Último Post: 16-07-10, 15:30:12
  2. Businessweek elegeu os 50 carros + feios dos ultimos 50 anos
    Por MadRacer na secção FÓRUM GERAL
    Respostas: 58
    Último Post: 06-11-09, 21:26:00
  3. Respostas: 1
    Último Post: 19-12-08, 19:25:11
  4. dei a maior argolada dos últimos anos!
    Por bento_uno na secção OFF Topic
    Respostas: 2
    Último Post: 12-03-08, 23:29:52
  5. Respostas: 57
    Último Post: 11-05-07, 15:13:41

Regras de Colocação

  • Não pode criar tópicos
  • Não pode responder
  • Não pode colocar anexos
  • Não pode editar os seus posts
  •