Renault e Mercedes-Benz - Aliança Confirmada -Uma nova etapa na História de ambas? - Página 2

Página 2 de 2 PrimeiraPrimeira 12
A mostrar resultados 31 para 41 de 41

Título: Renault e Mercedes-Benz - Aliança Confirmada -Uma nova etapa na História de ambas?

  1. #31
    WH
    WH está offline
    Piloto de Testes
    Data de Registo
    Nov 2005
    Localização
    Portugal.
    Posts
    1,662

    Por Defeito

    A marca de luxo da Nissan, passa a ter acesso motores 4 e 6 cilindros a gasolina e diesel da Mercedes

    Passam a ter acesso a motores que a Nissan não seria capaz de desenvolver sozinha

    Substitui assim o motor Renault V6 diesel incapaz de cumprir a norma Euro VI

    ---

    Infiniti will be offering models with Daimler-sourced four- and six-cylinder petrol and diesel engines within two years, as a result of the tie-in between the two companies announced today.

    Work on the engine sharing project began "several months ago", according to sources. It will save Nissan around a billion Euros in development costs over the next five years.



    "Working with Daimler gives us access to engines we couldn't afford to develop ourselves," Palmer went on, "and pitches us into some key markets, especially with the diesel options. It also solves a developing problem we have with the Renault-sourced 3.0-litre V6 diesel, which won't meet EURO VI emissions requirements."




  2. #32
    Banido Albus's Avatar
    Data de Registo
    Mar 2010
    Localização
    LISSABON
    Posts
    59

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por WH Ver Post
    A marca de luxo da Nissan, passa a ter acesso motores 4 e 6 cilindros a gasolina e diesel da Mercedes

    Passam a ter acesso a motores que a Nissan não seria capaz de desenvolver sozinha

    Substitui assim o motor Renault V6 diesel incapaz de cumprir a norma Euro VI

    ---

    Infiniti will be offering models with Daimler-sourced four- and six-cylinder petrol and diesel engines within two years, as a result of the tie-in between the two companies announced today.

    Work on the engine sharing project began "several months ago", according to sources. It will save Nissan around a billion Euros in development costs over the next five years.



    "Working with Daimler gives us access to engines we couldn't afford to develop ourselves," Palmer went on, "and pitches us into some key markets, especially with the diesel options. It also solves a developing problem we have with the Renault-sourced 3.0-litre V6 diesel, which won't meet EURO VI emissions requirements."


    A Nissan não seria capaz de desenvolver sozinha? Realmente a Nissan só faz Micras e motores de 1.0 litro

    A gama da Nissan nos EUA como todas as outras marcas é composta por motores V6 e V8, claro que a Nissan tem grandes motores mas o que isto vai fazer é reduzir os custos de desenvolvimento pois esses custos irão ser repartidos pela Mercedes e pela Renault-Nissan.

  3. #33
    Piloto de Testes Oktober's Avatar
    Data de Registo
    Aug 2008
    Posts
    3,272

    Por Defeito

    Pois é, a Nissan só faz Micras e carros para chineses e americanos (é só o que falta dizer)...

  4. #34
    Piloto de Testes Oktober's Avatar
    Data de Registo
    Aug 2008
    Posts
    3,272

    Por Defeito

    'Tava aqui a pensar... Se os futuro Smart F2/F4e o Twizzy/Twingo partilharem a mesma base, será que vai manter-se a arquitectura do «tudo lá para trás» como os Smart... Ou será que que optarão por uma nova solução idêntica à do Toyota iQ?

    É que não 'tou bem a ver como é que vão conseguir enfiar os novos 0.9 e 1.2 Turbo em espaço tão exíguo. Ou então sou, de facto, um zero em engenharia e gestão do espaço num automóvel...

  5. #35
    Piloto de Rallye
    Data de Registo
    May 2003
    Localização
    Tugalândia
    Posts
    13,679

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Oktober Ver Post
    'Tava aqui a pensar... Se os futuro Smart F2/F4e o Twizzy/Twingo partilharem a mesma base, será que vai manter-se a arquitectura do «tudo lá para trás» como os Smart... Ou será que que optarão por uma nova solução idêntica à do Toyota iQ?

    É que não 'tou bem a ver como é que vão conseguir enfiar os novos 0.9 e 1.2 Turbo em espaço tão exíguo. Ou então sou, de facto, um zero em engenharia e gestão do espaço num automóvel...

    Caber até cabem. Obviamente que vão necessitar de "rearranjar" todo o hardware, já que os motores vão estar em posição horizontal.

    Apesar de curto, o Smart tem largura suficiente na traseira para encaixar lá este motores. Se num carro tudo à frente, o motor fica colocado entre as rodas, também certamente encaixará entre as rodas traseiras

    Lembro-me quando se falava do micro-car da Fiat (projecto actualmente congelado), que usaria uma plataforma do Panda cortada e adaptada para levar motor atrás, saíram uns raio-X (ilustrações do carro), em que lá atrás ia o tijolo 1.3 M-jet.

    A percepção da coisa diz-nos que parece dificil de encaixar, mas temos que ver que maior parte das coisinhas que se encontram no compartimento do motor não necessitam de estar lá. Seja os depósitos dos diversos fluidos, o AC, o radiador, etc...
    Os motores em si até são bastante compactos.

    E tendo em conta esta nova geração de motores pequenitos que estão para sair, de 2 e 3 cilindros, ainda mais fácil se torna de os encaixar onde quisermos (salvo seja).

    Em relação ao Twizi, como já disse na página anterior, será elemento à parte.
    É demasiado estreito para partilhar plataforma com o F2.
    Os custos não deverão ser tantos como para um automóvel convencional.
    Temos de o comparar mais com o mundo das scooters ou maxi-scooters.
    Conceptualmente, está mais próximo de uma BMW C1 do que dum carro.
    Mecanicamente é extremamente simples, dado ser apenas eléctrico.
    Aquilo não tem carroçaria digna desse nome. investimento em prensas deverá ser reduzido ao minimo. As portas são basicamente uma "barra"
    É das criaturas móveis que mais curiosidade me suscita.
    Tou para ver como o convertem para modelo de produção.

    Só esperemos que perca a temática floral do concept

    Em relação ao F2, seria um bocado ridiculo apostarem num tudo à frente.
    O mais certo é o sucessor do mesmo apostar numa evolução da plataforma actual. Know-how já o têm todo.
    Além disso, a genialidade do packaging do F2, sempre foi um dos seus melhores argumentos.
    Pena essa genialidade ser melhor verificada no mitsubishi i

    Curioso para ver o Twingo RWD!!!
    Pior que a caixa anónima actual não deve ficar (espero)


  6. #36
    Piloto de Testes Cagi's Avatar
    Data de Registo
    Nov 2005
    Localização
    Coimbra, Portugal.
    Posts
    3,618

    Por Defeito

    É impressão minha ou existe uma grande salganhada entre dados concretos dos fabricantes e uma dose de suposições incoerentes por parte do jornalismo!

    Essa do V6 diesel parece uma grande treta visto o motor ser recente e ainda nem sequer saiu à venda para criar lucro na marca que mais terá vantagem dele, a Infiniti! Se o fizeram do 0 qual é o problema de o actualizar...enfim!

    Se gastaram milhares no motor 3.0 V6 diesel e agora é descontinuado parece-me uma parvoíce pegada.

    Não percebo porque é que a Infiniti precisa de um 2.1 quando têm no grupo um 2.0 que apenas precisa de ser actualizado no sistema de injecção.

    Cheira-me mais que fica mais barato partilhar a parte industrial da Renault-Nissan com as soluções já usadas pela Daimler e por isso não ser necessário ter motores redundantes (2.0 e 2.1, 3.0 e 3.0) e ficar a Daimler responsável por essas gamas sendo mais fácil mexer no que já conhecem.

    Um Twingo rwd! Duvido que traga vantagens em termos de habitabilidade e aspectos práticos e económicos para os utilizadores. Num carro daqueles FWD é a solução melhor para toda a gente, excepção para aqueles que já estão a sonhar com um Twingo RS...

    Na BMW e PSA também está em curso algo do género, pelo menos já estão a desenvolver um novo 4cil que será usado transversalmente e longitudinalmente.

    No meio disto tudo só vejo grandes novidades nos blocos a gasolina com cada vez mais baixa cilindrada, é caso para dizer se o nosso imposto continuar igual são novidades que nos passam ao lado.
    Nos diesel não existem grande novidades de baixa cilindrada, até agora apenas existe o 1.25 Fiat com 95cv na concorrência nada nasce com CC idênticos e potencias idênticas, é tudo muito fraco e o que existe é de 1.5/1.6.

  7. #37
    Piloto de Rallye
    Data de Registo
    May 2003
    Localização
    Tugalândia
    Posts
    13,679

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Cagi Ver Post
    É impressão minha ou existe uma grande salganhada entre dados concretos dos fabricantes e uma dose de suposições incoerentes por parte do jornalismo!

    Essa do V6 diesel parece uma grande treta visto o motor ser recente e ainda nem sequer saiu à venda para criar lucro na marca que mais terá vantagem dele, a Infiniti! Se o fizeram do 0 qual é o problema de o actualizar...enfim!

    Se gastaram milhares no motor 3.0 V6 diesel e agora é descontinuado parece-me uma parvoíce pegada.

    Não percebo porque é que a Infiniti precisa de um 2.1 quando têm no grupo um 2.0 que apenas precisa de ser actualizado no sistema de injecção.

    Cheira-me mais que fica mais barato partilhar a parte industrial da Renault-Nissan com as soluções já usadas pela Daimler e por isso não ser necessário ter motores redundantes (2.0 e 2.1, 3.0 e 3.0) e ficar a Daimler responsável por essas gamas sendo mais fácil mexer no que já conhecem.

    Um Twingo rwd! Duvido que traga vantagens em termos de habitabilidade e aspectos práticos e económicos para os utilizadores. Num carro daqueles FWD é a solução melhor para toda a gente, excepção para aqueles que já estão a sonhar com um Twingo RS...

    Na BMW e PSA também está em curso algo do género, pelo menos já estão a desenvolver um novo 4cil que será usado transversalmente e longitudinalmente.

    No meio disto tudo só vejo grandes novidades nos blocos a gasolina com cada vez mais baixa cilindrada, é caso para dizer se o nosso imposto continuar igual são novidades que nos passam ao lado.
    Nos diesel não existem grande novidades de baixa cilindrada, até agora apenas existe o 1.25 Fiat com 95cv na concorrência nada nasce com CC idênticos e potencias idênticas, é tudo muito fraco e o que existe é de 1.5/1.6.
    As vantagens são exactamente as mesmas que um FWD com motor transversal.

    A vantagem é que não precisamos de uma overhang frontal daqui até à China, e pode-se criar uma "crash-structure" mais eficaz, já que não se tem de lidar com o tijolo lá na frente, que nada ajuda nos requisitos de segurança, e ainda mais, nestes carros pequenos

  8. #38
    Piloto de Testes Oktober's Avatar
    Data de Registo
    Aug 2008
    Posts
    3,272

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por crash Ver Post

    Caber até cabem. Obviamente que vão necessitar de "rearranjar" todo o hardware, já que os motores vão estar em posição horizontal.

    Apesar de curto, o Smart tem largura suficiente na traseira para encaixar lá este motores. Se num carro tudo à frente, o motor fica colocado entre as rodas, também certamente encaixará entre as rodas traseiras

    Lembro-me quando se falava do micro-car da Fiat (projecto actualmente congelado), que usaria uma plataforma do Panda cortada e adaptada para levar motor atrás, saíram uns raio-X (ilustrações do carro), em que lá atrás ia o tijolo 1.3 M-jet.

    A percepção da coisa diz-nos que parece dificil de encaixar, mas temos que ver que maior parte das coisinhas que se encontram no compartimento do motor não necessitam de estar lá. Seja os depósitos dos diversos fluidos, o AC, o radiador, etc...
    Os motores em si até são bastante compactos.

    E tendo em conta esta nova geração de motores pequenitos que estão para sair, de 2 e 3 cilindros, ainda mais fácil se torna de os encaixar onde quisermos (salvo seja).

    Em relação ao Twizi, como já disse na página anterior, será elemento à parte.
    É demasiado estreito para partilhar plataforma com o F2.
    Os custos não deverão ser tantos como para um automóvel convencional.
    Temos de o comparar mais com o mundo das scooters ou maxi-scooters.
    Conceptualmente, está mais próximo de uma BMW C1 do que dum carro.
    Mecanicamente é extremamente simples, dado ser apenas eléctrico.
    Aquilo não tem carroçaria digna desse nome. investimento em prensas deverá ser reduzido ao minimo. As portas são basicamente uma "barra"
    É das criaturas móveis que mais curiosidade me suscita.
    Tou para ver como o convertem para modelo de produção.

    Só esperemos que perca a temática floral do concept

    Em relação ao F2, seria um bocado ridiculo apostarem num tudo à frente.
    O mais certo é o sucessor do mesmo apostar numa evolução da plataforma actual. Know-how já o têm todo.
    Além disso, a genialidade do packaging do F2, sempre foi um dos seus melhores argumentos.
    Pena essa genialidade ser melhor verificada no mitsubishi i

    Curioso para ver o Twingo RWD!!!
    Pior que a caixa anónima actual não deve ficar (espero)
    Sim, de facto aquilo de que o Twingo precisa é de regressar à audácia do original... A começar no design e a acabar na concepção geral, tal como o primeiro era.
    Se a cooperação com a Smart resultar numa terceira geração Twingo que seja tão refrescante e tão «líder do pelotão» como a primeira o foi... Venha ele daí!

    Eu quando me refiro ao Twizzy, na verdade não refiro à espécie de scooter motorizada e fechada que a Renault apresentou como concept car, mas sim, ao projecto de um citadino mais pequeno do que o Twingo com cerca de 3m de comprimento (até havia uns renders - um branco e um amarelo - que convergiam no estilo geral) e do qual não tenho ouvido falar...

    Eu não tenho dúvidas de que consigam encaixar ests motores lá atrás... Apenas surgiu esta dúvida, tendo em conta que os actuais Smart usam blocos sensivelmente mais pequenos (e já de si turbinados).

    O projecto do Fiat Topolino foi congelado? Que pena... eu estava tão curioso para ver o que ia saír dali...

  9. #39
    Piloto de Rallye
    Data de Registo
    May 2003
    Localização
    Tugalândia
    Posts
    13,679

    Por Defeito

    Com a crise, o grupo Fiat fez um momento de pausa. Maior parte dos modelos a serem apresentados foram adiados (Giulietta e novo Panda, por exemplo), e congelou outros como o dito Topolino.

    Esse micro-car Renault que falas é uma história completamente diferente do Twizi.
    Provavelmente, e com esta aliança, os planos para o mesmo sejam reformulados.
    Tendo em conta a base F2, não acredito que lançem rival directo para o mesmo.
    E o novo Twingo, baseado nessa plataforma, poderá dar origem a um carro mais compacto que o Twingo actual. Por isso, pode deixar de fazer sentido pensar num micro-car Renault
    Para se ter uma ideia melhor, basta ver o que é possivel conseguir com o Mitsubishi i.

    Especulando um pouco, presumo que o Smart forFour será algo nos moldes do Mitsubihi, com 5 portas, e o Twingo, apesar de manter os 4 lugares, continuará a ser um 3p.
    Agora a questão é se a Renault aproveita o nome e cria algo icónico como o primeiro Twingo e posiciona-o "head-on" com o 500, ou se deixa essa tarefa para a Smart, que já estamos habituados a vê-la como algo overpriced, e mantém o Twingo como algo mais acessivel, indo de encontro a coisas como os trigemeos Toyota/PSA, o Panda e os coreanos

  10. #40
    Piloto de Troféu 3com's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2003
    Localização
    Lisboa
    Posts
    6,239

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Oktober Ver Post
    'Tava aqui a pensar... Se os futuro Smart F2/F4e o Twizzy/Twingo partilharem a mesma base, será que vai manter-se a arquitectura do «tudo lá para trás» como os Smart... Ou será que que optarão por uma nova solução idêntica à do Toyota iQ?

    É que não 'tou bem a ver como é que vão conseguir enfiar os novos 0.9 e 1.2 Turbo em espaço tão exíguo. Ou então sou, de facto, um zero em engenharia e gestão do espaço num automóvel...

    A plataforma protótipo que a Renault estava a desenvolver para cativar parceiros para uma JV é FWD e, permite montar o futuro motor 0.9, o 1.2 e o 1.2dci de 3 cilindros.
    Finalmente a Renault encontra o parceiro que tanto ansiava.

  11. #41
    Piloto de Testes MadRacer's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2008
    Localização
    Vila Franca de Xira
    Posts
    1,402

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Cagi Ver Post

    Na BMW e PSA também está em curso algo do género, pelo menos já estão a desenvolver um novo 4cil que será usado transversalmente e longitudinalmente.
    Para quando uma aliança igual PSA/BMW? Já se fala há muito! Muito antes desta...

Página 2 de 2 PrimeiraPrimeira 12

Tópicos semelhantes

  1. Respostas: 464
    Último Post: 17-03-09, 23:56:39
  2. Opel prepara nova aliança com FIAT...
    Por Braz na secção FÓRUM GERAL
    Respostas: 12
    Último Post: 08-03-09, 19:23:24
  3. Renault admite integrar GM na aliança com Nissan
    Por ManymilesR na secção FÓRUM GERAL
    Respostas: 8
    Último Post: 25-04-07, 11:21:47
  4. O Pai tem Renault o Filho Opel - Uma história Verdadeira
    Por Excalibur na secção FÓRUM GERAL
    Respostas: 153
    Último Post: 13-02-07, 18:09:33
  5. GM na Aliança Renault / Nissan ?
    Por imported_DêCêIi na secção FÓRUM GERAL
    Respostas: 171
    Último Post: 15-07-06, 15:44:07

Regras de Colocação

  • Não pode criar tópicos
  • Não pode responder
  • Não pode colocar anexos
  • Não pode editar os seus posts
  •