Em dois anos, furtos deixaram sem comunicações 400 mil clientes da PT

A mostrar resultados 1 para 5 de 5
Like Tree5Likes
  • 1 Post By WildChild
  • 2 Post By Pedro82
  • 2 Post By Edge

Título: Em dois anos, furtos deixaram sem comunicações 400 mil clientes da PT

  1. #1
    Piloto de Troféu Israel's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2008
    Localização
    Israel
    Posts
    6,514

    Por Defeito Em dois anos, furtos deixaram sem comunicações 400 mil clientes da PT

    O comboio chega fora de horas? A culpa pode ser dos ladrões. Os furtos de metais nas linhas ferroviárias portuguesas perturbaram o funcionamento de quase mil comboios e provocaram, só no ano passado, 33 mil minutos de atrasos - tantos minutos quantos caberiam em 23 dias.

    Os dados disponibilizados pela Portugal Telecom (PT), que até hoje nunca tinha divulgado números sobre um crime que não pára de crescer, são igualmente significativos: em dois anos, 400 mil clientes já experimentaram o que é ficar privado de telecomunicações - sobretudo telefone, Internet e televisão. E tudo porque equipamentos da empresa foram roubados.

    É raro o dia em que não há uma notícia sobre furto de cobre - o metal mais apetecível para os ladrões, o mais caro. Quilómetros de fio eléctricos (de cobre, claro está) desaparecem todas as semanas. Ruas, bairros, aldeias inteiras ficam sem luz. Hospitais, bombeiros, escolas, empresas e particulares são afectados. Postos de transformação e subestações da EDP são assaltadas diariamente. Em 2011, só esta companhia registou uma média de 14 ocorrências por dia. Um número recorde.

    O PÚBLICO pediu o balanço do ano a algumas das companhias potencialmente mais afectadas por um crime que não pára de crescer - entre as quais a EDP, a REFER, a EPAL, a REN, o Metropolitano de Lisboa e a PT.

    Roubar cobre é um dos principais crimes em Portugal. No ano passado só a GNR contabilizou uma média de 27 participações diárias relativas a este delito, o qual, em apenas oito meses, quase duplicou o número de ocorrências registadas em 2010. É um crime altamente rentável, sobretudo para os intermediários, e que somou prejuízos superiores a 19 milhões de euros.
    Fonte:Em dois anos, furtos deixaram sem comunicações 400 mil clientes da PT - Sociedade - PUBLICO.PT

    Como é que um país funciona sem agentes de autoridade e justiça a funcionar?


  2. #2
    Piloto de Troféu Hecho's Avatar
    Data de Registo
    Mar 2010
    Posts
    6,917

    Por Defeito

    Em roubo de cobre são um país ultra-liberal.

    O mercado auto se regula, não é necessário haver agentes reguladores ( policia), e a prova que funciona, é que todos os meses à mortos relacionados com esse crime, é a auto-regulação do mercado.

    Deve ter sido o crime com mais mortes relacionadas em 2011

    A consequencia disto, é a substituição, onde possível, de redes de fio por redes sem fio, que oferecem menos garantias de qualidade de serviço, mas é o que se arranja.

  3. #3
    Piloto de Troféu WildChild's Avatar
    Data de Registo
    May 2005
    Localização
    Águeda, , Portugal.
    Posts
    6,569

    Por Defeito

    O problema não são só os ladrões, aqueles que compram o cobre mais barato a esses larapios contribuem para isso, o mesmo se passa com combustiveis, ouro, telemoveis, etc etc etc
    Edge gosta disto.

  4. #4
    Piloto de Provas de Perícia Pedro82's Avatar
    Data de Registo
    Oct 2008
    Localização
    Num lugar vago perto de si
    Posts
    821

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por WildChild Ver Post
    O problema não são só os ladrões, aqueles que compram o cobre mais barato a esses larapios contribuem para isso, o mesmo se passa com combustiveis, ouro, telemoveis, etc etc etc
    Exacto, só punindo severamente os receptadores é que o problema podia ser minimizado.
    Edge e luissousa6 gostam disto.

  5. #5
    Consultor Edge's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2003
    Localização
    Manhattan
    Posts
    12,985

    Por Defeito

    Se a lei começasse a disciplinar os receptadores com penas exemplares, os furtos diminuíam, pois enquanto continuarem a encontrar comprador, continua a ser lucrativo roubar o cobre. Digo eu...
    luissousa6 e Pedro82 gostam disto.


Regras de Colocação

  • Não pode criar tópicos
  • Não pode responder
  • Não pode colocar anexos
  • Não pode editar os seus posts
  •