Crise desde 2011, 2022,... 2030... Até quando?[AVISO Página#2709-Post#81255] - Página 9355

Página 9355 de 9359 PrimeiraPrimeira ... 9345935493559356 ... ÚltimaÚltima
A mostrar resultados 280,621 para 280,650 de 280763
Like Tree123079Likes

Título: Crise desde 2011, 2022,... 2030... Até quando?[AVISO Página#2709-Post#81255]

  1. #280621
    Piloto de Kart
    Data de Registo
    Sep 2019
    Posts
    453

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Avant Ver Post
    Exactamente, é um exemplo extremo. Por isso não conta como exemplo.

    A esmagadora maioria das pessoas da minha geração e da minha terra não chegaram a lado nenhum. E que que eu saiba, nem todos sofriam abusos infantis. Bem, na altura suponho que toda a gente sofria, agora dar uma estalada aos meninos é crime...

    Simplesmente a falta de ambição, o comodismo, a preguiça, o deixa andar, levou a melhor.
    Terá sido mesmo isso? De certeza? O que é vencer na vida ? É ter dinheiro ?

    Não venceste na vida logo és preguiçoso e malandro

    O Jimbo já te lavou o cérebro de tal maneira que hoje deves pensar que o teu pai , ferroviário, devia ser um malandrão de todo o tamanho.


  2. #280622
    Piloto de Kart
    Data de Registo
    Sep 2019
    Posts
    453

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Avant Ver Post
    Exactamente, é um exemplo extremo. Por isso não conta como exemplo.

    A esmagadora maioria das pessoas da minha geração e da minha terra não chegaram a lado nenhum. E que que eu saiba, nem todos sofriam abusos infantis. Bem, na altura suponho que toda a gente sofria, agora dar uma estalada aos meninos é crime...

    Simplesmente a falta de ambição, o comodismo, a preguiça, o deixa andar, levou a melhor.
    Terá sido mesmo isso? De certeza? O que é vencer na vida ? É ter dinheiro ?

    Não venceste na vida logo és preguiçoso e malandro

    O Jimbo já te lavou o cérebro de tal maneira que hoje deves pensar que o teu pai , ferroviário, devia ser um malandrão de todo o tamanho.

  3. #280623
    Piloto Lendário 330i's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2007
    Localização
    Amigos e defensores de Putin, vão direitinhos para a blacklist
    Posts
    31,214

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Avant Ver Post
    O Avant é o que sempre foi, que acha que a melhor sociedade é uma social democracia liberal, com economia de mercado, mas regulada.
    Quando vi o governo do Passos fazer asneira, e que mantenho que fez e da grossa, não me calei.
    Tive esperança no governo do António Costa, que fosse mais virado para a social-democracia (sim, porque o PSD como partido social democrata morreu há muito, não sei se deram conta), mas com o passar dos anos e com medidas cada vez mais esquerdistas, que sabemos há 100 anos que não funcionam (o mais divertido foi no sector da saúde, que se limitaram a seguir o plano traçado pelo Macedo) também me tenho de atirar ao ar.

    Se fazem asneira, eu reclamo.

    O problema de muitos por aqui é que estas discussões é tudo tipo clube de futebol, tudo o que a PAF fez era belo, e quem nos dera hoje, e tudo o que os governos do PS fazem é odioso.

    Avant, se queres uma economia de mercado, ela não pode ser regulada, ou é de mercado ou é planificada e regulada. As duas coisas são incompativeis.

    E desilude-te António Costa não é nem nunca foi social democrata, nem tão pouco um defensor dos mais pobres. AC é apenas um coiso que não vou adjectivar, porque o tenho em muito má conta.

    Do que tenho lido de ti nos ultimos dois anos, acho que estás claramente numa fase de expurgar o socialismo, porque como inteligente que és, olhas para os ultimos 7 anos e o que vês é um país e um povo a definhar a cada dia, um país sem rumo, nem estratégia que vive o momento em função do parecer e não do ser. Os Socialistas não têm resposta para esta pergunta que os portugueses devia fazer: "onde, e como estará Portugal daqui a 20 anos do ponto de vista Social, da Educação, das finanças Publicas, ou do funcionamento dos serviços publicos? Tal como está a contecer em Espanha, (olha A Andaluzia que ontem se libertou deles) o Socialismo desta choldra acabará por se aniquilar a si próprio quando o país implodir., e irá implodir.

    Temos 2 milhões de familias no limiar da pobreza, as TV´s não o mostram mas a "Casa" a "Refood" (que conheço bem por dentro) e outras instituições a de apoio a familias carenciadas estão a trabalhar até à meia noite, porque é à noite que muitas familias vão levantar a roupa, os alimentos, ou o calçado para os filhos porque têm vergonha de o fazer de dia. O pavilhão principal da "Casa" é na zona onde vivo, e sempre que vou fazer uma caminhada depois de jantar vejo as filas à porta. O perfil tipo é familias de meia idade e com filhos, não sei se perderam o emprego ou se não querem trabalhar, nem faço juizos apenas constato que em mais de meio século de vida nunca vi esta manta de retalhos soltos em que este país se transformou.

    Ontem a Fundação José Neves (Fundador da Farfetch) apresentou um estudo sob o tema: ESTADO da NAÇÃO-EDUCAÇÃO-EMPREGO-COMPETÊNCIAS.

    Vale a pena ler....
    Prelude e Nobel gostam disto.

  4. #280624
    Piloto Veterano
    Data de Registo
    Aug 2004
    Posts
    22,375

    Por Defeito

    O Costa é um tipo simpático mas é um malandro.

    O que também acho piada nos modernos socialistas e o serem muitos deles extremamente elitistas. Parece um contradição mas é o que constato.
    nto gosta disto.

  5. #280625
    Piloto de Testes
    Data de Registo
    Jan 2020
    Posts
    3,446

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por 330i Ver Post
    Avant, se queres uma economia de mercado, ela não pode ser regulada, ou é de mercado ou é planificada e regulada. As duas coisas são incompativeis.

    E desilude-te António Costa não é nem nunca foi social democrata, nem tão pouco um defensor dos mais pobres. AC é apenas um coiso que não vou adjectivar, porque o tenho em muito má conta.

    Do que tenho lido de ti nos ultimos dois anos, acho que estás claramente numa fase de expurgar o socialismo, porque como inteligente que és, olhas para os ultimos 7 anos e o que vês é um país e um povo a definhar a cada dia, um país sem rumo, nem estratégia que vive o momento em função do parecer e não do ser. Os Socialistas não têm resposta para esta pergunta que os portugueses devia fazer: "onde, e como estará Portugal daqui a 20 anos do ponto de vista Social, da Educação, das finanças Publicas, ou do funcionamento dos serviços publicos? Tal como está a contecer em Espanha, (olha A Andaluzia que ontem se libertou deles) o Socialismo desta choldra acabará por se aniquilar a si próprio quando o país implodir., e irá implodir.

    Temos 2 milhões de familias no limiar da pobreza, as TV´s não o mostram mas a "Casa" a "Refood" (que conheço bem por dentro) e outras instituições a de apoio a familias carenciadas estão a trabalhar até à meia noite, porque é à noite que muitas familias vão levantar a roupa, os alimentos, ou o calçado para os filhos porque têm vergonha de o fazer de dia. O pavilhão principal da "Casa" é na zona onde vivo, e sempre que vou fazer uma caminhada depois de jantar vejo as filas à porta. O perfil tipo é familias de meia idade e com filhos, não sei se perderam o emprego ou se não querem trabalhar, nem faço juizos apenas constato que em mais de meio século de vida nunca vi esta manta de retalhos soltos em que este país se transformou.

    Ontem a Fundação José Neves (Fundador da Farfetch) apresentou um estudo sob o tema: ESTADO da NAÇÃO-EDUCAÇÃO-EMPREGO-COMPETÊNCIAS.

    Vale a pena ler....
    Não há economia de mercado sem regulação! Desde logo a mais fundamental: regulação da propriedade privada. E está mais que demonstrado que um mercado livre só é livre dentro de uma banda (larga) de funcionamento. Mas os limites da banda têm que estar traçados. Alias, essa é a grande virtude do mercado livre. O Estado estabelece as regulamentações e fica-se por aí mesmo. Não se imiscui mais, muito menos atua como player dentro do mercado.

    Quanto ao resto, plenamente de acordo. E nem é uma questão de se chamar socialismo, social democracia, ou seja lá o que for. É uma questão de constatação do óbvio. Se o modelo socio-económico dos últimos 20 e tal anos não funciona, que sentido faz insistir em mais do mesmo?!


  6. #280626
    Chefe de Equipa
    Data de Registo
    May 2003
    Localização
    charneira anti-lápis vermelho
    Posts
    28,267

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Avant Ver Post
    Exactamente, é um exemplo extremo. Por isso não conta como exemplo.

    A esmagadora maioria das pessoas da minha geração e da minha terra não chegaram a lado nenhum. E que que eu saiba, nem todos sofriam abusos infantis. Bem, na altura suponho que toda a gente sofria, agora dar uma estalada aos meninos é crime...

    Simplesmente a falta de ambição, o comodismo, a preguiça, o deixa andar, levou a melhor.
    há um factor que tens que ter em conta também…a inteligência e as capacidades não são iguais entre todos.

    o teu percurso é muito semelhante ao meu pai mas o facto é que ajudou muito o gajo ser bastante inteligente desde tenra idade.

    As sociedades melhoram quando permitem que as pessoas capazes cresçam e ultrapassem a sua condição social.

    mas as sociedades são boas quando além disso permitem um nível de vida digno a todos, incluindo os burros, os indigentes e quem não quer fazer a ponta de um…
    Jbranco gosta disto.

  7. #280627
    Chefe de Equipa Avant's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2003
    Posts
    29,263

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Artoffnoise Ver Post
    Terá sido mesmo isso? De certeza? O que é vencer na vida ? É ter dinheiro ?

    Não venceste na vida logo és preguiçoso e malandro

    O Jimbo já te lavou o cérebro de tal maneira que hoje deves pensar que o teu pai , ferroviário, devia ser um malandrão de todo o tamanho.
    Pelo contrário. O meu pai é o perfeito exemplo de que mesmo na adversidade se pode prosperar de algum modo. Naquele tempo fez a 4a classe e acabou, tinha que vir para casa ajudar nas terras. Ele sempre quis estudar. Andou nesta vida até ir à tropa, onde foi destacado para um batalhão qualquer ferroviário, o que o ajudou a arranjar emprego na CP depois de sair da tropa. Apesar de nunca ter estudado mais academicamente, subiu na carreira a pulso, foi de factor a chefe de estação e finalmente o topo da carreira a que podia ambicionar - inspector de movimento. Ainda me lembro dele a estudar a sério para os exames do concurso para chefe e posteriormente para inspector.

    Claro que não vencer na vida não quer dizer automaticamente que se é preguiçoso ou malandro. Mas o que garanto é que muito frequente que quem não vence com muita frequência o é.

    Já é quase meio século disto. Já vi muita coisa. E isso é que faz falta a muitos. Ver mundo.
    Prelude e jimbo gostam disto.

  8. #280628
    Piloto Lendário EscapeLivre's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2012
    Localização
    "Não gosto de ser sequestrado. É uma coisa que me chateia"
    Posts
    39,672

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Avant Ver Post
    Não sou a favor de nada disso. Agora que a maioria tem esse problema do fatalismo tão português, tem.
    Quem se sente explorado tem todo o direito de reclamar e mudar se conseguir. Então mas o ponto todo da questão é esse.
    As empresas devem pagar bem, porque sem pagar bem os trabalhadores não estão motivados, e nunca será possível desenvolver uma actividade de alto valor acrescentado.

    Mas não devem pagar bem só porque sim, então e o povo pá, e esses argumentos. Isso não faz sentido nenhum.
    Como também não faz sentido nenhum algumas empresas (e o estado) queixarem-se que não aparece ninguém para trabalhar, isto mais desemprego é que era, esses malandros iam ver. Se não aparece é porque não existe mercado para esse trabalho por esse preço, portanto ou pagam mais, ou é inviável e fecha-se a empresa.

    Depois há a questão fiscal. Tenho a certeza que Portugal é dos países do mundo onde a diferença entre o que o trabalhador recebe líquido e o que a empresa tem de pagar em ordenado bruto e TSU é maior. Já foram dados alguns exemplos. Neste país, quem ganha mais de 1000€ é rico.
    Bom mas aí concordo.
    Não tem que se aumentar só porque sim, mas sim se há condições, se é merecido, etc etc.
    E se o posto de trabalho n faz sentido, tem que ir fora como é óbvio.

  9. #280629
    Piloto Lendário 330i's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2007
    Localização
    Amigos e defensores de Putin, vão direitinhos para a blacklist
    Posts
    31,214

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Montecristo81 Ver Post
    Não há economia de mercado sem regulação! Desde logo a mais fundamental: regulação da propriedade privada. E está mais que demonstrado que um mercado livre só é livre dentro de uma banda (larga) de funcionamento. Mas os limites da banda têm que estar traçados. Alias, essa é a grande virtude do mercado livre. O Estado estabelece as regulamentações e fica-se por aí mesmo. Não se imiscui mais, muito menos atua como player dentro do mercado.

    Quanto ao resto, plenamente de acordo. E nem é uma questão de se chamar socialismo, social democracia, ou seja lá o que for. É uma questão de constatação do óbvio. Se o modelo socio-económico dos últimos 20 e tal anos não funciona, que sentido faz insistir em mais do mesmo?!
    Fonix!
    Isso foi uma morteirada

    Mas não é esta regulação a que me referia, como é obvio

  10. #280630
    Chefe de Equipa Avant's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2003
    Posts
    29,263

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por 330i Ver Post
    Avant, se queres uma economia de mercado, ela não pode ser regulada, ou é de mercado ou é planificada e regulada. As duas coisas são incompativeis.
    Aí é que discordamos, e ela é bem necessária.

    A legislação Glass-Steagall nos EUA também foi revogada por pressão dos lobbies financeiros, que a autoregulação do mercado é perfeita, e todos sabemos como isso acabou.

    edit - enganei-me no quote
    Última edição por Avant : Ontem às 13:04:42

  11. #280631
    Piloto Veterano
    Data de Registo
    Aug 2004
    Posts
    22,375

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Avant Ver Post
    Pelo contrário. O meu pai é o perfeito exemplo de que mesmo na adversidade se pode prosperar de algum modo. Naquele tempo fez a 4a classe e acabou, tinha que vir para casa ajudar nas terras. Ele sempre quis estudar. Andou nesta vida até ir à tropa, onde foi destacado para um batalhão qualquer ferroviário, o que o ajudou a arranjar emprego na CP depois de sair da tropa. Apesar de nunca ter estudado mais academicamente, subiu na carreira a pulso, foi de factor a chefe de estação e finalmente o topo da carreira a que podia ambicionar - inspector de movimento. Ainda me lembro dele a estudar a sério para os exames do concurso para chefe e posteriormente para inspector.

    Claro que não vencer na vida não quer dizer automaticamente que se é preguiçoso ou malandro. Mas o que garanto é que muito frequente que quem não vence com muita frequência o é.

    Já é quase meio século disto. Já vi muita coisa. E isso é que faz falta a muitos. Ver mundo.
    Eu vi. E precisamente por isso sei que muitos que se acham fantásticos, na realidade, apenas pensam dessa forma porque não sabem a sorte que tiveram.
    EscapeLivre gosta disto.

  12. #280632
    Chefe de Equipa Avant's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2003
    Posts
    29,263

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Andre Ver Post
    há um factor que tens que ter em conta também…a inteligência e as capacidades não são iguais entre todos.

    o teu percurso é muito semelhante ao meu pai mas o facto é que ajudou muito o gajo ser bastante inteligente desde tenra idade.

    As sociedades melhoram quando permitem que as pessoas capazes cresçam e ultrapassem a sua condição social.

    mas as sociedades são boas quando além disso permitem um nível de vida digno a todos, incluindo os burros, os indigentes e quem não quer fazer a ponta de um…
    Nunca me considerei particularmente inteligente. Burro também não serei, mas tenho a perfeita noção que a minha vida foi até agora 90% de transpiração e 10% de inspiração...

    Por isso esse argumento comigo não colhe. Tirando os débeis mentais, que também os há, a grande maioria das pessoas têm grosso modo a mesma capacidade intelectual. Depois há os excepcionais, que descobrem a teoria da relatividade e ganham prémios Nobel. É acima de tudo uma questão de exercício e disciplina. Evidentemente que se não faço exercício, fumo, sou gordo e ando em tainadas, não posso esperar pôr-me de repente a correr 40 km com facilidade. Com o cérebro, na minha opinião, é bastante parecido.
    jimbo e Vocsa gostam disto.

  13. #280633
    Piloto Veterano
    Data de Registo
    Aug 2004
    Posts
    22,375

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Avant Ver Post
    Nunca me considerei particularmente inteligente. Burro também não serei, mas tenho a perfeita noção que a minha vida foi até agora 90% de transpiração e 10% de inspiração...

    Por isso esse argumento comigo não colhe. Tirando os débeis mentais, que também os há, a grande maioria das pessoas têm grosso modo a mesma capacidade intelectual. Depois há os excepcionais, que descobrem a teoria da relatividade e ganham prémios Nobel. É acima de tudo uma questão de exercício e disciplina. Evidentemente que se não faço exercício, fumo, sou gordo e ando em tainadas, não posso esperar pôr-me de repente a correr 40 km com facilidade. Com o cérebro, na minha opinião, é bastante parecido.
    Se tivesses crescido na zona J... Percebes a ideia?

    Eu quando era novo tinha muitas certezas, agora que estou velho tenho mais dúvidas do que certezas.
    EscapeLivre gosta disto.

  14. #280634
    Chefe de Equipa Avant's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2003
    Posts
    29,263

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Jbranco Ver Post
    Eu vi. E precisamente por isso sei que muitos que se acham fantásticos, na realidade, apenas pensam dessa forma porque não sabem a sorte que tiveram.
    Eu acho que fundamentalmente estamos a dizer a mesma coisa.

    Evidentemente que o acaso ou sorte pode ter um papel fundamental em casos individuais.
    O que eu estou a dizer é que a maioria queixa-se de não ter sorte, mas depois vai-se a ver, e nem compraram o bilhete da lotaria...
    jimbo e Vocsa gostam disto.

  15. #280635
    Piloto de Rallye Topolino's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2017
    Posts
    14,177

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Jbranco Ver Post
    Por alguma razão somos pobres há centenas de anos. O que não percebo é como ainda há rapaziada que defende uns grupos em detrimentos de outros.

    Ainda me lembro do que se dizia aquando do 25 de abril, da esperança de que "agora é que vai ser", mas não foi. Depois era a CEE, mas não foi. etc. E entretanto lá continuamos na cauda da europa, agora até ultrapassados por vários países da ex união soviética. Não temos emenda.
    Yep. Sempre à espera de um Dom Sebastião que nos torne ricos e prósperos de um dia para o outro. Sempre proccurando a riqueza fácil. Por isso especulamos com casas, carros usados etc., e gastamos milhões em jogos de sorte.

  16. #280636
    Piloto de Fórmula 1 jimbo's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2010
    Posts
    16,678

    Por Defeito

    é óbvio que para muita gente a vida não é fácil. Há condicionantes físicas, sócio-económicas, familiares, que tornam tudo mais difícil.

    mas na maioria dos casos, não é essa a causa principal. É apenas inércia, preguiça, acomodamento.

    olhem para trás, e olhem à vossa volta. Especialmente se tal como eu sempre frequentaram o ensino público. Os vossos antigos colegas de escola, aonde é que eles estão? E estão aí porquê? É porque tinham vidas realmente difíceis ou é porque simplesmente escolheram o caminho mais fácil?

    pensem no potencial de cada um, na sua envolvência familiar e façam as contas. Quantos se safaram?

    eu olho para trás e tanto vejo pessoas que as suas condicionantes pessoais influenciaram o seu futuro, como vejo pessoas que conseguiram compensar essas condicionantes com trabalho e esforço, como vejo pessoas que desperdiçaram condicionantes pessoais vantajosas e desperdiçaram totalmente a sua posição de vantagem.

    vejo um pouco de tudo, mas o que é sempre constante é que quem teve vontade, resiliência e querer, geralmente chegou mais longe. Quem escolheu o caminho mais fácil não se safou. Não me lembro de um único caso em que eu possa dizer "epa este gajo esforçou-se tanto e não tem mesmo sorte na vida". É mentira. Mas lembro-me de muitos casos que diziam que não tinham sorte na vida, enquanto era óbvio para os outros que não era sorte, era apenas fazer constantemente as escolhas erradas.


    e esse é o verdadeiro drama. É que é muito mais fácil vitimizar-se e culpar a família, o bairro, os patrões, os ricos, o capitalismo, ...., do que enfrentar a dolorosa realidade de que a pessoa chegou a uma certa idade e desperdiçou todo o seu potencial.
    Prelude gosta disto.

  17. #280637
    Piloto Lendário 330i's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2007
    Localização
    Amigos e defensores de Putin, vão direitinhos para a blacklist
    Posts
    31,214

    Por Defeito

    A geringonça liquidou o SNS
    (artigo premium)


    "Ninguém fez tanto como a geringonça para degradar o SNS e estimular o crescimento do sector privado na saúde em Portugal"

    Apesar de contar com a dedicação de muitos excelentes profissionais, o SNS sofre desde a sua concepção de problemas estruturais próprios de um sistema estatizado, ultra-burocrático, centralizado e sem mecanismos internos de concorrência. Mas foi a governação socialista no período da geringonça que lançou o SNS no caos e lamentável estado de degradação em que se encontra agora. Por extremismo e obsessão ideológica, as PPP na saúde foram liquidadas uma por uma – incluindo casos como o do Hospital de Braga que, com o fim da PPP, passou de ter excelentes indicadores para uma situação de notória desorganização e degradação dos serviços. E tudo isto enquanto se gastam mais recursos: não é caso único, mas vale a pena salientar também que apenas três anos depois do fim da PPP, o Hospital de Braga se encontra em situação de falência técnica.


    As responsabilidades políticas da geringonça no descalabro do SNS não se esgotam no entanto na cegueira ideológica que ditou o fim das PPP em detrimento da qualidade dos cuidados de saúde prestados aos portugueses. Também a reversão da aplicação em condições de igualdade com o sector privado das 40 horas de trabalho semanal agravou os problemas de funcionamento do SNS e ditou a subida de custos do sistema.


    Essa foi aliás uma entre várias medidas populistas que o governo socialista, sustentado no Parlamento por bloquistas e comunistas, tomou, revertendo medidas de racionalização e promoção de eficiência no uso de recursos no SNS que, ainda que de forma tímida e incompleta, tinham sido iniciadas no governo liderado por Pedro Passos Coelho. O caminho de racionalização e reorganização do SNS, que deu nesses anos os primeiros passos em condições muito difíceis, foi rapidamente abandonado por razões ideológicas e para a satisfação de vários grupos de interesses ligados ao sector.


    Esgotada a desculpa pandémica (e agravados muitos dos problemas no acesso à saúde pelos erros cometidos também nesse período), é hoje infelizmente claro o estado de colapso a que a combinação de obsessão ideológica com captura por grupos de interesses conduziu o SNS. Apesar de o sistema consumir cada vez mais recursos, os indicadores são cada vez piores: o caos e encerramentos nas urgências são recorrentes, muitos serviços de obstetrícia são incapazes de assegurar o seu próprio funcionamento regular, o número de portugueses sem médico de família aumentou, as listas de espera agravam-se, a inadequação do acompanhamento de doentes oncológicos é preocupante (tal como recentemente documentado pelo Tribunal de Contas), a mortalidade materna dispara para os valores mais altos desde há quase quatro décadas e até a mortalidade global aumenta significativamente sem explicação evidente para o efeito.
    Em resumo, apesar de consumir cada vez mais recursos, temos um SNS cada vez pior gerido e mais degradado. Daí que não surpreenda que cada vez mais portugueses (entre os que têm essa possibilidade), recorram a seguros de saúde privados, ao mesmo tempo que os impostos que pagam não lhes garantem o desejado e atempado acesso a cuidados de saúde. A este respeito, é muito oportuno e acertado o diagnóstico realizado por Rui Rocha:


    “Aqui chegados, e como sucede em qualquer doença, é fundamental não ficar pela identificação dos sintomas. Importa conhecer as causas para, depois, aplicar as terapêuticas. Ora, o mal que atormenta o SNS é aquilo a que poderíamos chamar de socialismo selvagem. Foi o socialismo selvagem que impôs o dogma de que os serviços de saúde públicos têm obrigatoriamente de ser prestados por entidades públicas. Foi o socialismo selvagem protagonizado por PCP, Bloco de Esquerda e PS que levou à extinção das PPP da saúde, soluções que funcionavam em termos de qualidade e eficiência, como foi reconhecido pelo Tribunal de Contas. É o socialismo selvagem que afasta qualquer lógica de concorrência entre diferentes unidades de saúde. É o socialismo selvagem que impede que os princípios de gestão e os indicadores de desempenho das unidades de saúde sejam definidos e monitorizados com rigor (como acontecia, aliás, nas PPP). Foi o socialismo selvagem que impôs a natureza absolutamente excecional do recurso a PPP na nova Lei de Bases da Saúde.”


    Perante esta situação não basta pedir a demissão da Ministra da Saúde Marta Temido. Como bem salienta Joaquim Miranda Sarmento, importa não esquecer que é o primeiro-ministro, enquanto líder do governo, o responsável pelo cada vez mais notório caos dos serviços públicos e em particular pela situação desastrosa do SNS. A manutenção de Marta Temido em funções no actual contexto é aliás útil para António Costa e para o PS por funcionar como uma espécie de escudo humano político que absorve as críticas pelo estado do SNS. Mais cedo ou mais tarde, é provável que Temido seja sacrificada. Quando esgotar a sua utilidade política ou quando a própria (compreensivelmente) decidir sair devido ao desgaste acumulado. Mas os problemas no SNS infelizmente permanecerão com graves consequências para a saúde dos portugueses. E o primeiro passo para os tratar é reconhecer que esses graves problemas resultam das políticas erradas seguidas pela geringonça e são por isso, em última instância, responsabilidade da governação socialista.
    jimbo gosta disto.

  18. #280638
    Piloto de Troféu Ccorreia's Avatar
    Data de Registo
    Aug 2006
    Localização
    Lisboa, , Portugal.
    Posts
    6,589

    Por Defeito

    Eu por acaso tenho "algum" apreço pela Marta Temido, que a meu ver, demonstra conhecer bem as realidade do sector, e vai aqui e ali , mandando umas directas para sindicatos, médicos/enfermeiros, geringonça. etc
    e imagino que deve ser impossível fazer omelete de 1 estrela michelin, sem sequer ter 2 ovos ! E parece que de vez em quando lhe emprestam 1 ovo, mas depois falta a frigideira !!!!
    Não estou com isto a desculpar, a dizer que não tem culpa, que o governo está inocente...
    mas as reformas são SEMPRE BOAS quando só afectam os outros, e imagino como deve ser difícil alterar 1 ou 2 décadas de vícios.
    só uma nota: ontem ouvi na Tv , que um médico que faça 24h como tarefeiro, ganha nesses dia 1.200€.... a conversa depois mudou, pois não quiseram aprofundar esse assunto.. mas parece-me que existem muitos rabos de palha nesta história.
    (tenho 3 primas que trabalham como enfermeiras, na zona do grande porto, e cada uma delas fazia part-times em 3 locais alternadamente - públicos/privados/inem/clinicas, e já em 2004/2005 tiravam >3.000€/mês)
    Última edição por Ccorreia : Ontem às 15:12:29

  19. #280639
    Chefe de Equipa Avant's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2003
    Posts
    29,263

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por 330i Ver Post
    A geringonça liquidou o SNS
    (artigo premium)


    "Ninguém fez tanto como a geringonça para degradar o SNS e estimular o crescimento do sector privado na saúde em Portugal"

    Apesar de contar com a dedicação de muitos excelentes profissionais, o SNS sofre desde a sua concepção de problemas estruturais próprios de um sistema estatizado, ultra-burocrático, centralizado e sem mecanismos internos de concorrência. Mas foi a governação socialista no período da geringonça que lançou o SNS no caos e lamentável estado de degradação em que se encontra agora. Por extremismo e obsessão ideológica, as PPP na saúde foram liquidadas uma por uma – incluindo casos como o do Hospital de Braga que, com o fim da PPP, passou de ter excelentes indicadores para uma situação de notória desorganização e degradação dos serviços. E tudo isto enquanto se gastam mais recursos: não é caso único, mas vale a pena salientar também que apenas três anos depois do fim da PPP, o Hospital de Braga se encontra em situação de falência técnica.


    As responsabilidades políticas da geringonça no descalabro do SNS não se esgotam no entanto na cegueira ideológica que ditou o fim das PPP em detrimento da qualidade dos cuidados de saúde prestados aos portugueses. Também a reversão da aplicação em condições de igualdade com o sector privado das 40 horas de trabalho semanal agravou os problemas de funcionamento do SNS e ditou a subida de custos do sistema.


    Essa foi aliás uma entre várias medidas populistas que o governo socialista, sustentado no Parlamento por bloquistas e comunistas, tomou, revertendo medidas de racionalização e promoção de eficiência no uso de recursos no SNS que, ainda que de forma tímida e incompleta, tinham sido iniciadas no governo liderado por Pedro Passos Coelho. O caminho de racionalização e reorganização do SNS, que deu nesses anos os primeiros passos em condições muito difíceis, foi rapidamente abandonado por razões ideológicas e para a satisfação de vários grupos de interesses ligados ao sector.


    Esgotada a desculpa pandémica (e agravados muitos dos problemas no acesso à saúde pelos erros cometidos também nesse período), é hoje infelizmente claro o estado de colapso a que a combinação de obsessão ideológica com captura por grupos de interesses conduziu o SNS. Apesar de o sistema consumir cada vez mais recursos, os indicadores são cada vez piores: o caos e encerramentos nas urgências são recorrentes, muitos serviços de obstetrícia são incapazes de assegurar o seu próprio funcionamento regular, o número de portugueses sem médico de família aumentou, as listas de espera agravam-se, a inadequação do acompanhamento de doentes oncológicos é preocupante (tal como recentemente documentado pelo Tribunal de Contas), a mortalidade materna dispara para os valores mais altos desde há quase quatro décadas e até a mortalidade global aumenta significativamente sem explicação evidente para o efeito.
    Em resumo, apesar de consumir cada vez mais recursos, temos um SNS cada vez pior gerido e mais degradado. Daí que não surpreenda que cada vez mais portugueses (entre os que têm essa possibilidade), recorram a seguros de saúde privados, ao mesmo tempo que os impostos que pagam não lhes garantem o desejado e atempado acesso a cuidados de saúde. A este respeito, é muito oportuno e acertado o diagnóstico realizado por Rui Rocha:


    “Aqui chegados, e como sucede em qualquer doença, é fundamental não ficar pela identificação dos sintomas. Importa conhecer as causas para, depois, aplicar as terapêuticas. Ora, o mal que atormenta o SNS é aquilo a que poderíamos chamar de socialismo selvagem. Foi o socialismo selvagem que impôs o dogma de que os serviços de saúde públicos têm obrigatoriamente de ser prestados por entidades públicas. Foi o socialismo selvagem protagonizado por PCP, Bloco de Esquerda e PS que levou à extinção das PPP da saúde, soluções que funcionavam em termos de qualidade e eficiência, como foi reconhecido pelo Tribunal de Contas. É o socialismo selvagem que afasta qualquer lógica de concorrência entre diferentes unidades de saúde. É o socialismo selvagem que impede que os princípios de gestão e os indicadores de desempenho das unidades de saúde sejam definidos e monitorizados com rigor (como acontecia, aliás, nas PPP). Foi o socialismo selvagem que impôs a natureza absolutamente excecional do recurso a PPP na nova Lei de Bases da Saúde.”


    Perante esta situação não basta pedir a demissão da Ministra da Saúde Marta Temido. Como bem salienta Joaquim Miranda Sarmento, importa não esquecer que é o primeiro-ministro, enquanto líder do governo, o responsável pelo cada vez mais notório caos dos serviços públicos e em particular pela situação desastrosa do SNS. A manutenção de Marta Temido em funções no actual contexto é aliás útil para António Costa e para o PS por funcionar como uma espécie de escudo humano político que absorve as críticas pelo estado do SNS. Mais cedo ou mais tarde, é provável que Temido seja sacrificada. Quando esgotar a sua utilidade política ou quando a própria (compreensivelmente) decidir sair devido ao desgaste acumulado. Mas os problemas no SNS infelizmente permanecerão com graves consequências para a saúde dos portugueses. E o primeiro passo para os tratar é reconhecer que esses graves problemas resultam das políticas erradas seguidas pela geringonça e são por isso, em última instância, responsabilidade da governação socialista.
    Lá está o viés ideológico, que também não dizem as coisas como elas são.

    O "sistema estatizado, ultra-burocrático, centralizado e sem mecanismos internos de concorrência" foi criado por Paulo Macedo, liquidando toda a autonomia de gestão e contratação dos serviços públicos de saúde. A geringonça, surpreendentemente ou não, não mexeu uma palha desde então.

    A questão das 35 horas pouca relevância teve na saúde. Os médicos já são contratados com horários de 40 horas há 20 anos. Na altura das 40h na FP, nenhum médico em 35h foi obrigado a passar às 40, porque senão tinham que lhe pagar pela tabela salarial das 40h. Não houve rigorosamente nenhuma alteração dos horários médicos nem na PAF nem a seguir com a Geringonça.

    Na saúde os poucos afectados foram os enfermeiros e os auxiliares mais velhos, que eram da velhinha FP das 35h. Desde há 20 anos que a esmagadora maioria dos hospitais contrata estes profissionais pelo código do trabalho e horário de 40h.

    Lá estão os problemas de ver isto como um clube de futebol, quando estão lá os nossos são os maiores, estes agora não prestam, apesar de estarem a fazer rigorosamente o que os "nossos" implementaram anteriormente.

  20. #280640
    Chefe de Equipa Avant's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2003
    Posts
    29,263

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Ccorreia Ver Post
    Eu por acaso tenho "algum" apreço pela Marta Temido, que a meu ver, demonstra conhecer bem as realidade do sector, e vai aqui e ali , mandando umas directas para sindicatos, médicos/enfermeiros, geringonça. etc
    Não conhece não. Conhece a realidade da cartilha da ENSP e do marido. Aliás, o verdadeiro ministro da saúde. Que diz que os médicos são o problema e não a solução, são uma cambada de preguiçosos, e isto sem eles funcionava muito melhor.

    Se conhecesse bem a realidade do sector, veria que isto era mais do que previsível. Já há 10 anos eu o dizia.

    Ou então eu conheço muito mais a realidade do sector do que ela. Mas eu quando estou nervoso, não me ponho a ouvir o hino da Intersindical.

  21. #280641
    Chefe de Equipa Avant's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2003
    Posts
    29,263

    Por Defeito

    Aliás, a solução encontrada pela sua comissão é de ir às lágrimas.

    Portanto, o problema é pagar demasiado aos tarefeiros...

  22. #280642
    Piloto Lendário 330i's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2007
    Localização
    Amigos e defensores de Putin, vão direitinhos para a blacklist
    Posts
    31,214

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Avant Ver Post
    Lá está o viés ideológico, que também não dizem as coisas como elas são.

    O "sistema estatizado, ultra-burocrático, centralizado e sem mecanismos internos de concorrência" foi criado por Paulo Macedo, liquidando toda a autonomia de gestão e contratação dos serviços públicos de saúde. A geringonça, surpreendentemente ou não, não mexeu uma palha desde então.

    A questão das 35 horas pouca relevância teve na saúde. Os médicos já são contratados com horários de 40 horas há 20 anos. Na altura das 40h na FP, nenhum médico em 35h foi obrigado a passar às 40, porque senão tinham que lhe pagar pela tabela salarial das 40h. Não houve rigorosamente nenhuma alteração dos horários médicos nem na PAF nem a seguir com a Geringonça.

    Na saúde os poucos afectados foram os enfermeiros e os auxiliares mais velhos, que eram da velhinha FP das 35h. Desde há 20 anos que a esmagadora maioria dos hospitais contrata estes profissionais pelo código do trabalho e horário de 40h.

    Lá estão os problemas de ver isto como um clube de futebol, quando estão lá os nossos são os maiores, estes agora não prestam, apesar de estarem a fazer rigorosamente o que os "nossos" implementaram anteriormente.

    Possivelmente há viés ideológico nos dois lados, no autor e em ti

    Mas no essencial continuas encalhado no Paulo Macedo e em 2011, já se passaram 11 anos e duas maiorias absolutas onde a Geringonça e o PS trouxeram a saúde até onde estamos agora, isto que temos é terceiro-mundista e qualquer pessoa que acompanhe o dia-a-dia politico-económico desta choldra conhece a relação de causalidade entre as opções politicas dos ultimos 7 anos, e o resultado final, e tu continuas a bater em 2011.....

    E as 35 horas teve impacto enorme nos custos da saúde sim, ou então o Tribunal de Contas não é gente de confiança. Nos médicos menos, mas MUITO nos enfermeiros e restante cadeia de serviços.

  23. #280643
    Piloto Lendário EscapeLivre's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2012
    Localização
    "Não gosto de ser sequestrado. É uma coisa que me chateia"
    Posts
    39,672

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por jimbo Ver Post
    é óbvio que para muita gente a vida não é fácil. Há condicionantes físicas, sócio-económicas, familiares, que tornam tudo mais difícil.

    mas na maioria dos casos, não é essa a causa principal. É apenas inércia, preguiça, acomodamento.

    olhem para trás, e olhem à vossa volta. Especialmente se tal como eu sempre frequentaram o ensino público. Os vossos antigos colegas de escola, aonde é que eles estão? E estão aí porquê? É porque tinham vidas realmente difíceis ou é porque simplesmente escolheram o caminho mais fácil?

    pensem no potencial de cada um, na sua envolvência familiar e façam as contas. Quantos se safaram?

    eu olho para trás e tanto vejo pessoas que as suas condicionantes pessoais influenciaram o seu futuro, como vejo pessoas que conseguiram compensar essas condicionantes com trabalho e esforço, como vejo pessoas que desperdiçaram condicionantes pessoais vantajosas e desperdiçaram totalmente a sua posição de vantagem.

    vejo um pouco de tudo, mas o que é sempre constante é que quem teve vontade, resiliência e querer, geralmente chegou mais longe. Quem escolheu o caminho mais fácil não se safou. Não me lembro de um único caso em que eu possa dizer "epa este gajo esforçou-se tanto e não tem mesmo sorte na vida". É mentira. Mas lembro-me de muitos casos que diziam que não tinham sorte na vida, enquanto era óbvio para os outros que não era sorte, era apenas fazer constantemente as escolhas erradas.


    e esse é o verdadeiro drama. É que é muito mais fácil vitimizar-se e culpar a família, o bairro, os patrões, os ricos, o capitalismo, ...., do que enfrentar a dolorosa realidade de que a pessoa chegou a uma certa idade e desperdiçou todo o seu potencial.
    Verdade, mas é injusto colocar as gerações todas no mesmo saco.
    Quem cresceu nos anos 80 por ex, teve muito mais oportunidades nos anos 90 e 00 que alguem que tenha nascido nos anos 50. ou 60 e 60 e muitos.

  24. #280644
    Piloto Lendário EscapeLivre's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2012
    Localização
    "Não gosto de ser sequestrado. É uma coisa que me chateia"
    Posts
    39,672

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Avant Ver Post
    Não conhece não. Conhece a realidade da cartilha da ENSP e do marido. Aliás, o verdadeiro ministro da saúde. Que diz que os médicos são o problema e não a solução, são uma cambada de preguiçosos, e isto sem eles funcionava muito melhor.

    Se conhecesse bem a realidade do sector, veria que isto era mais do que previsível. Já há 10 anos eu o dizia.

    Ou então eu conheço muito mais a realidade do sector do que ela. Mas eu quando estou nervoso, não me ponho a ouvir o hino da Intersindical.
    Fico sempre com a sensação que os médicos são como os musicos de violino ou como pilotos....são sempre aquelas classes que são perfeitas

    Brincadeirinha.

  25. #280645
    Chefe de Equipa Avant's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2003
    Posts
    29,263

    Por Defeito

    Eu não continuo encalhado em nada, o grande problema na saúde é o sistema criado por esse senhor quando foi ministro, coisa que agora os comentadeiros convenientemente ignoram.

    Até desencalhei do PS, vê lá, que em 7 anos não o vi a corrigir o problema. E bem que podia corrigir, em abono da verdade foi (apesar de algumas atoardas) o Correia de Campos que generalizou exactamente o sistema sem burocracia e descentralizado de contratação e que fomentava mecanismos internos de concorrência...

  26. #280646
    Chefe de Equipa Avant's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2003
    Posts
    29,263

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por EscapeLivre Ver Post
    Fico sempre com a sensação que os médicos são como os musicos de violino ou como pilotos....são sempre aquelas classes que são perfeitas

    Brincadeirinha.
    E no entanto, todo esse sentimento anti-médico dos governantes (desde o tempo da Leonor Beleza) trouxe-nos até aqui, não é verdade?

  27. #280647
    Piloto de Fórmula 1 Bolide's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2003
    Localização
    Portugal
    Posts
    17,101

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Avant Ver Post
    Eu não continuo encalhado em nada, o grande problema na saúde é o sistema criado por esse senhor quando foi ministro, coisa que agora os comentadeiros convenientemente ignoram.
    Então mas se em 2011 o PSD criou um sistema que não funciona, o governo muda e passado 7 anos com o PS continua tudo na mesma queres que se vá bater no PSD? Pelos vistos o PS gostou do sistema dele e não só o manteve na saúde como ainda o foi chamar para liderar a CGD... a sério queres mesmo defender estes sujeitos?
    nto gosta disto.

  28. #280648
    Piloto de Testes drifit's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2016
    Posts
    1,758

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Avant Ver Post
    Nunca me considerei particularmente inteligente. Burro também não serei, mas tenho a perfeita noção que a minha vida foi até agora 90% de transpiração e 10% de inspiração...

    Por isso esse argumento comigo não colhe. Tirando os débeis mentais, que também os há, a grande maioria das pessoas têm grosso modo a mesma capacidade intelectual.
    Estando ligado ao desenvolvimento e trabalhando diariamente com miúdos a quem são feitas avaliações de neuropsicologia, a partir das quais se conhecem as capacidades em cada uma das áreas cognitivas e consequentemente o QI geral, posso te dizer que isso não é, de todo, verdade. E relembro que o QI estabiliza pelos 6-7 anos*. Mesmo que o QI siga a curva de gauss, as competências nas diversas subescalas variam muito. Muitos miúdos, e futuramente adultos, não são orientados profissionalmente no caminho que tira melhor proveito das suas áreas mais fortes, a escola falha redondamente nisso, tal como coloca maior peso numas áreas do que noutras. Alguns lá calha disso acontecer (por sorte, por terem país ou algum professor mais atento) e, claro, outros há que acabam por ser fortes na maioria das áreas, têm a vida facilitada.


    *edit: o resultado dos testes de QI. Assim está mais correcto.
    Última edição por drifit : Ontem às 15:51:03
    michaelknight gosta disto.

  29. #280649
    Chefe de Equipa Avant's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2003
    Posts
    29,263

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Bolide Ver Post
    Então mas se em 2011 o PSD criou um sistema que não funciona, o governo muda e passado 7 anos com o PS continua tudo na mesma queres que se vá bater no PSD? Pelos vistos o PS gostou do sistema dele e não só o manteve na saúde como ainda o foi chamar para liderar a CGD... a sério queres mesmo defender estes sujeitos?
    Lê lá bem o que tenho escrito para cima. Evidentemente que a culpa é do PS e do ministério da saúde.

    No entanto, não vale a pena tentar reescrever a história e não identificar claramente a origem do problema. Tanta culpa tem quem criou este sistema abjecto como quem não mexeu uma palha para o mudar desde que é governo.

  30. #280650
    Chefe de Equipa Avant's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2003
    Posts
    29,263

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por drifit Ver Post
    Estando ligado ao desenvolvimento e trabalhando diariamente com miúdos a quem são feitas avaliações de neuropsicologia, a partir das quais se conhecem as capacidades em cada uma das áreas cognitivas e consequentemente o QI geral, posso te dizer que isso não é, de todo, verdade. E relembro que o QI estabiliza pelos 6-7 anos. Mesmo que o QI siga a curva de gauss, as competências nas diversas subescalas variam muito. Muitos miúdos, e futuramente adultos, não são orientados profissionalmente no caminho que tira melhor proveito das suas áreas mais fortes, a escola falha redondamente nisso, tal como coloca maior peso numas áreas do que noutras. Alguns lá calha disso acontecer (por sorte, por terem país ou algum professor mais atento) e, claro, outros há que acabam por ser fortes na maioria das áreas, têm a vida facilitada.
    Isso também é verdade. Se toda a gente for avaliada pela capacidade de subir às árvores, coitado do peixe.

Tópicos semelhantes

  1. 2011 Corvette C6 Euro-Spec
    Por Chevyvan na secção FÓRUM GERAL
    Respostas: 138
    Último Post: 28-05-21, 16:06:20
  2. Vamos ser um país rico!!!! IUPI!!!
    Por zerorpm na secção OFF Topic
    Respostas: 53
    Último Post: 20-02-16, 16:41:34
  3. Merkel planeia governo económico da zona euro
    Por Omega na secção OFF Topic
    Respostas: 113
    Último Post: 23-09-13, 16:49:45
  4. Globalização, Euro e empobrecimento do País
    Por eu na secção OFF Topic
    Respostas: 102
    Último Post: 16-11-11, 18:48:47
  5. Crescimento da Zona Euro acelera
    Por PeLeve na secção OFF Topic
    Respostas: 12
    Último Post: 10-11-06, 19:09:58

Etiquetas para este tópico

Regras de Colocação

  • Não pode criar tópicos
  • Não pode responder
  • Não pode colocar anexos
  • Não pode editar os seus posts
  •