[Sociedade] Manifestação de Protesto "Geração à Rasca", 12 Março - Página 5

Ver Resultados da Sondagem: Irás participar no Protesto?

Votantes
197. Não pode votar nesta sondagem
  • Sim

    76 38.58%
  • Não

    121 61.42%
Página 5 de 26 PrimeiraPrimeira ... 45615 ... ÚltimaÚltima
A mostrar resultados 121 para 150 de 758
Like Tree410Likes

Título: Manifestação de Protesto "Geração à Rasca", 12 Março

  1. #121
    Piloto de Provas de Perícia Helinhu's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2010
    Localização
    Gaia
    Posts
    888

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Rasec Ver Post
    Queres repensar a tua resposta?
    Não de forma alguma.. Basta ver os políticos deles que vão para a Assembleia de transportes públicos e vivem em apartamentos como todo o povo classe média..


  2. #122
    deleted
    Guest

    Por Defeito

    deleted

  3. #123
    Piloto de Provas de Perícia Helinhu's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2010
    Localização
    Gaia
    Posts
    888

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por - Ver Post
    Mas alguém acredita que isto vai ser ou ser usado de forma "apartidária"?

    Poderemos fazer o seguinte exercicio: Analisar os comentários, locais das reportagens e tempo de antena dedicado aos vários partidos.

    Apartidário..sim sim é isso e o Pai Natal!

    Nem vou alongar o conceito da "Geração à rasca"....

    Viva ao 25 de Abril.. Ups espera, fogo não passou tudo de um movimento do PS queres ver?

  4. #124
    Piloto de Fórmula 1 AyrtonRose's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2010
    Localização
    GPT-3
    Posts
    18,476

    Por Defeito

    A partir do momento em que o BE resolveu meter o bedelho e marcar presença...estraga tudo. Perde-se aquela sensação de revolta ou luta por quem anda a ser chulado, por mto que tentem convencer que a vida é mesmo assim, e fica no ar mais politiquice.

    Ou seja, o BE vai lá estar a mostrar que a politiquice, que nos anda a ***** a toda, vai continuar a *****. Apesar do protesto tb pretender ser um protesto contra a politiquice.

  5. #125
    Piloto de Rallye ricardodsb's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2009
    Localização
    VNG
    Posts
    10,447

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Helinhu Ver Post
    Viva ao 25 de Abril.. Ups espera, fogo não passou tudo de um movimento do PS queres ver?
    E queres um novo 25 de Abril, é?


  6. #126
    Piloto de Testes DerTeufel's Avatar
    Data de Registo
    Nov 2005
    Localização
    No departamento do chinês
    Posts
    4,042

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por AyrtonRose Ver Post
    A partir do momento em que o BE resolveu meter o bedelho e marcar presença...estraga tudo. Perde-se aquela sensação de revolta ou luta por quem anda a ser chulado, por mto que tentem convencer que a vida é mesmo assim, e fica no ar mais politiquice.

    Ou seja, o BE vai lá estar a mostrar que a politiquice, que nos anda a ***** a toda, vai continuar a *****. Apesar do protesto tb pretender ser um protesto contra a politiquice.
    Acho bem que o BE vá, porque o Louça também tem direito ao emprego estável e bem remunerado, e por outro lado vão defender a sua propriedade intelectual uma vez que o manifesto da Geração é claramente plágio das suas ideias.

  7. #127
    Piloto de Troféu Israel's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2008
    Localização
    Israel
    Posts
    6,514

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Helinhu Ver Post
    Viva ao 25 de Abril.. Ups espera, fogo não passou tudo de um movimento do PS queres ver?
    Não, foi um movimento dos militares, pelo povo ainda viviamos em ditadura.

  8. #128
    Piloto de Testes pateta's Avatar
    Data de Registo
    Oct 2010
    Posts
    2,220

    Por Defeito

    Deviam cantar "Oh Louçã vai po ..." ele ia logo embora.. Ou fazer moche ao Louçã

  9. #129
    Piloto Veterano BLADERUNNER's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2008
    Posts
    21,544

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por pateta Ver Post
    Desculpem mas porque é que dizem que as pessoas que vão para a "night" são irresponsáveis e que não querem saber disto para nada?
    Eu saio algumas vezes e não é por isso que deixo de cumprir deveres e tentar ser responsável perante a sociedade e os outros.
    Se estão na night ou a dormir é irrelevante. Relevante é o facto de a maioria não estar a votar.

    Quando vou votar, aqui nas cidades do interior, a grande maioria dos votantes são pessoas de idade. Pessoas que vêm de táxi, transportes públicos em carros e carrinhas de aluguer. Mas vêm.
    Jovens vêem-se poucos. Mas isto são factos como já referi antes – a camada mais jovem é aquela que menos vota. Investiguem e informem-se, sff.

    Agora, estarem a fazer-se passar apenas por vítimas, também não. A juventude tem sido desprezada, mas também porque nunca se interessaram pela política nem em fazer o julgamento dos governantes no sítio certo – nas urnas de voto.
    Se não querem votar em ninguém, então votem em branco como forma de protesto. Mas votem em vez de não participarem e depois deitarem a culpas nos outros.

    Deixam que os outros decidam o futuro por eles e depois vêem criticar? Apoio-os imenso neste seu protesto, mas este puxão de orelhas é merecido e eles sabem-no bem.
    Claro que agora temos de olhar para a frente, mas aprender com os erros do passado faz parte do processo de aprendizagem.

    Toda esta miséria de jovens com precariedade no trabalho, a contrato de 6 meses, a recibos verdes, a salário mínimo e desempregados (alguns que ainda nem sequer o 1º emprego conseguiram) tem de ser denunciada. Mas, nas próximas eleições, lembrem-se que ficar em casa não resolve nada.
    É que, há uns anos, votar representava um sonho, e agora que isso se tornou realidade poucas pessoas o aproveitam. Depois queixamo-nos todos desta ditadura camuflada...
    Evolution6 e blah gostam disto.

  10. #130
    Piloto de Testes pateta's Avatar
    Data de Registo
    Oct 2010
    Posts
    2,220

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por BLADERUNNER Ver Post
    Se estão na night ou a dormir é irrelevante. Relevante é o facto de a maioria não estar a votar.

    Quando vou votar, aqui nas cidades do interior, a grande maioria dos votantes são pessoas de idade. Pessoas que vêm de táxi, transportes públicos em carros e carrinhas de aluguer. Mas vêm.
    Jovens vêem-se poucos. Mas isto são factos como já referi antes – a camada mais jovem é aquela que menos vota. Investiguem e informem-se, sff.

    Agora, estarem a fazer-se passar apenas por vítimas, também não. A juventude tem sido desprezada, mas também porque nunca se interessaram pela política nem em fazer o julgamento dos governantes no sítio certo – nas urnas de voto.
    Se não querem votar em ninguém, então votem em branco como forma de protesto. Mas votem em vez de não participarem e depois deitarem a culpas nos outros.

    Deixam que os outros decidam o futuro por eles e depois vêem criticar? Apoio-os imenso neste seu protesto, mas este puxão de orelhas é merecido e eles sabem-no bem.
    Claro que agora temos de olhar para a frente, mas aprender com os erros do passado faz parte do processo de aprendizagem.

    Toda esta miséria de jovens com precariedade no trabalho, a contrato de 6 meses, a recibos verdes, a salário mínimo e desempregados (alguns que ainda nem sequer o 1º emprego conseguiram) tem de ser denunciada. Mas, nas próximas eleições, lembrem-se que ficar em casa não resolve nada.
    É que, há uns anos, votar representava um sonho, e agora que isso se tornou realidade poucas pessoas o aproveitam. Depois queixamo-nos todos desta ditadura camuflada...
    E o que é que eu disse?

    Mas seguindo, não pegaste no melhor exemplo (aldeia / jovens)

  11. #131
    Piloto de Testes 407coupe's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2005
    Posts
    4,369

    Por Defeito

    concordo com a manifestação e apoio-a, apesar de não estar presente no dia 12 de Março.
    eu começei a minha manifestação no dia das eleições, onde fiz questão de ir e não gastei caneta.
    aliás, tenho a opinião de que aquilo que nos está a acontecer hoje já era mais que previsto antes das eleições e espanta-me como é que aquele tipo foi re-eleito e ainda sobraram votos para os outros. com uma "ementa" como a que nós tivemos nas últimas eleições, acho que a escolha do povo foi "no menos mau" quando, aí sim, deveria ter havido um boicote geral de protesto às eleições.
    Israel gosta disto.

  12. #132
    Piloto Veterano BLADERUNNER's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2008
    Posts
    21,544

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por pateta Ver Post
    E o que é que eu disse?

    Mas seguindo, não pegaste no melhor exemplo (aldeia / jovens)
    Sei que não é o melhor exemplo, por isso falei nas estatísticas.
    Também acho muito bem que nos divirtamos, afinal, é o melhor que levamos desta vida. Manifestar sempre foi algo que fiz e aconselho a que façam. Críticos de trazer por casa já temos demais.


    Esta frase tem séculos, mas aplica-se na perfeição à nossa relação com os políticos:

    “É uma infelicidade da época, que os doidos guiem os cegos.” (Shakespeare, William)

    Mais palavras para quê?...
    MariaHelena gosta disto.

  13. #133
    Piloto de Testes pateta's Avatar
    Data de Registo
    Oct 2010
    Posts
    2,220

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por BLADERUNNER Ver Post
    Sei que não é o melhor exemplo, por isso falei nas estatísticas.
    Também acho muito bem que nos divirtamos, afinal, é o melhor que levamos desta vida. Manifestar sempre foi algo que fiz e aconselho a que façam. Críticos de trazer por casa já temos demais.


    Esta frase tem séculos, mas aplica-se na perfeição à nossa relação com os políticos:

    “É uma infelicidade da época, que os doidos guiem os cegos.” (Shakespeare, William)

    Mais palavras para quê?...
    Já agora onde tem as estatísticas?
    Realmente é triste haver poucos jovens a votar, na minha zona por acaso votamos bastante

    "Críticos de trazer por casa já temos demais." o pior é que muitos nem disso merecem ser chamados..

  14. #134
    Piloto de Troféu BEF1FAN's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2010
    Localização
    Sintra
    Posts
    8,159

    Por Defeito

    Bem, parece que este é que vai ser o próximo encontro FAHO ...

  15. #135
    Piloto de Testes pateta's Avatar
    Data de Registo
    Oct 2010
    Posts
    2,220

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por BEF1FAN Ver Post
    Bem, parece que este é que vai ser o próximo encontro FAHO ...
    Tomara uma parte dos manifestantes tivesse a cabeça no lugar como muita gente tem aqui.

  16. #136
    Piloto de Fórmula 1 AyrtonRose's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2010
    Localização
    GPT-3
    Posts
    18,476

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por pateta Ver Post
    Tomara uma parte dos manifestantes tivesse a cabeça no lugar como muita gente tem aqui.

    que lugar?

  17. #137
    Piloto de Testes pateta's Avatar
    Data de Registo
    Oct 2010
    Posts
    2,220

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por AyrtonRose Ver Post
    que lugar?


    Eu acho que me fiz entender

  18. #138
    Piloto de Testes
    Data de Registo
    Aug 2010
    Localização
    FeijóCity
    Posts
    1,301

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Helinhu Ver Post


    Noruega,Suécia, Alemanha, Japão, queres mais?

    Fonte: Vivi 3 anos no Japão


    Estarei presente na do Porto, até porque é perto do meu local de trabalho e meu patrão aconselhou todos os seus empregados jovens a lutar pelos direitos pelo que teremos todos dispensa da parte de tarde..

    Que é feito dos portugueses de 1500?
    Comparar Portugal a esses países e ignorar as diferenças culturais e geográficas é no mínimo... interessante!
    A principal riqueza da Noruega é o petróleo coisa que por cá não abunda. Depois a carga fiscal nesses paises é bem mais alta, na suécia o máximo da tributação irs é de 58%, em portugal é 45%, isto para quem tem rendimentos acima de 150.000€. nos escalões médios temos uma carga fiscal abaixo da média europeia.
    Querem participação do estado em tudo mas de preferência sem pagar, (mais) impostos.

  19. #139
    Piloto de Testes NunoMF's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2010
    Localização
    Irlanda, EUSSR
    Posts
    2,769

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por TRLOURENCO Ver Post
    Comparar Portugal a esses países e ignorar as diferenças culturais e geográficas é no mínimo... interessante!
    A principal riqueza da Noruega é o petróleo coisa que por cá não abunda. Depois a carga fiscal nesses paises é bem mais alta, na suécia o máximo da tributação irs é de 58%, em portugal é 45%, isto para quem tem rendimentos acima de 150.000€. nos escalões médios temos uma carga fiscal abaixo da média europeia.
    Querem participação do estado em tudo mas de preferência sem pagar, (mais) impostos.
    Não temos não.

    É preciso notar que em Portugal todos pagam 35% de segurança social, só que o estado não tem a honestidade de mostrar isso ao contribuinte. O estranho é que se dissermos que 24% são contribuição da entidade empregadora então magicamente já não conta.

    Contando com isso, com as taxas de IRS muito altas (eu ainda não encontrei outro país Europeu em que 1000 euros paguem tanto como em Portugal), todos os impostos altíssimos sobre veículos, combustíveis, IMI, IVA, etc, Portugal tem uma carga fiscal elevadíssima.

    Eu pago mais ou menos metade na Irlanda de IRS e SS que pagaria aí. Os meus descontos são de 500 euros, em Portugal o mesmo salário paga 1225 euros. Faz diferença.
    AirManMajor gosta disto.

  20. #140
    Piloto Veterano BLADERUNNER's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2008
    Posts
    21,544

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por pateta Ver Post
    Já agora onde tem as estatísticas?
    Sabem, antigamente aos 20 anos já se tinha um enxoval, já se tinha uma profissão e quase sempre um emprego, muitas vezes já se constituía família e havia responsabilidades acrescidas.

    Actualmente, os filhos foram criados cheios de apoios, demasiados brinquedos e protecção, e não foram preparados para a vida, sendo que só depois dos 30 é que muitos começam a despertar.
    Hoje em dia já se começam a aperceber que ficar em casa dos pais não é vida e que começam a ter de aguentar o "passar do prazo" porque o país os desprezou. Soube bem estar em casa sem responsabilidades e preocupações de maior, e os estado soube disso deixando-os estar quietinhos sem chatear. Agora, enfrentam a dura realidade de começarem a sentir que foram esquecidos.

    Se antigamente lutava-se para ter uma profissão, agora entrámos na euforia de “o que é preciso é ter um curso” e depois caem no logro de ter um canudo que não serve para nada, por não se ter pensado na saída profissional que o curso poderia dar.

    As universidades também o que queriam era matrículas e propinas num país onde o estado – que gasta tanto em estudos para tudo e mais um par de botas para favorecer os gabinetes dos “amigos” – nunca se deu ao trabalho de investigar quais os cursos que têm saída e os que fazem falta ao mercado (dentro de uma perspectiva de desenvolvimento e de futuro).

    Está aqui uma notícia já com uma década, mas que parece pouco actual, por pecar por defeito, pois hoje a realidade é bem pior, em absentismo eleitoral, consumismo e falta de responsabilidade.
    As governações queriam os jovens distraídos e eles – na sua imaturidade – deixaram-se levar facilmente.
    Política: abster-se
    O mesmo se pode dizer da política tradicional. Muitos dos «14/25» portugueses, como Isabel Vieira, 20 anos, não têm «grande certeza da eficácia do voto», e, embora sensíveis a temas sociais, não parecem tão activos como os outros europeus. «Hoje, os jovens mostram valores mais pós-materialistas: defendem o ambiente, a paz, o diálogo, a expressão individual», sublinha o sociólogo Machado Pais. Criam os seus ideais nesses movimentos sociais e já não nos partidos políticos.
    Assim, os jovens portugueses votam pouco – mais de metade não participou nas legislativas de 1999. Depois do factor idade, as razões para este absentismo indicadas no estudo Condutas de Risco, Práticas Sociais e Atitudes Perante o Corpo, do Observatório da Juventude, foram «a política não me interessa» (21,5 %), «não estar recenseado» (12,6%), «não ter tido oportunidade devido a doença, estar afastado do círculo eleitoral ou outra razão» e «não ter confiança nos políticos portugueses (6,5 por cento).
    Ana, 17 anos, ajuda-nos a compreender melhor a forma de pensamento desta nova geração portuguesa: «Tal como o voto, o malabarismo é uma forma de expressão», garante esta rapariga a quem todos tratam por Pólen. Traz na mão, um devil stick (instrumento de malabarismo), prenda de aniversário há dois meses. Penteado com algumas rastras, tatuagem nas costas, piercing na língua, pestanas pintadas de azul, pulseiras coloridas nos braços e um grande brinco na orelha esquerda, junta-se a Margarida, da mesma idade, que brinca com três bolas de malabarismo. E chegam Dânia e Mara e muitos mais. Num instante, o pátio da Escola Padre António Viera, em Lisboa, transforma-se num circo. Agitam swings (fitas), fazem acrobacias com argolas e brincam com a «pulga» (um pequeno instrumento que salta quando atirado ao chão). Ana incendeia o devil stick, tentando não se queimar nem engolir o álcool que tem na boca para «cuspir fogo». Risonha, Pólen revela que gostava que a sua geração deixasse uma marca. «Era bom que ficássemos conhecidos como aqueles que mostraram que a vida é para ser aproveitada.» É por isso que acrescenta, logo de seguida: «Acredito que ir à praia e apanhar sol também é uma maneira de nos expressarmos.» Para Ana, o importante é não ceder a demasiadas preocupações, nem ter pensamentos negativos. Aliás, chama a si e aos da sua idade, «a geração "se bem"». De «está-se bem».
    Consumistas e pouco letrados
    Gastar e não estudar, podia ser o lema: Há dois anos a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico avaliou a literacia dos jovens de 32 países em leitura, matemática e ciências. Mais de metade dos cerca de 4 600 inquiridos portugueses revelou níveis muito baixos. Pior, só os luxemburgueses e os mexicanos (e os gregos, em matemática). Acima na tabela, ficou a Alemanha, mas o país entrou em choque por, ainda assim, ter ficado abaixo da média da OCDE. Por outro lado, segundo um estudo do Observatório do Comércio, o grupo etário 12-14 anos recebe uma semanada média de 5,08 euros, enquanto a maioria dos de 15-18 anos aufere uma semanada de 13,26 euros. Os da faixa 19 -25 dispõem, mensalmente, de 318,73 euros. Neste grupo, 39% tem rendimentos de trabalho fixo. O vestuário e o calçado são os produtos preferidos dos jovens de qualquer classe, idade ou região. Seguem-se as «saídas à noite», e a compra de perfumes e CDs.

    Ler mais: http://www.caleidoscopio.online.pt/conteudos/jovens/Geracao_Y.pdf
    Outros, de entre imensos estudos, análises e notícias (há que procurar):
    http://www.destak.pt/artigo/1101

    http://consolatajovem.blogspot.com/2010/05/jovens-portugueses-interessam-se-pouco.html
    Última edição por BLADERUNNER : 09-03-11 às 15:54:10
    Speedy e AirManMajor gostam disto.

  21. #141
    Piloto de Testes pateta's Avatar
    Data de Registo
    Oct 2010
    Posts
    2,220

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por BLADERUNNER Ver Post
    Sabem, antigamente aos 20 anos já se tinha um enxoval, já se tinha uma profissão e quase sempre um emprego, muitas vezes já se constituía família e havia responsabilidades acrescidas.

    Actualmente, os filhos foram criados cheios de apoios, demasiados brinquedos e protecção, e não foram preparados para a vida, sendo que só depois dos 30 é que muitos começam a despertar.
    Hoje em dia já se começam a aperceber que ficar em casa dos pais não é vida e que começam a ter de aguentar o "passar do prazo" porque o país os desprezou. Soube bem estar em casa sem responsabilidades e preocupações de maior, e os estado soube disso deixando-os estar quietinhos sem chatear. Agora, enfrentam a dura realidade de começarem a sentir que foram esquecidos.

    Se antigamente lutava-se para ter uma profissão, agora entrámos na euforia de “o que é preciso é ter um curso” e depois caem no logro de ter um canudo que não serve para nada, por não se ter pensado na saída profissional que o curso poderia dar.

    As universidades também o que queriam era matrículas e propinas num país onde o estado – que gasta tanto em estudos para tudo e mais um par de botas para favorecer os gabinetes dos “amigos” – nunca se deu ao trabalho de investigar quais os cursos que têm saída e os que fazem falta ao mercado (dentro de uma perspectiva de desenvolvimento e de futuro).

    Está aqui uma notícia já com uma década, mas que parece pouco actual, por pecar por defeito, pois hoje a realidade é bem pior, em absentismo eleitoral, consumismo e falta de responsabilidade.
    As governações queriam os jovens distraídos e eles – na sua imaturidade – deixaram-se levar facilmente.

    Outros, de entre imensos estudos, análises e notícias (há que procurar):
    http://www.destak.pt/artigo/1101

    http://consolatajovem.blogspot.com/2010/05/jovens-portugueses-interessam-se-pouco.html

  22. #142
    Piloto de Rallye Joana1984's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2008
    Localização
    Por aí
    Posts
    11,148

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por BLADERUNNER Ver Post
    Sabem, antigamente aos 20 anos já se tinha um enxoval, já se tinha uma profissão e quase sempre um emprego, muitas vezes já se constituía família e havia responsabilidades acrescidas.

    Actualmente, os filhos foram criados cheios de apoios, demasiados brinquedos e protecção, e não foram preparados para a vida, sendo que só depois dos 30 é que muitos começam a despertar.
    Hoje em dia já se começam a aperceber que ficar em casa dos pais não é vida e que começam a ter de aguentar o "passar do prazo" porque o país os desprezou. Soube bem estar em casa sem responsabilidades e preocupações de maior, e os estado soube disso deixando-os estar quietinhos sem chatear. Agora, enfrentam a dura realidade de começarem a sentir que foram esquecidos.

    Se antigamente lutava-se para ter uma profissão, agora entrámos na euforia de “o que é preciso é ter um curso” e depois caem no logro de ter um canudo que não serve para nada, por não se ter pensado na saída profissional que o curso poderia dar.

    As universidades também o que queriam era matrículas e propinas num país onde o estado – que gasta tanto em estudos para tudo e mais um par de botas para favorecer os gabinetes dos “amigos” – nunca se deu ao trabalho de investigar quais os cursos que têm saída e os que fazem falta ao mercado (dentro de uma perspectiva de desenvolvimento e de futuro).

    Está aqui uma notícia já com uma década, mas que parece pouco actual, por pecar por defeito, pois hoje a realidade é bem pior, em absentismo eleitoral, consumismo e falta de responsabilidade.
    As governações queriam os jovens distraídos e eles – na sua imaturidade – deixaram-se levar facilmente.

    Outros, de entre imensos estudos, análises e notícias (há que procurar):
    http://www.destak.pt/artigo/1101

    http://consolatajovem.blogspot.com/2010/05/jovens-portugueses-interessam-se-pouco.html
    Mas achas justo que um jovem vá para Medicina (Curso com saída profissional), mesmo sem ter aptidões para a coisa ,ao invés de ir para Psicologia (há menos saídas profissionais), sendo este o curso que o realiza a uma série de níveis?

  23. #143
    Piloto de Troféu Israel's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2008
    Localização
    Israel
    Posts
    6,514

    Por Defeito

    ......
    Última edição por Israel : 09-03-11 às 16:27:37

  24. #144
    Piloto Lendário Rasec's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2004
    Localização
    BrewMaster
    Posts
    35,661

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Joana1984 Ver Post
    Mas achas justo que um jovem vá para Medicina (Curso com saída profissional), mesmo sem ter aptidões para a coisa ,ao invés de ir para Psicologia (há menos saídas profissionais), sendo este o curso que o realiza a uma série de níveis?

    Desde que esse jovem que segue psicologia mesmo sabendo das poucas oportunidades que terá depois não se venha queixar que não tem emprego e que o estado é que tem responsabilidade de lhe arranjar trabalho, é lá com ele!!

    curiosamente, a minha irmã tinha notas para medicina e escolheu psicologia. Mas gostava tanto daquilo e era tão boa naquilo que fazia, que quando ainda estava no 4º ano já tinha 3 propostas de emprego à espera dela... quando acabou o último ano, não enviou um único CV, foi mesmo só escolher onde quis trabalhar. E desde aí tem sido sempre assim...

    Quando se é bom naquilo que se faz, há sempre oportunidades!
    DarkRose e NunoMF gostam disto.

  25. #145
    Piloto Veterano BLADERUNNER's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2008
    Posts
    21,544

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Joana1984 Ver Post
    Mas achas justo que um jovem vá para Medicina (Curso com saída profissional), mesmo sem ter aptidões para a coisa ,ao invés de ir para Psicologia (há menos saídas profissionais), sendo este o curso que o realiza a uma série de níveis?
    Acho que a interligação entre as universidades e o mercado de trabalho deveria ter sido promovida pelo Estado que nunca quis saber.

    A falta de articulação e visão é que faz com que não se aproveite o valor dos nossos jovens - a maior riqueza que o nosso país tem. Uma riqueza que não está no subsolo, está nas pessoas e, em especial, na juventude (não me façam de velho, pois sou muito mais novo do que a maioria pensa e estou tão revoltado como vós, nem queiram saber quanto!).

    Os favores políticos e os interesses económicos particulares estiveram sempre à frente dos interesses das pessoas, pelo que no nosso país nada funciona por culpa de quem não sabe gerir e administrar os recursos de tão ocupado que está com outros interesses mais prementes para uns quantos.

    Todos nós somos carne para canhão, porque os anos passam e esta gente cumpre mandatos e nada faz a não ser multiplicar os escândalos politico-financeiros e arranjar tachos. O país - esse que é constituído por pessoas - acaba por ficar cada vez pior. Algo está mal, muito mal e é hora de dizer BASTA!

  26. #146
    Piloto de Provas de Perícia Helinhu's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2010
    Localização
    Gaia
    Posts
    888

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por TRLOURENCO Ver Post
    Comparar Portugal a esses países e ignorar as diferenças culturais e geográficas é no mínimo... interessante!
    A principal riqueza da Noruega é o petróleo coisa que por cá não abunda. Depois a carga fiscal nesses paises é bem mais alta, na suécia o máximo da tributação irs é de 58%, em portugal é 45%, isto para quem tem rendimentos acima de 150.000€. nos escalões médios temos uma carga fiscal abaixo da média europeia.
    Querem participação do estado em tudo mas de preferência sem pagar, (mais) impostos.

    Desculpa enganei-me.. Pensava que Portugal na época em que foi a Maior potência Mundial estava exactamente no mesmo ponto geográfico que nos dias actuais mas pelos vistos enganei-me.. E na altura o que éramos em diferenças culturais em relação á Inglaterra, França,Espanha, Holanda e etc não era mais abismal do que é hoje em dia? Desculpas desse género não me servem, ou vais-me dizer que a Arábia Saudita também é como a Noruega só porque tem ainda mais petróleo?

    O que mudou foi o povo e a forma de viver o amor a Portugal.. Infelizmente somos uma triste cambada de ceguinhos que andamos a rasto de lambões..

  27. #147
    Piloto de Troféu zerorpm's Avatar
    Data de Registo
    Jun 2003
    Posts
    6,637

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por BLADERUNNER Ver Post
    Acho que a interligação entre as universidades e o mercado de trabalho deveria ter sido promovida pelo Estado que nunca quis saber.

    BASTA!
    Eu sei que és um grande profissional, dedicas muitas horas em prol da comunidade escolar, és um modelo na tua área, já viste muito, etc, etc.

    Mas as Universidades têm autonomia, abrem os cursos que bem querem e que bem entendem... Ou achas que o Estado pode dizer que esse curso não pode abrir porque já existe um parecido? É que a lei das farmácias é só uma...

    Citação Originalmente Colocado por BLADERUNNER Ver Post
    Os favores políticos e os interesses económicos particulares estiveram sempre à frente dos interesses das pessoas, pelo que no nosso país nada funciona por culpa de quem não sabe gerir e administrar os recursos de tão ocupado que está com outros interesses mais prementes para uns quantos.
    Isto é discurso de cassete, contra os canhões marchar, marchar... O MAO Tse Tung, teve um discurso parecido e tomou posse de toda a iniciativa privada... Não estou com isto a dizer que não existem interesses instalados, mas não é só o Estado... Basta reparar nas classes profissionais que existe e puxam a brasa à sua sardinha:
    - A Ordem dos Advogados com os grande escritórios;
    - A Ordem dos Médicos com os seus numerus clausus;
    - Os Juízes com as suas exigências
    - Os sindicatos com as suas agendas;
    - Os empresários com as suas agendas
    - As farmácias e a exclusividade
    - As fábricas de medicamentos com a propaganda anti-genérico
    Etc.

    Nem tanto ao mar nem tanto à terra...

    A solução não está em apontar o dedo ao Estado, ao manel, aos políticos, aos desempregados, aos professores de EVT... Tem de estar no TODO... Em Portugal!

    Enquanto uns puxarem para um lado e outros para outro, não vai haver entendimento e não teremos progressos...

    Basta ver a situação dos professores de EVT que argumentam que é perigoso apenas estar um professor na aula... Palavras para quê?
    Última edição por zerorpm : 09-03-11 às 18:36:43

  28. #148
    Piloto de Testes MariaHelena's Avatar
    Data de Registo
    Jun 2008
    Posts
    2,612

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por zerorpm Ver Post
    Eu sei que és um grande profissional, dedicas muitas horas em prol da comunidade escolar, és um modelo na tua área, já viste muito, etc, etc.

    Mas as Universidades têm autonomia, abrem os cursos que bem querem e que bem entendem... Ou achas que o Estado pode dizer que esse curso não pode abrir porque já existe um parecido? É que a lei das farmácias é só uma...



    Isto é discurso de cassete, contra os canhões marchar, marchar... O MAO Tse Tung, teve um discurso parecido e tomou posse de toda a iniciativa privada... Não estou com isto a dizer que não existem interesses instalados, mas não é só o Estado... Basta reparar nas classes profissionais que existe e puxam a brasa à sua sardinha:
    - A Ordem dos Advogados com os grande escritórios;
    - A Ordem dos Médicos com os seus numerus clausus;
    - Os Juízes com as suas exigências
    - Os sindicatos com as suas agendas;
    - Os empresários com as suas agendas
    - As farmácias e a exclusividade
    - As fábricas de medicamentos com a propaganda anti-genérico
    Etc.

    Nem tanto ao mar nem tanto à terra...

    A solução não está em apontar o dedo ao Estado, ao manel, aos políticos, aos desempregados, aos professores de EVT... Tem de estar no TODO... Em Portugal!

    Enquanto uns puxarem para um lado e outros para outro, não vai haver entendimento e não teremos progressos...

    Basta ver a situação dos professores de EVT que argumentam que é perigoso apenas estar um professor na aula... Palavras para quê?
    Mas em minha opinião, quem quer o todo, ...é mais assertivo,...

    Já uma vez lhe disse que quem tem telhados de vidro,...não deita pedras. A sua área não é a Justiça,...quer maior lodo do que esse???

  29. #149
    Piloto de Troféu zerorpm's Avatar
    Data de Registo
    Jun 2003
    Posts
    6,637

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por MariaHelena Ver Post
    Mas em minha opinião, quem quer o todo, ...é mais assertivo,...

    Já uma vez lhe disse que quem tem telhados de vidro,...não deita pedras. A sua área não é a Justiça,...quer maior lodo do que esse???
    Não, não é a justiça...

    É a de muitos, a do povo, dos simples trabalhadores (é tão fácil ser demagogo...)

  30. #150
    Piloto de Testes UmDois's Avatar
    Data de Registo
    Nov 2005
    Localização
    braga, , Portugal.
    Posts
    3,435

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Rasec Ver Post

    Quando se é bom naquilo que se faz, há sempre oportunidades!



    A geração rasca está à rasca porque é rasca.
    Não sabem fazer nada, não se empenham em nada, não tem capacidade para fazer nada... a não ser para dizer mal.

    Querem tudo por nada.

    Mai nada, palavras bonitas guardo-as no sótão.
    Alpiger gosta disto.

Página 5 de 26 PrimeiraPrimeira ... 45615 ... ÚltimaÚltima

Tópicos semelhantes

  1. Manifesto da Geração À Rasca
    Por prymo na secção OFF Topic
    Respostas: 7
    Último Post: 24-02-11, 12:24:44
  2. Se a geração anterior era rasca, que dizer desta?
    Por Thatsme na secção OFF Topic
    Respostas: 137
    Último Post: 10-05-08, 00:44:09
  3. Respostas: 54
    Último Post: 16-03-08, 21:56:57
  4. Pois é, no meu tempo chamavam-me geração rasca...
    Por Baiones na secção OFF Topic
    Respostas: 32
    Último Post: 04-12-07, 20:56:15
  5. Depois da geração rasca... vem a geração brega?
    Por paralelo na secção OFF Topic
    Respostas: 78
    Último Post: 23-12-06, 00:13:24

Regras de Colocação

  • Não pode criar tópicos
  • Não pode responder
  • Não pode colocar anexos
  • Não pode editar os seus posts
  •