[Estradas] EN2 A estrada que atravessa o país

Página 1 de 9 12 ... ÚltimaÚltima
A mostrar resultados 1 para 30 de 262
Like Tree135Likes

Título: EN2 A estrada que atravessa o país

  1. #1
    Piloto de Testes
    Data de Registo
    Nov 2006
    Localização
    Cidade
    Posts
    4,158

    Por Defeito EN2 A estrada que atravessa o país

    Estava a ler a manchete do jornal I quando algo me desperta a atenção:

    Citação Originalmente Colocado por IOnline
    "Ninguém vai mais pela EN2". Esta foi uma das frases mais ouvidas por João Catarino enquanto andou pelo país pelos troços esquecidos da nacional que liga o norte ao sul. O desenhador, que é também professor de Belas Artes, decidiu pôr em marcha um projecto antigo e dedicar-se ao caminho antes tantas famílias rumo à terra.


    "A minha curiosidade já tinha alguns anos, porque este é um itinerário que nos dá uma imagem de Portugal de norte a sul. O meu propósito era ir fazendo a viagem passo a passo e ir absorvendo tudo o que muda em termos de paisagens, perceber as características de itinerários antigos", conta no primeiro dos vídeos que publicamos no ionline - EN2 Prólogo.
    Até Sábado o i dá-lhe a conhecer a estrada esquecida através dos desenhos e descobertas de João Catarino, depois de uma curiosa travessia numa carrinha pão de forma. Um vídeo por dia.



    Alguns troços já não existem. Estradas modernas e barragens apagaram do mapa o caminho. Há até sítios onde falta sinalização. Lugares onde mesmo se se perder vale apena. "Aconselho como um itinerário alternativo", diz Catarino.
    Considerada a route 66 portuguesa, ao longo dos anos tem vindo a ser descaracterizada, alguns sítios substituída por novos traçados, e noutros, completamente deixada ao abandono, o que é uma pena.

    Utilizo-a bastantes vezes no trajecto para a terrinha, embora seja numa das partes que dá menos luta, digamos assim, o alentejo. Já me passou pela cabeça um dia atravessar Portugal desde Faro até Chaves (?) mas algumas partes da N2 devem ser um pesadelo, especialmente a norte do Tejo.


  2. #2
    Piloto de Troféu Spinnaker's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2003
    Localização
    Alentejo...
    Posts
    7,138

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Thatsme Ver Post
    Estava a ler a manchete do jornal I quando algo me desperta a atenção:



    Considerada a route 66 portuguesa, ao longo dos anos tem vindo a ser descaracterizada, alguns sítios substituída por novos traçados, e noutros, completamente deixada ao abandono, o que é uma pena.

    Utilizo-a bastantes vezes no trajecto para a terrinha, embora seja numa das partes que dá menos luta, digamos assim, o alentejo. Já me passou pela cabeça um dia atravessar Portugal desde Faro até Chaves (?) mas algumas partes da N2 devem ser um pesadelo, especialmente a norte do Tejo.
    Epá, isso é uma roadtrip engraçada!!!

    Boa ideia, para um futuro próximo...

  3. #3
    Piloto de Troféu pacxito's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2007
    Localização
    Portugal
    Posts
    7,276

    Por Defeito

    Faço bastantes vezes a N2 nos passeios de mota, principalmente nos troços Viseu-Régua e Viseu-Penacova-Góis-Coimbra (a.k.a. estrada das beiras).

    É uma estrada espectacular para voltas de mota.
    Última edição por pacxito : 02-09-09 às 13:31:02
    LuisMiguel gosta disto.

  4. #4
    Piloto Veterano
    Data de Registo
    Mar 2004
    Localização
    Rio de Mouro, Lisboa, Portugal
    Posts
    23,599

    Por Defeito

    A EN2 não tem nada a ver com a Estrada das Beiras (EN 17) .


    A EN2 não dá luta no Alentejo ? Tá bem abelha... Depende da zona, ali juntinho ao Algarve é "lixado"...

    Já a fiz na sua quase totalidade. Só me falta percorrer a zona de Trás os Montes...

  5. #5
    Piloto de Troféu pacxito's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2007
    Localização
    Portugal
    Posts
    7,276

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por DeCeIi Ver Post
    A EN2 não tem nada a ver com a Estrada das Beiras (EN 17) .
    O troço que faço e que estava a falar apanha um bocado da EN17, mas sim, tens razão a verdadeira estrada da beiras não é a EN2.

    Já ouvi chamar estrada da beira a tudo ali à volta e muita gente chama-a à estrada entre Coimbra e Penacova sempre à beira do Mondego (outra estrada excelente).


  6. #6
    Piloto de Testes
    Data de Registo
    Nov 2006
    Localização
    Cidade
    Posts
    4,158

    Por Defeito

    Por acaso o Google Earth chama ao troço entre Góis - Portela do Vento da EN2, Estrada das Beiras, e ainda a EN112 entre a Pampilhosa da Serra e Castelo Branco.

    A verdadeira Estrada das Beiras, a EN17 por acaso não tem essa denominação na aplicação do Google.

    Deceii, realmente já me contaram que a transição Algarve-Alentejo é bem lixada, só que a parte que costumo fazer, entre Montemor-o-Novo e Abrantes é praticamente à base de rectas.

  7. #7
    Piloto de Rallye Cahib's Avatar
    Data de Registo
    Aug 2006
    Localização
    Bahamas.
    Posts
    14,118

    Por Defeito

    Para os lados da Pampilhosa da Serra também é gira!

  8. #8
    Consultor panpipe's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2003
    Localização
    , , Portugal.
    Posts
    10,708

    Por Defeito

    a EN2 já está muito estragada, seja pela falta de manutenção, seja pela sua transformação em IP em alguns troços.

    aliás isso é o que acho que mal nas estradas em PT.
    querem fazer uma AE\IP\IC, pegam numa EN e estragam-na e ficam as pessoas sem alternativas e se colocarem portagens, não têm alternativa

    um exemplo: a EN16 que liga Vilar Formoso a Albergaria-a-Velha foi durante muito anos a estrada para Espanha. foi remodelada em alguns troços, mas outros ficaram uma lástima.
    (a minha tia em tempos chegou a fazer a esta estrada de autocarro de Viseu ao Porto e para se distrair começou a contar quantas curvas tinha. contou mais de 300 )

    depois construiram o IP5 e a EN ficou às moscas.
    agora fizeram a A25 e destruiram a IP5 que poderia servir como alternativa, caso colocassem portagens..

    a A23 é outro exemplo.

    Citação Originalmente Colocado por pacxito Ver Post
    O troço que faço e que estava a falar apanha um bocado da EN17, mas sim, tens razão a verdadeira estrada da beiras não é a EN2.

    Já ouvi chamar estrada da beira a tudo ali à volta e muita gente chama-a à estrada entre Coimbra e Penacova sempre à beira do Mondego (outra estrada excelente).
    espero que já tenha um tapete decente....
    cc vale só pela vista

  9. #9
    Piloto de Testes DoutorGigabyte's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2006
    Localização
    Azeitão, Portugal
    Posts
    1,561

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por DeCeIi Ver Post
    A EN2 não tem nada a ver com a Estrada das Beiras (EN 17) .

    Atenção que é Estrada da Beira e não das beiras.
    E se disseres que é a mesma coisa, eu digo que a estrada da Beira é diferente da beira da estrada.

  10. #10
    Piloto de Rallye Agent's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2008
    Localização
    A caminho...
    Posts
    11,880

    Por Defeito

    E se a malta que conhece a estrada criar um mapa, para os que nao conhecem (meu caso) assinalando o seu percurso?

  11. #11
    Piloto de Rallye Cahib's Avatar
    Data de Registo
    Aug 2006
    Localização
    Bahamas.
    Posts
    14,118

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por panpipe Ver Post
    a EN2 já está muito estragada, seja pela falta de manutenção, seja pela sua transformação em IP em alguns troços.

    aliás isso é o que acho que mal nas estradas em PT.
    querem fazer uma AE\IP\IC, pegam numa EN e estragam-na e ficam as pessoas sem alternativas e se colocarem portagens, não têm alternativa

    um exemplo: a EN16 que liga Vilar Formoso a Albergaria-a-Velha foi durante muito anos a estrada para Espanha. foi remodelada em alguns troços, mas outros ficaram uma lástima.
    (a minha tia em tempos chegou a fazer a esta estrada de autocarro de Viseu ao Porto e para se distrair começou a contar quantas curvas tinha. contou mais de 300 )

    depois construiram o IP5 e a EN ficou às moscas.
    agora fizeram a A25 e destruiram a IP5 que poderia servir como alternativa, caso colocassem portagens..

    a A23 é outro exemplo.


    espero que já tenha um tapete decente....
    cc vale só pela vista
    A A25 não pode ser portajada.
    snitram18 gosta disto.

  12. #12
    Piloto de Rallye
    Data de Registo
    Nov 2005
    Localização
    , , .
    Posts
    11,442

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por panpipe Ver Post
    a EN2 já está muito estragada, seja pela falta de manutenção, seja pela sua transformação em IP em alguns troços.

    aliás isso é o que acho que mal nas estradas em PT.
    querem fazer uma AE\IP\IC, pegam numa EN e estragam-na e ficam as pessoas sem alternativas e se colocarem portagens, não têm alternativa

    um exemplo: a EN16 que liga Vilar Formoso a Albergaria-a-Velha foi durante muito anos a estrada para Espanha. foi remodelada em alguns troços, mas outros ficaram uma lástima.
    (a minha tia em tempos chegou a fazer a esta estrada de autocarro de Viseu ao Porto e para se distrair começou a contar quantas curvas tinha. contou mais de 300 )

    depois construiram o IP5 e a EN ficou às moscas.
    agora fizeram a A25 e destruiram a IP5 que poderia servir como alternativa, caso colocassem portagens..

    a A23 é outro exemplo.


    espero que já tenha um tapete decente....
    cc vale só pela vista
    Ainda bem que destruiram a IP5, alias deviam ter acabado com toda ela, é que os troços do antigo IP5 ainda em funcionamento, nao sofreram alteraçoes ao nivel da segurança e segundo o que me pareceu quando passsei num numa zona de VIseu estão ao abandono.

    Qual é o interesse de ter troços quase tecnicamente impossiveis de utilizar e extremamnete perigosos como a Descida do Alvendre a servir de alternativa?
    Se se reformulou a IP5 em Auto-Estrada foi por a IP5 não agunetar o transito qu etem alias, se tivessem feito as coisas com cabeça logo desde o iniciomuitas pessoas hoje estariam vivas.
    Mas como a IP5 foi construida antes da época dos subsidios da União Europeia, em algumas situações teve que se optar pelo mais arcaico em vez das inovações tecnicas.


    "A Estrada Velha
    Desde meados da década de 1970, que a EN16, único meio de ligação entre a cidade portuária de Aveiro e a principal fronteira terrestre entre Portugal e Espanha (Vilar Formoso), se apresentava muito congestionada em termos de tráfego ligeiro (nomeadamente nos meses de Verão) e, principalmente, pesado. Nos meses de Verão, a fila para alcançar a fronteira de Vilar Formoso chegava a alcançar a ponte sobre o rio Côa, em Castelo Bom, para além de a EN16 atravessar o centro de dezenas de localidades, sedes de concelho e até capitais de distrito (Aveiro, Viseu e Guarda).
    Deste modo, começou a ser notória a necessidade de substituir a velhinha EN16 por uma estrada que permitisse maior fluidez de tráfego e permitisse evitar as curvas, principalmente nos perigosos troços dos vales do rio Côa (Castelo Bom-Castelo Mendo), do rio Mondego (Guarda-Celorico da Beira) e do rio Vouga (Viseu-Aveiro) que, por serem troços de montanha, estavam pejados de perigosas curvas, o que, aliado ao já referido congestionamento de tráfego, contribuiu para uma elevada sinistralidade na velha estrada nacional.
    Em 1985, foi elaborado um novo Plano Rodoviário Nacional, que veio substituir o antigo documento, datado de 1945, que planeava a rede nacional de estradas. Neste plano, foi finalmente planeada a construção de uma nova estrada entre Viseu e Aveiro, o IP5, com a finalidade de substituir a obsoleta EN16."

    Se ja na altura a EN 16 se encontrava congestionada, era prigosa, então hoje....

    "A Construção do IP5
    Apesar de a construção da via rápida Aveiro-Vilar Formoso só ter sido inscrita no Plano Rodoviário Nacional em 1985, o esgotamento da EN 16 já tinha levado à construção de uma variante na zona de Viseu.
    Assim, o primeiro grande troço do IP5 a ser inaugurado foi entre Mangualde e o nó de Prime, no concelho de Viseu, em Setembro de 1983, numa extensão de 12 km. Mais tarde, foi inaugurado o troço entre Talhadas e Albergaria-a-Velha, em 1987. A partir daqui, sucessivos troços foram sendo inaugurados até à conclusão do último troço, nos inícios da década de 1990.
    Deste modo, Vilar Formoso e Aveiro ficavam ligados por uma via rápida, que permitia uma velocidade máxima de 100 km/h. Os cerca de 160km, em linha recta recta, que separavam as duas localidades demoravam agora cerca de 3h a percorrer"

    "
    A Estrada da Morte

    Pouco depois da inauguração total do IP5, começaram-se a notar inúmeros problemas e defeitos de construção. O IP5 tinha um projecto mal feito, com curvas apertadas, marcações horizontais confusas e sinalização pouco clara. Para além disso, o IP5, era considerado uma via rápida de Portugal, devendo ter, portanto, uma velocidade-base na ordem dos 80 a 100km/h, apesar dos defeitos constructucionais não deixarem que tal fosse exercido em segurança.
    Oasfalto sinuoso, desde as salinas de Aveiro até às escarpas montanhosas da Beira Alta e à ligação a Espanha, na fronteira de Vilar Formoso, teve, desde a primeira hora, o fulgor colorido do progresso. A obra, emblemática pela sua envergadura, num país ainda sedento de grandes estradas, haveria, no entanto, de pôr de luto muitas famílias.
    Começaram a ficar marcados na estrada vários pontos negros, nomeadamente as subidas e descidas do Caramulo, entre Talhadas e Viseu (nomeadamente nas zonas de Reigoso e da Serra da Penoita (km 51,8-52,4)), da Guarda (Porto da Carne-Alvendre (km 158-163)), e nas zonas do Carvoeiro, Chãs de Tavares, Fagilde e Pínzio.
    O troço mais perigoso do IP5, era a descida do Alvendre, que se situava na aproximação à cidade da Guarda. Esta descida registava uma forte inclinação (cerca de 9%) e terminava abruptamente nas suas descidas com fatídicas curvas. No seu ponto mais alto, o parque de descanso, a subida atigia os 850 m de altitude.
    O IP5 revelou-se esgotado em termos de tráfego desde o início: se em 1990, o tráfego médio era de 5000 veículos/dia, em 2000, o número tinha triplicado: 15000 veículos transitavam no IP5 todos os dias."

    IP5 - Wikipédia, a enciclopédia livre



    Crê-se que durante toda a vida do antigo IP5, mais de 400 pessoas aí tenham perdido a vida.

    IP5 - Wikipédia, a enciclopédia livre
    Quantas nao teriam sido evitadas se desde o inicio se tivessem corrigido todas as falhas de segurança no itinerario que foram descobertas?

    Descida do Alvendre


    Esta é a infelizmente famosa descida do Alvendre. São vários Km demolidores com uma forte inclinação que destroem os travões dos camiões e provocam muitos acidentes, quase sempre muito graves

    : www.aca-m.org/pontos_negros/por_via.html

    http://www.freipedro.pt/tb/161097/guarda9.htm
    http://www.freipedro.pt/tb/240998/reg1.htm
    http://diario.iol.pt/noticia.html?id=874541&div_id=4071
    http://www.ointerior.pt/noticia.asp?...&idSeccao=5879
    http://www.aveiro.co.pt/noticia.aspx...em%C2%BB%20IP5

    A25 mata quatro vezes menos que o antigo IP5
    http://jn.sapo.pt/PaginaInicial/Soci...ent_id=1066667

    http://ultimahora.publico.clix.pt/no...742&idCanal=90
    http://www.portaldaveiro.co.pt/notic...nte%20no%20IP5
    http://download-sapo-videos.jrfreela...az-tres-mortos

    entre tantos outros....
    Última edição por GTTDI : 03-09-09 às 10:35:59

  13. #13
    Piloto de Rallye
    Data de Registo
    Nov 2005
    Localização
    , , .
    Posts
    11,442

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Thatsme Ver Post
    Estava a ler a manchete do jornal I quando algo me desperta a atenção:



    Considerada a route 66 portuguesa, ao longo dos anos tem vindo a ser descaracterizada, alguns sítios substituída por novos traçados, e noutros, completamente deixada ao abandono, o que é uma pena.

    Utilizo-a bastantes vezes no trajecto para a terrinha, embora seja numa das partes que dá menos luta, digamos assim, o alentejo. Já me passou pela cabeça um dia atravessar Portugal desde Faro até Chaves (?) mas algumas partes da N2 devem ser um pesadelo, especialmente a norte do Tejo.


    A EN 2 (ou simplesmente N2) é uma estrada nacional que integra a rede nacional de estradas de Portugal.
    Inicialmente, ligava Chaves a Faro, sendo nessa altura a estrada nacional com maior extensão em Portugal (popularmente ainda goza desse titulo).
    Embora actualmente muitos dos seus troços estejam municipalizados, ainda estão activos os troços Faro - Montargil e Viseu - Chaves.
    Ao nível jornalístico, há algumas reportagens onde se usa as localidades ao longo do percurso da EN2 como um exemplo dos custos da interioridade do interior de Portugal de Norte a Sul. Normalmente nestas reportagens a expressão "EN2" aparece no titulo ou no resumo do texto.

    EN2 - Wikipédia, a enciclopédia livre

  14. #14
    Piloto Veterano
    Data de Registo
    Mar 2004
    Localização
    Rio de Mouro, Lisboa, Portugal
    Posts
    23,599

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por GTTDI Ver Post
    Qual é o interesse de ter troços quase tecnicamente impossiveis de utilizar e extremamnete perigosos como a Descida do Alvendre a servir de alternativa?
    Se se reformulou a IP5 em Auto-Estrada foi por a IP5 não agunetar o transito qu etem alias, se tivessem feito as coisas com cabeça logo desde o iniciomuitas pessoas hoje estariam vivas.
    Claro, a estrada é que mata e provoca acidentes e nunca a atitude de quem conduz nela...

    Aliás, se se sabia que a estrada é / era perigosa, porque raio as pessoas não tomavam comportamentos de forma a prevenir acidentes ?


    Mas chega de falar do IP5, aqui fala-se da EN2...

  15. #15
    Piloto Veterano
    Data de Registo
    Mar 2004
    Localização
    Rio de Mouro, Lisboa, Portugal
    Posts
    23,599

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por panpipe Ver Post
    a EN2 já está muito estragada, seja pela falta de manutenção, seja pela sua transformação em IP em alguns troços.
    No Alentejo, há quem esteja interessado em a preservar ao máximo.

    Apesar de ter visto o pavimento alargado e melhorado, ainda conserva muito elementos de quando foi construída. Sejam eles marcos, redes de protecção, etc etc.

    Houve algumas curvas ligeiramente corrigidas mas o traçado ainda é o mesmo.

    E aquilo é levado a sério, chamam-lhe mesmo património e faz questão de o mostrar colocando cartazes alusivos ao efeito.

  16. #16
    Piloto de Rallye
    Data de Registo
    Nov 2005
    Localização
    , , .
    Posts
    11,442

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por DeCeIi Ver Post
    Claro, a estrada é que mata e provoca acidentes e nunca a atitude de quem conduz nela...

    Aliás, se se sabia que a estrada é / era perigosa, porque raio as pessoas não tomavam comportamentos de forma a prevenir acidentes ?


    Mas chega de falar do IP5, aqui fala-se da EN2...

    Não mata, mas ajuda.
    Um comentario desse, e de quem não conhece a estrada e so ouvia o que as Brigada de Transito dizia em cada reportagem sobre acidentes na IP5.
    Mas posso estar engando.
    Alem disso nao fui eu que comecei a falar na IP5 e esta e apenas a minha opinião

  17. #17
    Piloto de Rallye Agent's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2008
    Localização
    A caminho...
    Posts
    11,880

    Por Defeito

    E o traçado da N2? Alguém ajuda?

  18. #18
    Piloto de Troféu ciber007's Avatar
    Data de Registo
    Mar 2004
    Posts
    6,091

    Por Defeito

    O problema da N2 e de tantas outras é que atravessam muitas localidades que têm quase diariamente um radar lá.

    Já fiz a N2 de Viseu até ao Lamego umas vezes e mesmo em zonas muito seguras tem a placa de localidade e 50 por muitos quilómetros e lá temos nós de ir a 50 ou 60 porque precisamente nessas zonas que enganam lá estão eles. Curioso que mesmo a zona onde tem muitas habitações não está lá o radar e aí, penso eu, é que faria todo o sentido. Humm...se calhar é porque aí de facto abrandamos.
    Jack47 gosta disto.

  19. #19
    quimbeto
    Guest

    Por Defeito

    De Vila Real a Chaves (passa por Vila Pouca de Aguiar, Pedras Salgadas, Vidago...) em termos de piso até está bastante boa.

    O problemas são mesmo as milhentas curvas que aquilo tem, mas felizmente agora, desde que a A24 está completa, já não há trânsito a mais e, como estrada de passeio é bastante agradável

  20. #20
    Consultor panpipe's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2003
    Localização
    , , Portugal.
    Posts
    10,708

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por GTTDI Ver Post
    Ainda bem que destruiram a IP5, alias deviam ter acabado com toda ela, é que os troços do antigo IP5 ainda em funcionamento, nao sofreram alteraçoes ao nivel da segurança e segundo o que me pareceu quando passsei num numa zona de VIseu estão ao abandono.

    Qual é o interesse de ter troços quase tecnicamente impossiveis de utilizar e extremamnete perigosos como a Descida do Alvendre a servir de alternativa?
    (...)
    o IP5 desde Vouzela até Fagilde já foi desclassificado. em principio passará para a alçada municipal.

    a quando da construçao bem quiseram destruir esse pedaço, mas ainda bem que o Ruas fez finca pé.

    agora tem a possibilidade de ter uma circular externa à cidade sem custos adicionais. (e existe projecto para a sua duplicação)


    Citação Originalmente Colocado por Cahib Ver Post
    A A25 não pode ser portajada.
    neste momento não pode porque os nós não foram projectados para levar portagens, mas não é impossivel
    snitram18 gosta disto.

  21. #21
    Piloto de Troféu pacxito's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2007
    Localização
    Portugal
    Posts
    7,276

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por panpipe Ver Post

    neste momento não pode porque os nós não foram projectados para levar portagens, mas não é impossivel
    Não precisam de portagens, bastam uns pórticos suspensos por cima da estrada.

    Mas acho que ninguém com bom senso tem coragem de colocar portagens na A25.
    snitram18 gosta disto.

  22. #22
    Piloto de Rallye Cahib's Avatar
    Data de Registo
    Aug 2006
    Localização
    Bahamas.
    Posts
    14,118

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por panpipe Ver Post
    o IP5 desde Vouzela até Fagilde já foi desclassificado. em principio passará para a alçada municipal.

    a quando da construçao bem quiseram destruir esse pedaço, mas ainda bem que o Ruas fez finca pé.

    agora tem a possibilidade de ter uma circular externa à cidade sem custos adicionais. (e existe projecto para a sua duplicação)




    neste momento não pode porque os nós não foram projectados para levar portagens, mas não é impossivel
    Isso era facilmente contornavel com a solução aplicada na A17/A29, etc...
    Não pode pois matava o país.
    snitram18 gosta disto.

  23. #23
    Consultor Dias's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2004
    Localização
    Dooooooooh - Springfield
    Posts
    6,277

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por GTTDI Ver Post
    Ainda bem que destruiram a IP5, alias deviam ter acabado com toda ela, é que os troços do antigo IP5 ainda em funcionamento, nao sofreram alteraçoes ao nivel da segurança e segundo o que me pareceu quando passsei num numa zona de VIseu estão ao abandono.

    Qual é o interesse de ter troços quase tecnicamente impossiveis de utilizar e extremamnete perigosos como a Descida do Alvendre a servir de alternativa?
    ...
    A descida do Alvendre - Porto da Carne era de facto um troço marado, sobretudo no seu inicio enquanto não teve separador central.

    Contudo, para mim nascido e crescido na Guarda, os maiores acidentes que me recordo nem se deram aí mas sim em zonas de ultrapassagem. O grande volume de trafego pesado foi um dos problemas fundamentais do IP5.

    O maior acidente que me lembro de ter visto, envolveu 3 pesados na recta que antecedia a saida para a Guarda(sentido aveiro vilar formoso, logo a subir à descida/subida do alvendre), quando um TIR embateu de frente num outro ao ultrapassar um 3ª, numa zona onde não tinha espaço para tal. A estrada pouca culpa teve perante a irresponsabilidade do condutor.

    A famosa descida foi encerrada! Existe, mas o trânsito está interdito por separadores de betão, uma vez que alguns artistas já andavam nos ensaios para fazer daquilo uma pista de corrida.

  24. #24
    quimbeto
    Guest

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Dias Ver Post
    A famosa descida foi encerrada! Existe, mas o trânsito está interdito por separadores de betão, uma vez que alguns artistas já andavam nos ensaios para fazer daquilo uma pista de corrida.
    Então...estava ali tão à mão para isso

  25. #25
    Piloto de Kart
    Data de Registo
    Oct 2005
    Localização
    Viseu
    Posts
    363

    Por Defeito

    Só espero que para construir a nova auto estrada Viseu-Coimbra, nao usem tambem troços da IP3, pois acho que querem por portagem nessa nova auto-estrada e sem o IP3 (que tambem usou troços da EN2) não há alternativa grátis, o que seria um crime.

  26. #26
    Banido catalao's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2004
    Localização
    Na Patonga, à esquerda do Chiripiripipibenguela, como quem vai do Malakuté passando por Katanga
    Posts
    3,764

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por quimbeto Ver Post
    De Vila Real a Chaves (passa por Vila Pouca de Aguiar, Pedras Salgadas, Vidago...) em termos de piso até está bastante boa.

    O problemas são mesmo as milhentas curvas que aquilo tem, mas felizmente agora, desde que a A24 está completa, já não há trânsito a mais e, como estrada de passeio é bastante agradável
    "Bons tempos" em que quando era miúdo, rara era a vez que não enjoava nessas curvas, cada vez que ia a Chaves.
    Mas para a sensação ficar completa, era pior quando ia de camioneta, com a bela da suspensão saltitante.

  27. #27
    Piloto de Rallye Cahib's Avatar
    Data de Registo
    Aug 2006
    Localização
    Bahamas.
    Posts
    14,118

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Pedro303 Ver Post
    Só espero que para construir a nova auto estrada Viseu-Coimbra, nao usem tambem troços da IP3, pois acho que querem por portagem nessa nova auto-estrada e sem o IP3 (que tambem usou troços da EN2) não há alternativa grátis, o que seria um crime.
    Se não derem cabo do IP3, essa AE vai estar sempre às moscas.

    Já agora a estrada tem periodos grandes de trafego muito fluido. À noite é fácil fazer todo o percurso sem apanhar mais de uma duzia de automóveis e até a velocidades bastante elevadas.

    O IP3 só é mais chato no pico do Inverno. De resto tomara muita terra ter acessos do género.

  28. #28
    Piloto de Troféu pacxito's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2007
    Localização
    Portugal
    Posts
    7,276

    Por Defeito

    As últimas notícias que ouvi indicavam que a AE Viseu-Coimbra tinha sido adiada.

    Citação Originalmente Colocado por Cahib Ver Post
    Se não derem cabo do IP3, essa AE vai estar sempre às moscas.

    Já agora a estrada tem periodos grandes de trafego muito fluido. À noite é fácil fazer todo o percurso sem apanhar mais de uma duzia de automóveis e até a velocidades bastante elevadas.

    O IP3 só é mais chato no pico do Inverno. De resto tomara muita terra ter acessos do género.
    Por acaso não concordo. O IP3 tem muito trânsito e nota-se bem a hora de ponta aos dias de semana. Tanto de manhã entre as 7 e as 9 como à tarde entre as 17 e as 19 anda-se bastante mal, tem bastante tráfego e, principalmente de manhã, muitos camiões.

    Então quando se apanha aquelas zonas grandes sem faixa de ultrapassagem (Santa Comba-Aguieira, descida do Gotão) é um desespero.

    E eu raramente lá passo aos dias de semana, aliás se vier para Lisboa vou pela A25+A17 mas conheço pelo menos 3 pessoas próximas (uma delas lá de casa) que fazem diariamente Viseu-Coimbra e todas se queixam do mesmo.

    E isto para nem falar da segurança... Mas parece que é mais urgente termos uma terceira auto-estrada entre Porto e Lisboa.

  29. #29
    Consultor panpipe's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2003
    Localização
    , , Portugal.
    Posts
    10,708

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Cahib Ver Post
    Se não derem cabo do IP3, essa AE vai estar sempre às moscas.

    Já agora a estrada tem periodos grandes de trafego muito fluido. À noite é fácil fazer todo o percurso sem apanhar mais de uma duzia de automóveis e até a velocidades bastante elevadas.

    O IP3 só é mais chato no pico do Inverno. De resto tomara muita terra ter acessos do género.
    o andar às moscas depende de cada um. e até podem meter portagens, desde que exista alternativa. se a mesma é destruida somos obrigados a pagar para circularmos


    aliás a AE para substituir o IP3, de acordo com informações, nem vai directa a Coimbra. chega a Mortágua e desvia para a direita em direcção ao Luso, encontrando a A1 em Sepins - Mealhada.

    e é como o pacxito diz: foi adiada

    Citação Originalmente Colocado por pacxito Ver Post
    (...)

    Por acaso não concordo. O IP3 tem muito trânsito e nota-se bem a hora de ponta aos dias de semana. Tanto de manhã entre as 7 e as 9 como à tarde entre as 17 e as 19 anda-se bastante mal, tem bastante tráfego e, principalmente de manhã, muitos camiões.

    Então quando se apanha aquelas zonas grandes sem faixa de ultrapassagem (Santa Comba-Aguieira, descida do Gotão) é um desespero.
    É Butão e não Gutão.

    Neste momento até se faz bem, quase sempre a 70-80km/h

    E eu raramente lá passo aos dias de semana, aliás se vier para Lisboa vou pela A25+A17 mas conheço pelo menos 3 pessoas próximas (uma delas lá de casa) que fazem diariamente Viseu-Coimbra e todas se queixam do mesmo.
    (...)
    mas tal como elas o fazem, os outros tb:

    de manhã vai tudo para as consultas a Coimbra
    à hora de almoço é o trânsito para as visitas
    à tarde é tudo a regressar a Casa

    mas olha que devem demorar menos tempo a chegar ao emprego\Casa que muita gente de Cascais\Sintra

  30. #30
    Consultor panpipe's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2003
    Localização
    , , Portugal.
    Posts
    10,708

    Por Defeito

    isto é que é amor à bicla

    [Crónica] EN-2 CHALLENGE Chaves - Faro

    o trajecto foi este:

    EN2 Challenge

    1ª Etapa (06-06-2009) Chaves - Lamego 105 km
    2ª Etapa (07-06-2009) Lamego - Aguieira 119 km
    3ª Etapa (08-06-2009) Aguieira – Pedrógão Pequeno 89 km
    4ª Etapa (09-06-2009) Pedrógão Pequeno - Montargil 116 km
    5ª Etapa (11-06-2009) Montargil – Odivelas Barragem 130 km
    6ª Etapa (12-06-2009) Odivelas Barragem - Almodôvar 80 km
    7ª Etapa (13-06-2009) Almodôvar - Faro 68 km

    agora é só irem para os GPS, marcar os waypoint e Boa Viagem


Página 1 de 9 12 ... ÚltimaÚltima

Tópicos semelhantes

  1. Código de estrada
    Por AWd na secção Road-book
    Respostas: 131
    Último Post: 12-12-09, 17:32:14
  2. Respostas: 10
    Último Post: 20-08-08, 15:43:42
  3. Sucatas na estrada
    Por BigMac na secção Road-book
    Respostas: 17
    Último Post: 05-05-08, 23:33:22
  4. lavagem de estrada
    Por CarlosPinto na secção FÓRUM GERAL
    Respostas: 5
    Último Post: 18-12-06, 11:57:46
  5. F1 em estrada "normal"
    Por Invisible Man na secção Multimédia
    Respostas: 19
    Último Post: 27-06-06, 12:27:44

Regras de Colocação

  • Não pode criar tópicos
  • Não pode responder
  • Não pode colocar anexos
  • Não pode editar os seus posts
  •  

O Motorguia . não pode ser responsabilizada pelas opiniões, imagens, links ou outros conteúdos submetidos pelos utilizadores deste Fórum.
Este Website encontra-se registado na Comissão Nacional de Protecção de Dados.
Contactos e Publicidade Motorguia.net | Carta por Pontos Usados Motorguia