Hábitos da juventude actual - Página 6

Página 6 de 8 PrimeiraPrimeira ... 567 ... ÚltimaÚltima
A mostrar resultados 151 para 180 de 229
Like Tree146Likes

Título: Hábitos da juventude actual

  1. #151
    Banido Demoneeth's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2003
    Localização
    , , .
    Posts
    5,006

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por MrsX Ver Post
    Pois... consequências do capitalismo! A riqueza não é distribuida equitativamente e cada um colhe os frutos do que planta.
    Não, consequências de uma morte prematura de um pai e uma mãe ter de ficar sozinha com todas as despesas ao seu encargo.

    O que é que queres dizer com "colher os frutos do que planta"?


  2. #152
    Chefe de Equipa MrsX's Avatar
    Data de Registo
    Nov 2007
    Posts
    29,584

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Demoneeth Ver Post
    Não, consequências de uma morte prematura de um pai e uma mãe ter de ficar sozinha com todas as despesas ao seu encargo.

    O que é que queres dizer com "colher os frutos do que planta"?
    Nada de mais, apenas isso mesmo. Cada um tem que viver com as suas condicionantes.

    Lamento a vossa perda prematura e as consequências que daí advieram.

  3. #153
    Banido Demoneeth's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2003
    Localização
    , , .
    Posts
    5,006

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por MrsX Ver Post
    Nada de mais, apenas isso mesmo. Cada um tem que viver com as suas condicionantes.

    Lamento a vossa perda prematura e as consequências que daí advieram.
    Exacto, viver com as condicionantes. Só é pena que no contexto actual, as condicionantes sejam causadas por terceiros e a meritocracia seja um conceito só para os livros.

    Obrigado pelas palavras, mas embora fosse uma situação difícil ao menos serviu para ganhar calo.

  4. #154
    GJP
    GJP está offline
    Piloto de Rallye GJP's Avatar
    Data de Registo
    Feb 2006
    Localização
    Na terra onde passava ferias D. Maria II
    Posts
    11,572

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Joana1984 Ver Post
    Quando era miúda recebia uma semanada de 100$00, mas com a ida para o 2º ciclo do ensino básico passou para 500$00 e no secundário já era de 1000$00, bons velhos tempos.
    eu no secundário recebia 100$ para o "bolo" da manha mas andava sempre com 500$ na carteira por causa das emergências!! com o aparecimento do €€ passou a 5€ peolo mau jeito na carteira, mas os 100$ n passou a 1€ mas sim a 0.50€ lol

  5. #155
    Banido MrBrown's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2008
    Localização
    = f(t,€)
    Posts
    4,895

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por MrsX Ver Post
    Pois... consequências do capitalismo! A riqueza não é distribuida equitativamente e cada um colhe os frutos do que planta.


    ...



  6. #156
    Piloto Veterano LuisMiguel's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2003
    Posts
    22,486

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por LUSOPOWER Ver Post
    Quase todos os dias deparo-me com hábitos de certos jovens, eis alguns:

    - fumar o charrinho. Isso já vem do Woodstock ou, se calhar, antes.
    - andar com calças totalmente descaídas com o rabo à mostra. Quando andei no Liceu já havia disso. E lembro-me de ir aos EUA com os meus pais em puto e ver isso uns 10 anos antes de pegar na Europa.
    - meter o calçado sujo em cima dos sofás, cadeiras de esplanada dos CC e bancos dos autocarros. Sempre aconteceu também. A única coisa que apareceu foram mais CC onde o fazer.
    - ouvir música sem fones e em alto som sem se preocuparem se estão a incomodar alguém. Também sempre aconteceu. Antigamente era com um rádio mais largo que os próprios ombros, hoje consegue-se com qualquer telemóvel.
    - manifestarem revolta contra todo o sistema mesmo sem saberem o que custa a vida. Já o Sócrates (o original grego, que publicava livros de Filosofia em vez de PEC's) se queixava do mesmo.
    - falar e gesticular à rapper. Também já há muiiiitoooos anos que existe um Will Smith dentro de muitos jovens.
    - inventar palavras novas/diminutivas nunca antes ouvidas e utilizá-las num discurso.

    entre outros...

    Dá a impressão que sentem uma grande necessidade de se afirmarem ou quererem ser diferentes. Será uma geração de gente preguiçosa? fraca de cabeça?
    Comentários a negrito. Tenham paciência e deixem de ser velhos do Restelo.
    Dannymad e NunoMF gostam disto.

  7. #157
    Banido MrBrown's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2008
    Localização
    = f(t,€)
    Posts
    4,895

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por SavageXp Ver Post
    125€ de mesada??????????????
    WTF! A mim era 50$00, 100$00 por dia para comprar um Bollicao. É levas e calas-te.
    Bolicau???!!! Eu tinha 500 paus por semana para comprar um mão com queijo e fiambre e um pacote de leite todos os dias! E "só" tenho 24!

    Mesada, por assim dizer só passei a ter quando deixei de morar com os meus pais, mas desde cedo me desenrasco. Mais por vontade que por necessidade.

    Felizmente os meus pais pagam-me os estudos e todos os gastos, vivo em casa própria e conduzo um carro da família e não me falta nada.

    Tenho a sorte de ter pais formados e para eles é muito importante que me forme nas melhores condições.

    Contudo, tudo o que é extra...sou eu que me viro! Bicicleta xpto...telemóvel topo de gama...etc etc, tudo o que é minimamente "mania" é pago por mim, nem sequer tenho coragem de pedir, e desta forma os meus pais sabem que eu dou MUITO valor ao dinheiro deles e confiam em mim.

  8. #158
    Banido Demoneeth's Avatar
    Data de Registo
    Apr 2003
    Localização
    , , .
    Posts
    5,006

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por MrBrown Ver Post
    Bolicau???!!! Eu tinha 500 paus por semana para comprar um mão com queijo e fiambre e um pacote de leite todos os dias! E "só" tenho 24!

    Mesada, por assim dizer só passei a ter quando deixei de morar com os meus pais, mas desde cedo me desenrasco. Mais por vontade que por necessidade.

    Felizmente os meus pais pagam-me os estudos e todos os gastos, vivo em casa própria e conduzo um carro da família e não me falta nada.

    Tenho a sorte de ter pais formados e para eles é muito importante que me forme nas melhores condições.

    Contudo, tudo o que é extra...sou eu que me viro! Bicicleta xpto...telemóvel topo de gama...etc etc, tudo o que é minimamente "mania" é pago por mim, nem sequer tenho coragem de pedir, e desta forma os meus pais sabem que eu dou MUITO valor ao dinheiro deles e confiam em mim.
    Tens casa própria e os teus pais pagam todos os teus gastos?

  9. #159
    Piloto Veterano
    Data de Registo
    Aug 2004
    Posts
    22,403

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por LuisMiguel Ver Post
    Comentários a negrito. Tenham paciência e deixem de ser velhos do Restelo.
    Subscrevo. Isso de criticar as gerações mais jovem é um hábito recorrente.

  10. #160
    Banido MrBrown's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2008
    Localização
    = f(t,€)
    Posts
    4,895

    Por Defeito

    Casa própria, entenda-se da família.

  11. #161
    Piloto Veterano
    Data de Registo
    Aug 2004
    Posts
    22,403

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por MrBrown Ver Post
    Casa própria, entenda-se da família.
    Usa-se dizer casa própria quando a casa é... Do próprio.

  12. #162
    Piloto de Testes campos1's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2009
    Posts
    1,694

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por MrBrown Ver Post
    Bolicau???!!! Eu tinha 500 paus por semana para comprar um mão com queijo e fiambre e um pacote de leite todos os dias! E "só" tenho 24!

    Mesada, por assim dizer só passei a ter quando deixei de morar com os meus pais, mas desde cedo me desenrasco. Mais por vontade que por necessidade.

    Felizmente os meus pais pagam-me os estudos e todos os gastos, vivo em casa própria e conduzo um carro da família e não me falta nada.

    Tenho a sorte de ter pais formados e para eles é muito importante que me forme nas melhores condições.

    Contudo, tudo o que é extra...sou eu que me viro! Bicicleta xpto...telemóvel topo de gama...etc etc, tudo o que é minimamente "mania" é pago por mim, nem sequer tenho coragem de pedir, e desta forma os meus pais sabem que eu dou MUITO valor ao dinheiro deles e confiam em mim.
    Muito bem!

    Se assim for e apesar de teres a vida facilitada, reconheces o valor do dinheiro e do trabalho dos teus pais e pagas os teus vícios.

    Eu, nunca tive mesada. Tinha o dinheiro para comer na cantina, começou com 25$00, hehe sim, o equivalente a 12 cêntimos. Podem ver o quão "antigo" sou...lol

    Para pagar os meus vícios, tinha de trabalhar nas férias e fins-de-semana. Atenção que o meu pai considerava que se encaixava no conceito de vício, uma câmara de ar para a minha bicicleta ou uma cassete ou disco. O mesmo se passando com o vestuário. Se queria umas Lois ou Levis, tinha de trabalhar para elas.

    Hoje, felizmente, posso comprar tudo o que os meus filhos me pedem, sem grandes problemas. No entanto a palavra que mais ouvem é NÃO.

    Simplesmente não quero que o ideal dos meus filhos seja o consumismo e os seus valores se confundam com dinheiro e marcas, ou seja, pratiquem o parecer em vez de ser.
    Aliás, até faço questão que se distingam do "rebanho". Sempre gostei de ser a "ovelha negra", ajuda a pensar autónomamente, a construir uma personalidade forte e a moldar o carácter e até tem mais piada...

    Todo o dinheiro que eu ou a família lhes dá, é canalizado para o mealheiro,incentivo a poupança e mostro-lhes o que podem conseguir.
    Digo-o com um certo orgulho que qualquer um dos meus filhos tem mais dinheiro que eu tinha com 30 anos, no entanto nenhum tem um ipad ou ipod ou telele ou qualquer outro "gadget".
    O que há em casa para eles, é um computador e um PS2, ambos com fortes limitações no seu uso.
    Privilegio o exercício físico, as actividades exteriores(andam nos escuteiros) leitura e programas do Nac.Geo., discovery e afins. Eles gostam e aprenderam a gostar.

    Por isso, quando tiverem idade para trabalhar, vão trabalhar para sustentar os vícios. Poderei contribuir numa compra, dependendo do seu mérito e do uso que lhe pretendem dar.

    Cumps!
    MrBrown gosta disto.

  13. #163
    Banido MrBrown's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2008
    Localização
    = f(t,€)
    Posts
    4,895

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por campos1 Ver Post
    (...)
    Para pagar os meus vícios, tinha de trabalhar nas férias e fins-de-semana. Atenção que o meu pai considerava que se encaixava no conceito de vício, uma câmara de ar para a minha bicicleta ou uma cassete ou disco. O mesmo se passando com o vestuário. Se queria umas Lois ou Levis, tinha de trabalhar para elas.

    Hoje, felizmente, posso comprar tudo o que os meus filhos me pedem, sem grandes problemas. No entanto a palavra que mais ouvem é NÃO.

    Simplesmente não quero que o ideal dos meus filhos seja o consumismo e os seus valores se confundam com dinheiro e marcas, ou seja, pratiquem o parecer em vez de ser.
    Aliás, até faço questão que se distingam do "rebanho". Sempre gostei de ser a "ovelha negra", ajuda a pensar autónomamente, a construir uma personalidade forte e a moldar o carácter e até tem mais piada...

    Todo o dinheiro que eu ou a família lhes dá, é canalizado para o mealheiro,incentivo a poupança e mostro-lhes o que podem conseguir.
    Digo-o com um certo orgulho que qualquer um dos meus filhos tem mais dinheiro que eu tinha com 30 anos, no entanto nenhum tem um ipad ou ipod ou telele ou qualquer outro "gadget".(...)
    Lá está, eu fui educado assim também...
    Sim, para o meu pai coisas exactamente como câmaras de ar também caem fora do orçamento do que ele me dá!
    Mas foram precisamente coisas como essas que me incentivaram sempre a ter um pensamento mais dinâmico...porque eu quero tanto como os outros, tenho é que arranjar por mim maneira de lá chegar.

    Ainda agora me lembro, da angústia quando andava no básico, colegas que recebiam um gameboy por não reprovarem...eu se me virasse para o meu pai e pedisse um caso tirasse tudo 5 ele ainda se ria de mim até eu perceber o ridículo de lhe estar a pedir algo para fazer o que não era mais que a minha obrigação.

    Nunca tive o tal gameboy...porque quando juntei dinheiro suficiente valorizei-o demais para o gastar em algo como um gameboy...
    Mas entretanto lá me vou safando e com o tempo fui adquirindo outras responsabilidades, que quando bem geridas também trazem algum proveito. Antes dos 16 anos foi-me dado (aqui sim, posso dizer que parti em vantagem) o meu primeiro terreno e a primeira coisa que o meu pai me disse foi um grande "E agora, que és dono de algo, que vais fazer com ele?"...e assim lá fui aprendendo algumas coisas. Antes dos 21 já tinha conseguido criar quase o suficiente para comprar o terreno do vizinho...e foi o que fiz! Algumas semanas das férias de verão, quando os meus amigos estão no Algarve, ou em alguma viagem ao estrangeiro, estou a fazer o que é preciso. Orientar plantações, podar, limpar mato, cortar silvas, solfatar, lavrar terra...e quando está tudo sob controlo lá posso dar o devido uso à Ryanair. Até dá mais gosto! (pena só o bronze à trolha e as pernas e braços arranhados )

    Não digo que pelo meio não passei muitas coisas más...nem sempre tive a melhor relação com os meus pais (ui...)...mas é também graças a isso que agora dou ao dinheiro o valor exacto que ele merece, nem mais, nem menos. Claro que pelo caminho também cometi muitos erros, gastei em coisas que me vim a arrepender...mas nunca foi com dinheiro de outros, e foi a mim que me ardeu.

    Da última vez que reparei, fazia parte desta geração mais nova...e como tal, tenho muitos defeitos (como as que vieram antes), mas não devia ser obrigação de todas as gerações preparar as que vêm a seguir para serem MELHORES que as anteriores?
    Eu não faço ainda a ideia de como é ser responsável pela educação de alguém...suspeito que aquele equilíbrio entre proporcionar o que não tivemos mas não o suficiente para começarem a desvalorizar o esforço seja algo difícil de alcançar, e mesmo difícil para um pai (que no fundo...acho que quer sempre a felicidade dos filhos, e às vezes as coisas não são nem óbvias nem directas). Por reconhecer isso é que não digo "ah! seus velhos do restêlo!!!"...mas quero chegar a uma determinada idade e acreditar que os meus filhos podem vir a ser melhores que eu, porque se eu não acreditar nisso, dificilmente o vão ser...e se não o forem, então muita coisa perde o sentido.
    Última edição por MrBrown : 07-10-11 às 15:16:45
    campos1 gosta disto.

  14. #164
    Piloto de Testes Fadista's Avatar
    Data de Registo
    Jun 2007
    Localização
    Always look on the bright side of life
    Posts
    4,013
    nunomplopes gosta disto.

  15. #165
    Piloto de Fórmula 1 TheMoBsTeR's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2003
    Localização
    apetece-me um hamburguer
    Posts
    16,396

    Por Defeito

    É só boas vidas...

    o patriarca da minha família ensinou-me a fazer um arco e flechas, tinha que fazer as minhas flechas e caçar os animais para ter que comer e fazer as minhas fogueiras para assar a carne, cedo aprendi as maravilhas do azeite, tive que construir o meu próprio lagar e era de sol a sol, arranjei um forno para cozinhar a caça, aprendi a salgar a carne mas tive que fazer umas salinas, e então hoje tenho lagares, salinas e restaurantes de rodízio, pago mal aos meus funcionários e trato mal os meus filhos porque eles têm que aprender que isto da vida não é só facilidades.
    THESEXPISTOL gosta disto.

  16. #166
    Piloto de Troféu Homer's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2009
    Posts
    5,312

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por SavageXp Ver Post
    125€ de mesada??????????????
    WTF! A mim era 50$00, 100$00 por dia para comprar um Bollicao. É levas e calas-te.
    Tenho 17 anos, ando no secundário e nunca soube o que era mesada, vinda dos meus pais. Contudo, sempre que estou com os meus avós estes dão-me algum dinheiro, que será tipo uma média mensal de 40-50€. Quando compro alguma peça de roupa que eles gostam, ou mesmo que não gostem, costumam pagar-me. Os meus pais, dão-me 3 vezes por semana 5€ para almoçar na escola, ou seja pagam-me os almoços, compram-me roupa de vez em quando e por vezes dão-me 5 ou 10€ do nada, ou o troco de alguma compra fica para mim. Não me queixo minimamente, procuro juntar o meu dinheiro, apesar de visitas de estudo, saídas e a maior parte da roupa seja eu a pagar (com o dinheiro que me dão, porque ainda não trabalho). Desde os meus 6/7 anos que tenho um cartão MB que a minha mãe me deu, e posso dizer-vos que foi das melhores coisas que me deram para me ajudar a gerir o meu dinheiro!

    Citação Originalmente Colocado por MrsX Ver Post
    Pois... consequências do capitalismo! A riqueza não é distribuida equitativamente e cada um colhe os frutos do que planta.
    Isso de cada um colher os frutos do que planta não é bem assim. Há gajos que pouco se esforçam e colhem frutos exóticos, e há os outros que andam todos os dias a semear forte e feio, para no fim do mês colherem meia dúzia de maçãs. O factor sorte também tem alguma importância...
    campos1 gosta disto.

  17. #167
    Piloto de Testes campos1's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2009
    Posts
    1,694

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por TheMoBsTeR Ver Post
    É só boas vidas...

    o patriarca da minha família ensinou-me a fazer um arco e flechas, tinha que fazer as minhas flechas e caçar os animais para ter que comer e fazer as minhas fogueiras para assar a carne, cedo aprendi as maravilhas do azeite, tive que construir o meu próprio lagar e era de sol a sol, arranjei um forno para cozinhar a caça, aprendi a salgar a carne mas tive que fazer umas salinas, e então hoje tenho lagares, salinas e restaurantes de rodízio, pago mal aos meus funcionários e trato mal os meus filhos porque eles têm que aprender que isto da vida não é só facilidades.
    Está engraçado, mas o busílis da questão não é esse!

    Os funcionários devem sempre ser pagos de acordo com o que merecem e se esforçam. Infelizmente em Portugal não é assim e por isso os salários são baixíssimos.
    E eu não trato mal os meus filhos. Eles até são demasiado "agarrados" a mim, por isso não os devo castigar assim tanto, suponho.

    O que lhes tento ensinar é que há um caminho a percorrer, mostro-lho e ensino-os a percorrerem-no, primeiro acompanhados, depois sózinhos.

    Não me dá gozo ou especial prazer dizer que não. Acontece é o invés, pois sobretudo da parte do mais velho tenho de estar a ouvir que toda turma tem telemóvel com excepção dele, que o colega A e B tem a PS2 e a PS3 e o pai já lhe comprou mais a Wii e PSmobile etc...e ele só tem uma velhinha PS2. Mas hoje ele já se cala pois aprendeu algumas coisas e já sabe que o Pai é inamovível ou pouco sensível ao tipo de argumentação que o outro também tem.
    Como devem calcular, para mim seria melhor dar-lhes o que me pedissem, pois posso fazê-lo, e poupar-me-ia algumas dores de cabeça e a chatice de andarem sempre atrás de mim a chatearem-me. Assim cada um estaria no seu canto a socializar com uma consola e eu descansado da vida.

    Um dia se o meu filho me pedir $ para comprar uma calculadora científica, compro-lha. Se após concluir com êxito os seus estudos, quiser ir conhecer um pouco do mundo, sou também capaz de "bancar" a aventura. Agora comprar toda e qualquer insignificância ou futilidade porque está na moda ou toda a escola tem, não me parece...

    Cumps!
    Última edição por campos1 : 07-10-11 às 20:12:47

  18. #168
    Piloto de Testes Fadista's Avatar
    Data de Registo
    Jun 2007
    Localização
    Always look on the bright side of life
    Posts
    4,013

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por TheMoBsTeR Ver Post
    É só boas vidas...

    o patriarca da minha família ensinou-me a fazer um arco e flechas, tinha que fazer as minhas flechas e caçar os animais para ter que comer e fazer as minhas fogueiras para assar a carne, cedo aprendi as maravilhas do azeite, tive que construir o meu próprio lagar e era de sol a sol, arranjei um forno para cozinhar a caça, aprendi a salgar a carne mas tive que fazer umas salinas, e então hoje tenho lagares, salinas e restaurantes de rodízio, pago mal aos meus funcionários e trato mal os meus filhos porque eles têm que aprender que isto da vida não é só facilidades.
    Touché.

  19. #169
    Piloto de Fórmula 1 TheMoBsTeR's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2003
    Localização
    apetece-me um hamburguer
    Posts
    16,396

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por campos1 Ver Post
    Está engraçado, mas o busílis da questão não é esse!

    Os funcionários devem sempre ser pagos de acordo com o que merecem e se esforçam. Infelizmente em Portugal não é assim e por isso os salários são baixíssimos.
    E eu não trato mal os meus filhos. Eles até são demasiado "agarrados" a mim, por isso não os devo castigar assim tanto, suponho.

    O que lhes tento ensinar é que há um caminho a percorrer, mostro-lho e ensino-os a percorrerem-no, primeiro acompanhados, depois sózinhos.

    Não me dá gozo ou especial prazer dizer que não. Acontece é o invés, pois sobretudo da parte do mais velho tenho de estar a ouvir que toda turma tem telemóvel com excepção dele, que o colega A e B tem a PS2 e a PS3 e o pai já lhe comprou mais a Wii e PSmobile etc...e ele só tem uma velhinha PS2. Mas hoje ele já se cala pois aprendeu algumas coisas e já sabe que o Pai é inamovível ou pouco sensível ao tipo de argumentação que o outro também tem.
    Como devem calcular, para mim seria melhor dar-lhes o que me pedissem, pois posso fazê-lo, e poupar-me-ia algumas dores de cabeça e a chatice de andarem sempre atrás de mim a chatearem-me. Assim cada um estaria no seu canto a socializar com uma consola e eu descansado da vida.

    Um dia se o meu filho me pedir $ para comprar uma calculadora científica, compro-lha. Se após concluir com êxito os seus estudos, quiser ir conhecer um pouco do mundo, sou também capaz de "bancar" a aventura. Agora comprar toda e qualquer insignificância ou futilidade porque está na moda ou toda a escola tem, não me parece...

    Cumps!

    Ainda não percebi qual é o mal ou o demónio que faz as consolas...

    eu era "o outro menino", que tinha sempre consolas em primeira mão (a minha Mega Drive foi comprada em Espanha de propósito, assim como um Tamagochi, mas isso já é meio gayzolas), tive telefones caros e fixes, tinha computador com internet sem grande tipo de restrição ou vigilância, na altura dos Netcetra e da Oninet e por aí fora e não me fiz um monstro, apenas me deram educação e valores e a partir daí fiz o meu caminho.

    Tanto que muitas vezes, se reparares, os senhores que gostam muito de cascar "nisto do consumismo" vão falar para os tópicos de informática-retro falar do seu ZX Spectrum, no Timex, no Olivetti que tiveram (que custavam rios de dinheiro), nos modems antigos, nas motas, nos carros que os pais lhe deram, masss isto do consumismo é só para os mais novos porque os doutores viveram "outros tempos", e acordavam cedinho e trabalhavam no Verão, tadinhos.

  20. #170
    Banido MrBrown's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2008
    Localização
    = f(t,€)
    Posts
    4,895

    Por Defeito

    Hahahaha...ó Mobster, nem parece muito teu, mas não achas que estás um bocado "extremado" na tua opinião? ;)

    Isto de educações há muitas, o que interessa é que surtam bons efeitos...dificilmente se poderá julgar de uma forma tão feroz qualquer uma das que aqui foram mais dissecadas.

    O meu pai no aspecto de não dar brinquedos fúteis era tão severo que a certa altura já nem pedia...se eu acho a melhor maneira? Obviamente que não...mas foi a maneira que ele sabia que ia gerar o efeito pretendido.

    Talvez algures no meio esteja a virtude. Não há propriamente um standard na educação das pessoas, e ainda bem.

  21. #171
    Banido MrBrown's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2008
    Localização
    = f(t,€)
    Posts
    4,895

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por TheMoBsTeR Ver Post
    É só boas vidas...

    o patriarca da minha família ensinou-me a fazer um arco e flechas, tinha que fazer as minhas flechas e caçar os animais para ter que comer e fazer as minhas fogueiras para assar a carne, cedo aprendi as maravilhas do azeite, tive que construir o meu próprio lagar e era de sol a sol, arranjei um forno para cozinhar a caça, aprendi a salgar a carne mas tive que fazer umas salinas, e então hoje tenho lagares, salinas e restaurantes de rodízio, pago mal aos meus funcionários e trato mal os meus filhos porque eles têm que aprender que isto da vida não é só facilidades.
    Ah! Agora percebo aquela do "cada um colhe aquilo que semear"!

    Só não sei se o que te indigna ligeiramente é que no meio da ironia, não escapas a escrever uma verdade...(e a fazer uma associação esforço-sucesso que ninguém tinha sequer mencionado)...mesmo que tenhas tentado passar ao lado.

  22. #172
    Piloto de Fórmula 1 TheMoBsTeR's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2003
    Localização
    apetece-me um hamburguer
    Posts
    16,396

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por MrBrown Ver Post
    Hahahaha...ó Mobster, nem parece muito teu, mas não achas que estás um bocado "extremado" na tua opinião? ;)

    Isto de educações há muitas, o que interessa é que surtam bons efeitos...dificilmente se poderá julgar de uma forma tão feroz qualquer uma das que aqui foram mais dissecadas.

    O meu pai no aspecto de não dar brinquedos fúteis era tão severo que a certa altura já nem pedia...se eu acho a melhor maneira? Obviamente que não...mas foi a maneira que ele sabia que ia gerar o efeito pretendido.

    Talvez algures no meio esteja a virtude. Não há propriamente um standard na educação das pessoas, e ainda bem.
    Eu acho é que "extremado" é achar que inibir uma realidade a alguém faz com que a pessoa valorize essa realidade.

    Tens vários exemplos contrários e paradigmáticos desse comportamento, por exemplo, os velhos saudosistas do Estado Novo, tinham certas inibições próprias dos regimes autoritários mas ainda dizem que "antigamente é que era", ou, melhor, os criminosos reincidentes, passam anos na prisão mas não hesitam em voltar a cometer um crime, mesmo sabendo que voltarão para a prisão.

    O mesmo se passa com as crianças, não é por não terem brinquedos caros que vão dar valor ao dinheiro, ou, a contrario, não é por os terem que vão ser uns fúteis. Fúteis todos somos, em vários graus diferentes, é tão natural ao ser humano como é o exibicionismo de alguns animais. Só os valores e uma educação baseada na autonomia e no pensamento independente combate isto.

  23. #173
    Banido MrBrown's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2008
    Localização
    = f(t,€)
    Posts
    4,895

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por TheMoBsTeR Ver Post
    Eu acho é que "extremado" é achar que inibir uma realidade a alguém faz com que a pessoa valorize essa realidade.

    Tens vários exemplos contrários e paradigmáticos desse comportamento, por exemplo, os velhos saudosistas do Estado Novo, tinham certas inibições próprias dos regimes autoritários mas ainda dizem que "antigamente é que era", ou, melhor, os criminosos reincidentes, passam anos na prisão mas não hesitam em voltar a cometer um crime, mesmo sabendo que voltarão para a prisão.

    O mesmo se passa com as crianças, não é por não terem brinquedos caros que vão dar valor ao dinheiro, ou, a contrario, não é por os terem que vão ser uns fúteis. Fúteis todos somos, em vários graus diferentes, é tão natural ao ser humano como é o exibicionismo de alguns animais. Só os valores e uma educação baseada na autonomia e no pensamento independente combate isto.
    Acho que estás a interpretar de uma forma diferente da minha...que não digo que seja errada.

    Mas logo que começas por dizer que classificas aquilo como inibir uma realidade, que é coisa que não acontece...de todo! Como os filhos do campos1, eles bem dizem que os colegas têm todas as consolas e mais algumas...alguns terão, outros nem tanto, mas lá está, não são desconhecedores da realidade! Apenas têm um ponto de vista diferente.

    Eu não valorizei mais a minha ps3 (a primeira consola "a sério" que comprei) porque grande parte dos meus colegas tiveram a 1 e a 2...e compraram a 3 uns anos antes de mim...dei valor porque era "minha". Ninguém aqui disse que não ter faz dar mais valor, mas sim ter que merecer. São duas coisas bem diferentes.

    Quanto a moralistas (ainda por cima saudosistas) acho que ambos sabemos que não são exemplos para o que quer que seja...só se for, muitas das vezes, para mostrar um mau exemplo...
    No fundo, não poderia concordar mais com a tua última frase "autonomia e independência"...mas com bons guias de preferência, e pelos vistos temos duas maneiras muito diferentes de incutir essa dita autonomia.

  24. #174
    Piloto de Kart Miguelox's Avatar
    Data de Registo
    Dec 2010
    Localização
    Porto
    Posts
    376

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por campos1 Ver Post
    Um dia se o meu filho me pedir $ para comprar uma calculadora científica, compro-lha.
    Não é científica é gráfica. Há uma diferença muito grande no preço: Científica:10-30 Gráfica:120-200

  25. #175
    Piloto de Rallye Agent's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2008
    Localização
    A caminho...
    Posts
    11,880

    Por Defeito

    Mesadas? Semanadas?





    Almoçar na cantina? Consolas? Computadores?


  26. #176
    Banido
    Data de Registo
    Mar 2009
    Posts
    12,802

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por LuisMiguel Ver Post
    Comentários a negrito. Tenham paciência e deixem de ser velhos do Restelo.
    Então e o equivalente à tendência Emo?

  27. #177
    Piloto de Troféu nunomplopes's Avatar
    Data de Registo
    Sep 2007
    Localização
    Eu não sou do tamanho da minha altura, sou do tamanho daquilo que vejo. Benedita/Alcobaça/Leiria.
    Posts
    9,940

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por TheMoBsTeR Ver Post
    É só boas vidas...

    o patriarca da minha família ensinou-me a fazer um arco e flechas, tinha que fazer as minhas flechas e caçar os animais para ter que comer e fazer as minhas fogueiras para assar a carne, cedo aprendi as maravilhas do azeite, tive que construir o meu próprio lagar e era de sol a sol, arranjei um forno para cozinhar a caça, aprendi a salgar a carne mas tive que fazer umas salinas, e então hoje tenho lagares, salinas e restaurantes de rodízio, pago mal aos meus funcionários e trato mal os meus filhos porque eles têm que aprender que isto da vida não é só facilidades.
    E amanhã é Domingo, dia de descanso do Senhor...

  28. #178
    Piloto Veterano LuisMiguel's Avatar
    Data de Registo
    Jan 2003
    Posts
    22,486

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por Dannymad Ver Post
    Então e o equivalente à tendência Emo?
    Deixa lá que um punk é o sonho de qualquer papá ou mamã deste mundo.

  29. #179
    Piloto de Troféu
    Data de Registo
    Jun 2003
    Posts
    8,865

    Por Defeito

    Desculpem lá mas deve haver alguma mania da perseguição pelas gerações "seguintes" a cada geração que não a nossa.

    Em todas as gerações existem perfeitos "nenhuns", lembro-me perfeitamente de ser puto e via malta das gerações anteriores que era o degredo absoluto, vejo malta da minha geração assim, e malta de novas gerações assim também. Mas também vejo muita boa gente em todas as gerações, mas há uma coisa que as gerações actuais têm que as anteriores mais recentes não tiveram - dificuldades em estruturar a sua vida, ter um emprego minimamente estável e poder construir a sua família. Portanto, vamos lá ver se somos mais construtivos porque generalizar é fácil.

    São poucos os casais da minha idade ou aproximada (tenho 27 anos) cujo marido e mulher ou namorado e namorada consigam conciliar uma vida a dois, geralmente pelo menos um trabalha "fora de casa" e não é na construção onde muita gente emigrou, é em várias áreas desde Eng Civil, ensino, mesmo Informática... quando olharem para os defeitos de muitos destas novas gerações, tenham um mínimo de empatia e percebam a realidade que se vive... é que para muitos como eu ou muitos aqui do fórum perder 50% do subsídio de natal por exemplo é complicado mas vive-se, para muitos destas gerações, tomara eles perde-los porque nem os têm!
    MrBrown gosta disto.

  30. #180
    Piloto de Testes campos1's Avatar
    Data de Registo
    Jul 2009
    Posts
    1,694

    Por Defeito

    Citação Originalmente Colocado por TheMoBsTeR Ver Post

    Ainda não percebi qual é o mal ou o demónio que faz as consolas...

    Pensas (e escreves) muito bem!

    Mas a realidade às vezes é mais intrincada.

    Nem todas as crianças são iguais, os meus filhos têm "síndroma de hiperactividade" embora nuam variante em que não têm qualquer tipo de dificuldade de aprendizagem, muito pelo contrário.
    Por isso tenho de ter cuidados extra com jogos e certos programas e até naquilo que comem.
    Mas ainda que não fosse condicionado por esse facto, a minha atitude seria a mesma. Pelo menos o mais velho consegue estar todo o dia a jogar. Acho que isso não lhe faz bem nenhum.

    A questão não é negar o acesso a certas coisas mas sim mostrar e valorizar outras mais importantes

    Cumps!

Página 6 de 8 PrimeiraPrimeira ... 567 ... ÚltimaÚltima

Regras de Colocação

  • Não pode criar tópicos
  • Não pode responder
  • Não pode colocar anexos
  • Não pode editar os seus posts
  •